setembro 12, 2017


Apostasia Geral e Irrestrita


Contexto bíblico Hebreus 6:

"Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do ESPÍRITO SANTOe provaram a boa palavra de DEUS, e as virtudes do século futuro, e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o FILHO de DEUS, e o expõem ao vitupério."


E, apóstatas, milhares e milhares estão dizendo: “Éh preciso ir na igreja instituição”!!

Entretanto, CRISTO por Seu infinito amor e misericórdia, diz: “Vinde a MIM, todos os que estais cansados e oprimidos, e EU vos aliviarei[Mateus 11].

E diante o exposto, torna-se necessário e indispensável, expor a diferença abismal entre a Igreja de CRISTO textualizada pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia] e as igrejas instituições, tão difundidas nos dias de hoje.

Pelo contexto bíblico, ἐκκλησία (Ekklēsia, traduzida igreja) quando se ajunta, cada um tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação, faz-se tudo para edificação [1Coríntios 14], e desta maneira, não há superiores ou hierarquia eclesiástica, afinal, em CRISTO somos todos irmãos [Mateus 23], as ofertas são recolhidas para que os necessitados possam ser confortados e a confusão é proibida. A exemplo da Igreja primitiva, pela qual, a única lei que a habitava era a do amor e da misericórdia. Os apóstolos trabalhavam, dormiam onde podiam, passavam fome e necessidade.

Hoje as denominação que chamam a si mesmas de "igrejas" onde apenas alguns podem pregar, quanto mais acima na hierarquia estão mais poder, dinheiro e fama têm, e mais obediência cega requerem. Nelas o povo é escravo e paga para alimentar a casta opressora: lideranças eclesiásticas.

Usam de falsos pretextos para obrigar seus tolos fieis a contribuir para os seus próprios bolsos e para a sua própria ganancia, ao contrário dos verdadeiros apóstolos, vivem no luxo enquanto o povo morre à fome. Andam de avião privado, têm o melhor carro, a melhor casa, ficam no melhor hotel e vivem rodeados do melhor.

A personalidade divina, pelo ensino de CRISTO no original do evangelho não permite a pratica:

  • da 'autoridade pastoral' e da 'submissão de fiéis'
  • de frequentar instituições e 'a sua vida ser melhor'
  • de músicas designadas 'louvor'
  • de 'prosperidade material assegurada por DEUS em troca da barganha de ofertas e dízimos entregues na mãos de homens'
  • de uma 'fogueira santa de Israel'
  • realizar reuniões de 'Encontro com Deus'
  • da 'Cruzada de Milagres'
  • de nenhuma 'Convenção de Fé'
  • da infundada e patética 'cobertura espiritual por lideranças eclesiásticas'
  • de intitular-se prédios inanimados de 'igrejas'

Os discípulos de CRISTO não usam objetos 'ungidos' como vassoura, fronha, cimento, colher de pedreiro, rosa, sal grosso, toalha suada do líder mercenário, água, martelo, caneta, sabão ou meias, e nem tão pouco é correto diante de DEUS o comércio de tais bugigangas religiosas (antes, é abominável).

Agora, não se pode questionar os "ungidos" (com óleo de peroba), os "homens de deus"... donos de uma autoridade absoluta sobre as suas igrejas instituições, fundadas por eles mesmos.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

Corroborando, William St. Hérége

[676,340]

setembro 03, 2017


Sombras das coisas futuras


As Escrituras nos ensinam que as coisas que encontramos no Antigo Testamento "são sombras das coisas futuras" Colossenses 2, que algumas delas "servem de exemplo e sombra das coisas celestiaisHebreus 5, "foram-nos feitas em figura" 1Coríntios 10, e podem ser vistas como "figura do verdadeiro" Hebreus 9.

Mas não devemos nos esquecer de que tudo isso é "a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas" Hebreus 10, portanto embora seja de muito consolo, ensino e exortação nos ocuparmos com os tipos, figuras, sombras e princípios do Antigo Testamento, jamais devemos buscar ali (no Antigo Testamento) doutrinas para a Igreja de CRISTO, pois Ela nunca aparece em realidade no Antigo Testamento.

A Igreja de CRISTO e tudo o que lhe diz respeito, foi um segredo ou mistério revelado apenas muito mais tarde a Paulo Efésios 3, portanto, até mesmo os profetas que escreveram o Antigo Testamento não faziam ideia de que Ela viria a existir; pois quê, a doutrina para a Igreja você somente encontra nas epístolas dos apóstolos; a Igreja só aparece no período neotestamentário.

Muita má doutrina (teologia) existe hoje na cristandade (igrejas instituições) por as lideranças eclesiásticas não entenderem (ou usarem propositalmente, de má fé) a distinção entre a Antiga Aliança e a Nova Aliança, e assim buscarem no Antigo Testamento elementos para aplicar à suas instituições religiosas; alguns extrapolam completamente a ordem de DEUS transformando sombras e figuras em doutrinas, terminando em erros graves, INTENCIONAIS, INADVERTIDOS, prosmeiros em suas lábias e palavreados fáceis.

Porquanto, devemos tratar as sombras como elas são e, por assim dizer, como um aditivo ao entendimento da Bíblia como um todo.

Se você vê a sombra de uma pessoa querida chegando, fica alegre, mas isso não se compara à chegada da própria pessoa. Não é com a sombra que você quer se ocupar, mas com a realidade das coisas.

Corroborando parte de uma resposta do site, www.respondi.com.br, com alterações.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[674,830]