Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, abril, 2019

Apocalipse 4

E os quatro animais tinham, cada um de per si, seis asas, e ao redor, e por dentro, estavam cheios de olhos; e não descansam nem de dia nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo, é o SENHOR DEUS, o TODO-PODEROSO, que era, e que é, e que há de vir.
E, quando os animais davam glória, e honra, e ações de graças AO que estava assentado sobre o trono, AO que vive para todo o sempre,
os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante DO que estava assentado sobre o trono, e adoravam O que vive para todo o sempre; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo:
Digno és, SENHOR, de receber glória, e honra, e poder; porque TU criaste todas as coisas, e por Tua vontade são e foram criadas.

[749,172]


dezembro 19, 2017


Pior que natal ser pagão, é as igrejas evangélicas comemorarem


As lideranças eclesiásticas e membros das igrejas instituições são criaturas hipócritas, que vituperam e crucificam CRISTO dia após dia com suas crendices e tradições de homens [Colossenses 2].

Ora, ora, ora, todos eles mesmos sabem que o natal é de tradição pagã [Então é Natal!!], entretanto, suas instituições filosóficas e teológicas (como por exemplo, o CACP - Ministério Apologético), ainda assim, querem mostrar algo que não corresponde àquilo que pensa ou sente relativo ao ensino do SENHOR, afinal, precisam acompanhar as tendências religiosas para angariar mais adeptos, e por conseguinte, mais financiadores;

É lastimável que presenciamos os evangélicos afirmando:

"É verdade que a data de 25 de dezembro marcava a celebração de uma festa pagã conhecida como Natalis Solis Invicti (Nascimento do Sol Invencível), em homenagem ao deus Mitra (da religião persa), e que esta festa era estimulada com orgias sexuais e embriaguez. No ano 440 dc., porém, a data foi fixada para marcar o nascimento de Jesus, já que ninguém sabia a data de seu nascimento"

... e ao mesmo tempo, incitam a esta comemoração fútil satânica:

"O Natal (mesmo tendo urna origem pagã) é um evento que deveria ser celebrado por todos os cristãos ao redor do mundo (sem dogmatizar). Mas, por quê? Ora, havia uma festa dedicada a um deus falso, Mitra, considerado o Sol Invencível. As atenções eram voltadas para ele (e isto, sim, servia aos propósitos de Satanás)"

Mas, em verdade, o testemunho bíblico da Igreja de CRISTO, assevera que os crentes anunciam a morte do SENHOR até que venha [1Coríntios 11], e não a comemoração de uma data que não existe nas Sagradas Escrituras, e por certo, que a importância do FILHO de DEUS nesta Terra é para salvação, e neste sentido que como foi Seu nascimento é mencionado, entretanto, jamais ocorrido em 25 de dezembro, e principalmente, nunca será do coração do CRIADOR que se use uma data pagã (satânica) para fazer tal referência.



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[686,840]