Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.jun.2017, Hebreus 4

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, JESUS, FILHO de DEUS, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
[Hebreus 6.20; 1.2-3; 8.1; 9.24; 10.12]
Porque não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
[2Coríntios 5.21; João 8.46; Hebreus 7.26; 2.17-18]
Cheguemos pois com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
[Efésios 3.12; Filipenses 4.6-7; Êxodo 25.17-22; Levítico 16.2; 1Crônicas 28.11]

[659,985]

janeiro 13, 2009

Quais os sinais da volta de Cristo?




...
Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.” (Mateus 24.36)

Quanto à volta de Jesus Cristo, precisamos entender como funciona o tempo de Deus.

Temos a tendência de olhar o tempo como o acompanhamos através de um relógio. Mas não é assim o tempo para Deus, Ele olha sob a perspectiva da eternidade (Salmos 90.4), que não tem começo nem fim. Foi isso que Pedro mostrou àqueles crentes que sofriam por esperar no Senhor. O apóstolo explicou: mil anos para Deus é diferente de mil anos para os seres humanos (2Pedro 3.8).

Significa que Deus pode realizar num só dia o que julgamos que levaria mil anos; assim como Ele pode levar mil anos para realizar algo que gostaríamos de ver feito num só dia.

Portanto, só Deus sabe e decidirá quando Jesus Cristo voltará, segundo o Seu propósito.

Na história da humanidade ainda há um grande momento por acontecer. É a volta de Cristo para arrebatar a Igreja ao seu encontro nos ares. Este evento será o primeiro de uma série futura culminando com a destruição dos céus e terra atuais e com a criação dos novos céus e da nova terra (estude Apocalipse 21 e 22).

A volta de Cristo será o início do Dia do Senhor (1Tessalonicenses 5.2), o qual ocorrerá num tempo ainda ignorado e assinalado por rapidez inesperada (Mateus 24. 42-44).

Fique atento aos sinais!


Todos os crentes devem estar alertas quanto à volta de Cristo para buscar a Sua Igreja. Para isso Jesus nos ensinou como entender o fim dos tempos através dos sinais de Sua segunda vinda.

O que são sinais da volta de Cristo?

São características dos últimos dias constituídas de fatos, acontecimentos, eventos, atitudes e comportamentos dos homens, os quais servem como `avisos´ para os crentes e que se intensificarão à medida que o fim se aproxima.

À medida que virem o aumento desses sinais, os crentes fiéis saberão que o dia da volta do Senhor para buscá-los está bem próximo.

Quais os sinais?

Em Mateus 24.4-14, estão relacionados os sinais que Jesus revelou quanto à Sua volta:

- Falsos profetas e liberais religiosos: Estarão dentro da igreja visível e aumentarão e enganarão a muitos.

- Guerras, fome e terremotos: Ao acontecerem em maior quantidade, serão o princípio de dores (de parto), da nova era messiânica que se aproxima.

- Perseguição: O povo de Deus será severamente perseguido, à medida que o fim se aproxima.

- Abandono da fé: Muitos crentes abandonarão a sua lealdade a Cristo.

- Desobediência a Deus: O desrespeito pelos mandamentos de Deus aumentará.

- Violência e crimes: Aumentarão rapidamente.

- Muito desamor: O amor natural e o afeto na família diminuirão.

- Mais pregação do evangelho: Apesar desta intensa e crescente aflição aos crentes, o evangelho será pregado no mundo inteiro. Isso nos garante que com certeza, a igreja no universo, crescerá muito.

- Crentes firmes na fé: Os salvos permanecerão firmes através de todas as angústias dos tempos do fim.

Observe que muitos destes sinais têm acontecido.

Podemos sim estar vivendo os últimos tempos!

Se o caro leitor não conhece a Jesus ainda, se ainda em seu coração existe a necessidade das bênçãos materiais, aceite somente a Jesus, Ele te ama, e quer te salvar!
...

4 comentários:

Paulo Adriano Rocha disse...

Ao olhar todos esses sinais listados em Mt 24, eu fico imaginando como será o "grande avivamento" que determinadas igrejas pregam hoje em dia. Eu sei que a Igreja Perseguida estará cada vez mais avidada e com isso levará o evangelho adiante, mas é óbvio que muita gente não suportará as dificuldades e apostatarão da fé (Lc 18.8).

Que Deus nos ajude a perceber o quão perto está o Dia do Senhor e lutarmos a cada dia pela fé que uma vez foi entregue aos santos.

Paz e abraços, irmão James!

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Paulo Adriano Rocha.

Misericórdia! É o que devemos estar sempre rogando ao Senhor, amado irmão, pois, milhares e milhares se empilham nestas igrejas pregadoras do “grande avivamento”, que conforme elas, haverá...

Mas, nós, os crentes, temos a esperança em nosso Amado Redentor que, nos fortalece em sabedoria, para buscarmos avivamento, pois sabemos que sem o Senhor dos senhores, nada somos...

Deus o abençoe e aos seus ricamente, e por sua rica visita ao nosso humilde espaço.

Fraternalmente.
James.

Alfredo Marins disse...

ótimo post meu querido irmão. A igreja hoje vive desapercebido neste assunto em especial. Devemos viver cada dia de nossas vidas esperando que este momento não nos venha de surpresa.

No amor de seu irmão em Cristo,

http://sinaisreais.blogspot.com

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Alfredo Marins.

Verdade absoluta o descaso da igreja quanto a gloriosa vinda de Jesus Cristo, infelizmente, muitos esta desapercebidos da salvação, mas, cada vez mais, afoitos às barganhas dizimistas por riquezas materiais...

Deus o abençoe ricamente e aos seus, e por sua rica visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.