Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 16.jun.2018

João 7

Senão esta multidão, que não sabe a Lei, maldita he.
Disse-lhes Nicodemus, o que viera a ELLE de noite, que era hum delles.
[João 3.1; 7.49; 19.39]
Porventura julga nossa Lei ao homem sem primeiro o ouvir, e entender o que faz?
[Êxodo 23.1; Números 35.30; Deuteronômio 17.6; 19.15; Provérbios 18.13; Atos 23.3]
Responderão elles, e disserão-lhe . és tu tambem de Galilea?­ examina, vê que nenhum Propheta se levantou de Galilea.
[João 1.46; 5.39; 7.41]
[versão bíblica Almeida 1850]

[712,910]

junho 16, 2018

Ceia do SENHOR, não é comer pãozinho e beber suco de uva!!


Durante em o Seu ministério terreno, JESUS havia deixado bem claro que o pão era o símbolo do Seu corpo, e o vinho, o símbolo do Seu sangue a ser derramado em favor dos homens para remissão dos pecados, pois quê, sem derramamento de sangue não há remissão de pecados conforme a Lei dos holocaustos e sacrifícios para Israel, sendo evidente que, pela lei ninguém será justificado diante de DEUS, porquanto, “CRISTO nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro [Gálatas 3], e por este madeiro asseverou que não veio destruir a lei que requer sacrifícios e holocaustos para remissão dos pecados com derramamento de sangue, mas: “não vim ab-rogar, mas cumprir [Mateus 5].

Contexto bíblico João 6 [Bíblia Almeida 1850]
  • Porque o pão de DEOS he aquELLE, que do ceo desce, e dá vida ao mundo
  • E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; quem vem a MIM, em maneira nenhuma terá fome; e quem crê em MIM, nunca terá sede
  • Eu sou o pão da vida. Vossos pais comerão Manná do deserto, e morrêrão. Este he o pão que desce do ceo, para que o homem dELLE coma, e não morra. EU SOU o pão vivo, que desceo do ceo; se alguem comer deste pão, para sempre ha de viver. E o pão que EU hei de dar, he minha carne
  • JESUS pois lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo, que se não comerdes a carne do FILHO do Homem, e não beberdes Seu sangue, não tereis vida em vó mesmos. Quem come Minha carne, e bebe Meu sangue, tem vida eterna, e EU o resuscitarei no ultimo dia. Porque minha carne verdadeiramente he comida e meu sangue verdadeiramente he bebida. Quem come minha carne, e bebe eu sangue, em num permanece, e EU nelle. Como o PAI vivente ME enviou, e EU vivo pelo PAI; assim quem a MIM ME come, tambem por MIM ha de viver. Este he o pão, que desceo do ceo. Não como vossos pais, que comerão Manná, e morrerão: quem comer este pão, para sempre ha de viver
Entendimento pela Sagrada Escritura

Quem come Minha carne, e bebe Meu sangue, tem vida eterna, e EU o resuscitarei no ultimo dia” quer anunciar o receber a Palavra e se alimentar dEla [COMER SUA CARNE], é aceitar e entender o sacrifício da cruz, o perdão dos pecados e a redenção [BEBER O SEU SANGUE], porquanto, é aceitar o sacrifício do corpo e do sangue de CRISTO para ter a vida eterna.

Mas, quando JESUS assim disse, ELE escandalizou os judeus, pois a lei os proibia de comer sangue de animais [Levítico 7]. A vida estava na carne [Levítico 7], o sangue do animal propiciava os pecados do povo de Israel, restaurando-lhe a comunhão com DEUS, a vida eterna.

O PÃO era uma parábola do seu próprio corpo submetido ao propósito redentor de DEUS [Hebreus 10], e, o Seu SANGUE, derramado na morte, relembrava os ritos expiatórios em no Antigo Testamento (Antiga Aliança), o que foi representado no cálice sobre a mesa, este cálice, dali por diante, era revestido de um novo significado, como um memorial de um novo Êxodo realizado em Jerusalém [Lucas 9].

A contextualização da última “Ceia“ do SENHOR e Seus discípulos, deve ser entendida como um memorial [Lucas 22], um momento em que JESUS ansiava muito em estar com eles [Lucas 22] por que era a Festa dos Pães Asmos, a Páscoa judaica (Pessach, onde é celebrado o dia que DEUS libertou Seu povo Israel do Egito, memorial para que os filhos de Israel jamais se esquecessem que foram escravos no Egito), e por este memorial in “Ceia“, CRISTO simbolizava em Seu corpo e Seu sangue, a libertação da remissão dos pecados, assim como Israel liberto da escravidão do Egito, e jamais deve ser entendido como um ritual religioso.

Conclui-se bem claro que, as pessoas são conduzidas ao erro por falta de conhecimento, deixando-se levarem por crendices, sofismas, de argumentos capciosos para enganar, dogmas em tradições e doutrinas de homens nas imposições das lideranças eclesiásticas nas igrejas instituições, criando condições nas quais a Palavra de DEUS não requer aos membros em participar do ritual da Ceia.

Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[712,900]

junho 01, 2018

A Igreja, primitiva ontem, e para hoje


Torna-se necessário e indispensável, enquanto temos tempo e o tempo urge, por isso temos de tomar tempo numa decisão expondo a diferença abismal entre, a Igreja de CRISTO textualizada pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia], e as igrejas instituições tão difundidas e defendidas pelos tolos dizimistas e manipuladas a bel prazer pelas lideranças eclesiásticas (a imagem ao lado, nada tem a ver em debater política, mas sim, mostrar quem são as lideranças eclesiásticas religiosas que milhares dos supostos cristãos brasileiros tem seguido, cegos e idolatrando).

Por definição do contexto bíblico, a Igreja [ἐκκλησίας (ekklēsias)] é o grupo de pessoas professas em CRISTO reunidas em Seu nome, aqui e acolá, espalhadas pelo mundo, uma assembleia, a congregação de Hebreus 10.25.

Portanto, não se pode denominar (apelidar) um prédio, entre paredes, de igreja, pois, verdadeiramente a reunião é que é a Igreja e não o lugar supostamente santificado em templo, o local onde religiosos confinam seus seguidores para ludibriar, enganar com crendices, sofismas, dogmas, tradições e doutrinas de homens dissolutos, amantes de si mesmos.

A Igreja de CRISTO é a reunião dos filhos de DEUS que acontece em qualquer lugar, assim, quando CRISTO vier buscar a Sua Igreja, virá buscar a congregação de pessoas e não o lugar onde elas estão reunidas.

A Igreja se reúne em qualquer lugar, como a primitiva que se reunia nas casas, nas cavernas, e até em tumbas (neste ínterim por que era perseguida), e assim o devemos fazer, por que CRISTO está onde se reúnem dois ou três em Seu nome[Mateus 18], e como já dito, não por que o lugar é apelidado de "igreja":
  • Paulo quando quis perseguir os crentes foi nas casas, e "Saulo assolava a Igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão" [Atos 8];
  • Paulo fez diversas saudações às Igrejas nas casas, "As Igrejas da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos afetuosamente no Senhor Áquila e Priscila, com a Igreja que está em sua casa" [1Coríntios 16];
  • "Saudai aos irmãos que estão em Laodicéia e a Ninfa e à Igreja que está em sua casa" [Colossenses 4];
  • "Saudai também a Igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em CRISTO" [Romanos 16];
  • "E à nossa amada Áfia, e a Arquipo, nosso camarada, e à Igreja que está em tua casa" [Filemom 1];
  • Pedro quando preso, na casa de Maria a Igreja orava, e, "considerando ele nisto, foi à casa de Maria, mãe de João, que tinha por sobrenome Marcos, onde muitos estavam reunidos e oravam" [Atos 12].
  • Na descida do ESPÍRITO SANTO, Pentecostes, a Igreja estava em uma casa, e "de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados" [Atos 2];
  • Paulo quando vai para Cesaréia, vai para a casa de Filipe, e "no dia seguinte, partindo dali Paulo, e nós que com ele estávamos, chegamos a Cesaréia; e, entrando em casa de Filipe, o evangelista, que era um dos sete, ficamos com ele" [Atos 21];
  • "E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a JESUS CRISTO" [Atos 5].

Em verdade, pelos textos bíblicos, sem pretextos, as reuniões da Igreja sempre foram na época dos apóstolos, NAS CASAS, e quando eles iam no templo era para anunciar o CRISTO aos judeus, visto que eles não aceitaram o SENHOR, lembrando (aos deturpadores da Palavra) que esse templo é judaico e não cristão, e que os apóstolos ficavam nas escadarias e no pátio dos gentios, nunca no interior do templo;

Ainda que haja muitos templos, estes nada mais são que construções inseridas por Constantino para conglomerar a si a reunião de pessoas, para este fim, a ICAR, copiada pelas filhas bastardas evangélicas, também levianamente, inseriram ao contexto religioso, a imposição da, se e somente se, necessidade obrigatória de apenas encontrar à DEUS no interior destes profanos recintos, locais de comércio e barganha religiosa (os quais são relíquias do passado templo de Jerusalém no qual JESUS "tendo entrado no pátio do templo, expulsou todos os que ali estavam comprando e vendendo; também tombou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos comerciantes de pombas" [Mateus 21], pois quê, é a mesma pratica comercial de hoje nos templos batistas, assembleianos, universais, internacionais, mundiais e todas quantas forem as evangélicas), espíritas):
  • "O DEUS que fez o mundo e tudo que nele há, sendo SENHOR do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens" [Atos 17]
  • "Não sabeis vós que sois o templo de DEUS e que o ESPÍRITO de DEUS habita em vós? Se alguém destruir o templo de DEUS, DEUS o destruirá; porque o templo de DEUS, que sois vós, é santo" [1Coríntios 3];
  • "E que consenso tem o templo de DEUS com os ídolos? Porque vós sois o templo do DEUS vivente, como DEUS disse: neles habitarei, e entre eles andarei; e EU serei o Seu DEUS e eles serão o Meu povo" [2Coríntios 6].

A Igreja é uma Família, da qual, bem ajustada e comprometida com os argumentos divinos, unida, são pessoas contempladas a buscar e adorar a DEUS, em espírito e em verdade, partindo a pão entre si, compartilhando de suas dádivas com os menos favorecidos; estas têm DEUS, DEUS está presente em seus corações.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[711,075]

maio 22, 2018

A Igreja de CRISTO... assim vivem os desigrejados


Eu quero ser uma Igreja diferente.

A Igreja que eu quero ser não tem hora de culto, o culto nem é uma cerimônia.
A Igreja que eu quero ser cultua em todo tempo porque cultua com a vida, vivendo.

A Igreja que eu quero ser não é de parede e teto, ela é feita por mim e por você.
É feita de gente, e gente imperfeita.
Gente que erra, gente que falha, gente que tropeça.
É feita de gente que ama e que ama ser amado.
Gente que sorri mas que também chora.
Gente que sofre com as mazelas do mundo.

A Igreja que eu quero ser é uma Igreja que se importa com a fome, com o sofrimento.
A Igreja que eu quero ser sente a fome do faminto, sente a sede do sedento, sente o frio do desabrigado, sente a dor do doente.

A Igreja que eu quero ser mostra o caminho da salvação, mas não tem os direitos da via nem cobra o pedágio da ponte.
A Igreja que eu quero ser ilumina a estrada como um farol, para que todos possam passar pela ponte, e a ponte é JESUS.

A Igreja que eu quero ser não tem nome, não tem placa nem mesmo uma sede, não é uma igreja instituição.
Ela está em mim e está em você.
Quem a governa é DEUS e o seu credo não está decorado.
A base dessa Igreja é o amor, o amor não fingido.

Nessa Igreja não tem banco, nem mesmo liturgia.
Nessa Igreja você não precisa baixar a cabeça pra falar com DEUS.
Ali você deve ficar de olhos bem abertos ao ouvir a voz de DEUS, pois ELE te manda olhar para o lado, te manda ver o teu irmão.
Nessa Igreja pouco importa a duração do culto, pois o culto dura o tempo todo.
Importa mesmo é que você seja essa Igreja.

Você não precisa de roupa certa para vir nessa Igreja.
Não importa o que você tem pintado na sua pele, nem mesmo importa a sua pele.
Nessa Igreja todos somos Igreja.
Também não há cargos, não há lideranças eclesiásticas ou obrigações nessa Igreja, você não é obrigado a nada.

Eu quero ser essa Igreja, a Igreja de CRISTO.

Assim vivem os desigrejados...


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

Corroborando com Mentes Bereanas
(imagem, Revista CASAeJARDIM)

[709,265]

maio 02, 2018

Tornar o evangelho atrativo para os jovens??!!


Contexto bíblico Apocalipse 22:

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, DEUS fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro".

As igrejas instituições, por suas lideranças eclesiásticas, fomentam o pragmatismo, a corrente de ideias que prega que a validade de uma doutrina é determinada pelo seu bom êxito prático, e assim, estão abarrotando seus templos de membros interesseiros, apregoam à "quantidade" de pessoas neles inseridas como sendo suas propostas religiosos (crendices, sofismas, dogmas, doutrinas e tradições dos homens, suas teologias denominacionais) a mais atrativas.

Aliás, é por este pragmatismo, que as lideranças eclesiásticas, através de insanos pregadores vem acrescentando uma mensagem ao evangelho para se tornar mais atrativo pr'os jovens; por vez, então, estão negligenciando a Palavra de DEUS [contida na Bíblia], confessam abertamente que o sofrimento vicário de CRISTO JESUS não é suficiente;

Estes insanos pregadores adaptam uma inseminação religiosa, um ritual musical (gospel de péssima qualidade), para de forma emocional sem razão, firmada na carne, dizem trazer os jovens ao CRISTO, criando entretenimentos, uma exposição fula, comprometem a simplicidade do evangelho por que querem "encher" seus galpões de jovens e se vangloriarem disto.

Ora, se os jovem precisam de algo, de textos bíblicos com pretextos foram de contextos, para se achegar até CRISTO que não seja pelo poder de DEUS aos que creem, pela simplicidade do anuncio do evangelho, deixem que se vão, o evangelho não é poder para se tomar à força, mas com amor não fingido.

DEUS nunca disse que seria fácil chegar até ELE, não existe atalhos ao evangelho de CRISTO, o ESPÍRITO SANTO convence a todos (velhos, jovens) do pecado; não existe um evangelho adocicado aos jovens, o anuncio de DEUS não precisa de aprovação ou adaptação, só há um Caminho:
  • CRISTO, através de Seu evangelho irretratável, que não é passível de ser anulado, revogado ou alterado.

Enfim, o contexto da Palavra de DEUS nos tem exaustivamente exposto que, para com o SENHOR, mesmo que tendo a Igreja de CRISTO, Seus seguidores, como a areia que está na praia[Gênesis 22], a DEUS importa qualidade (santidade), e não quantidade.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[706,080]

abril 11, 2018

A (oculta) idolatria evangélica



Podemos constatar a idolatria evangélica quando:
  1. Adota um que a si próprio se faz profeta como um tipo de "mentor incontestável" e começa a segui-lo diariamente
  2. Quando tem dúvidas busca sempre as respostas nas considerações do seu pastor (liderança eclesiástica), e, não na Palavra de DEUS [contida na Bíblia]
  3. Quando está em um debate bíblico, não tem opinião própria nem uma epiqueia (interpretação razoável) e, sempre responde colando textos do seu pastor prosmeiro, que tem lábia
  4. Considera o seu pastor um ser infalível, incontestável, irrefutável e incapaz de cometer qualquer erro
  5. Fica muito irritada quando alguém encontra algum problema na teoria do ou em seu pastor
  6. Tem preferência apenas pelas publicações do seu pastor do que pela própria Palavra de DEUS
  7. Copia (como um papagaio) o modo de falar do seu pastor, utilizando o mesmo linguajar, as mesmas frases, teorias, termos e jargões
  8. Considerar falsos todos os demais pregadores que não seja o seu pastor
  9. Se refere a textos escritos pelo seu pastor como sendo a própria Palavra de DEUS
  10. Não presta mais atenção e não se interessa em nenhum contexto que seja apresentado por qualquer pessoa que não seja o seu pastor
  11. Santifica por conta própria o local das reuniões (templos), a ceia
  12. Choro, pulos e comoções com música gospel
  13. Coloca copos com água em cima da TV para a bênção do pastor
  14. Usa fitinhas coloridas no pulso para confirmar pedidos
  15. A emulação, a competição entre as igrejas instituições, o sentimento que excita ao zelo e a atividade para exceder umas as outras
  16. Necessita apalpar algo (dízimos, ofertas, templos) ou alguém (lideranças eclesiásticas) para ter fé
Vamos parando por aqui, afinal, a lista da idolatria (adultério espiritual) evangélica é enormemente enorme, porquanto, é necessário ser peremptório, ou, terminar a discussão, dando a última palavra, CATEGÓRICO, DECISIVO, DEFINITIVO, TERMINANTE.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[701,875] .

março 23, 2018

CATONGÉLICOS...??!!


Porque, deixando o mandamento de DEUS, lideranças religiosas retêm a tradição das doutrinas das denominações [Marcos 7] fazendo presas suas, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo CRISTO; [Colossenses 2] com fábulas judaicas inseridas ao contexto do evangelho para salvação, aos mandamentos de homens que se desviam da verdade [Tito 1], invalidando assim a Palavra de DEUS por estas tradições que ordenam, e muitas coisas fazem semelhantes a estas [Marcos 7], sendo extremamente zelosos das doutrinas esdruxulas das igrejas instituições, em crendices, sofismas, dogmas.

Não que digo que o problema está nas pessoas que se reúnem na instituição em si, mesmo por que, o problema vai mais além do que o simples fato de se reunir para, uma possível adoração, uma comunhão do que se diz conhecer, do amor ao próximo de dentro.

Mesmo por que, a religião denominada evangélica, também, chamada cristã, tem suas origens no cristianismo, na fundamentação protestante, ou, a reforma do catolicismo luterano, porquanto na idade média, católicos inconformados, tornaram-se os protestantes, e reformaram, deram uma nova roupagem à religião católica [ICAR], e assim, posteriormente se denominando evangélicos;

Portanto, esta é a roupagem dada pela reforma protestante às igrejas instituições evangélicas, mesmo porque, qualquer semelhança será mera coincidência (que na realidade bíblica, é conveniência proposital, uma reformada mais fácil):
  • A ICAR tem padres, as evangélicas pastores, bispos, apóstolos, missionários, lideres eclesiásticos, em ambas, se dizem únicos sacerdotes
  • A ICAR tem fieis, as evangélicas membros
  • A ICAR realiza missas, as evangélicas cultos
  • A ICAR faz missa campal, as evangélicos culto ao ar livre
  • A ICAR apregoa sermão, as evangélicas pregação
  • Na ICAR é eucaristia, nas evangélicas a ceia
  • A ICAR tem hóstia e vinho (para o padre), as evangélicas usam pão francês e suco uva
  • A ICAR cria seus discípulos no catecismo, as evangélicas pela escola dominical
  • Na ICAR tem altar, nas evangélicas púlpitos
  • Os da ICAR idolatram imagens, evangélicos aos pregadores, às denominações, aos templos, as relíquias do Antigo Estamento, as vestimentas
  • Na ICAR se "unge" na água benta, as evangélicas na água ungida
  • A ICAR faz quermesse, as evangélicas festividade
  • Entoam na ICAR os cânticos, evangélicos com seus louvores em músicas
  • Na ICAR há madres, nas evangélicas o grupo de irmãs
  • Os da ICAR vão anunciar na paróquia, os evangélicos no campo
  • Na ICAR se usa batina, os evangélicos terno/gravata
  • Santificaram, ambas, por si mesmas, o altar/púlpito, a eucaristia/ceia e os templos.

E, nestes pormenores, em DETALHES, nas MINÚCIAS, por PARTICULARIDADES, não querem nem mudar a terminologia, antes preferem a semelhança para no caso do êxodo religioso (de católico para evangélico ou vise-versa), os abestalhados continuaram a frequentá-las... tanto na ICAR, como nas evangélicas, por suas teologias da religiosidade, elaboram textos para comemorar o pretexto do natal pagão de 25 de dezembro, da semana santificada, da páscoa achocolatada, tudo fora do contexto da verdade bíblica.

E o que não poderia deixar de ser, ambas as instituições religiosas se corroboram no mesmo ideal, o financiamento de suas estruturas e de seus representantes através de seus tolos, e até intelectualizados frequentadores, em dinheiro, os famigerados dízimos (maasser) e ofertas!!

Mas, mesmo que você não concorde com esta verdade apresentada, DEUS é ESPÍRITO e está procurando adoradores, e importa que quem O adore, adorem em espírito e em verdade [João 4], quer queira ou não, quer seu pastor/padre/guru/chefe/cacique ensine ou não!!

DEUS sempre chamou e chama aos homens, e nos dá coragem e dons para anunciarmos as Suas verdades, nos sobrecarrega de discernimento na verdade de Sua Igreja, que proclamamos as Boas Novas, sem razão e sem lógica eclesiástica, mas pela fé dada aos santos.

Muitos milhares catongélicos se furtam em serem coniventes com a falsa adoração, estão engajados em ser comparsas das mentiras teologias, da religiosidade, e se firmam como guerrilheiros nas fronteiras das instituições religiosas, se dizem ir a "igreja" por que precisam de um prédio de tijolos para como tolos abobados, adorarem aos homens em suas invencionices de uma santidade mórbida de seus templos, se sobrecarregam no vitimismo (como alvo os desigrejados), vivem a falácia ad hominem, atacam e lançam em descrédito aqueles (desigrejados) que tem como objetivo em mostrar que as suas afirmações são verdadeiramente falsas.

Aahhh!! O que são os catongélicos (ou repaginados protestantes)??!!
Ora, são os evangélicos que seguem suas lideranças religiosas que seguem as diretrizes insanas religiosas da ICAR (igreja católica apostólica romana) que profanam a Palavra de DEUS [contida na Bíblia, que eles adulteraram]. 



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[699,510]

março 11, 2018

A vida cristã dos desigrejados


Contexto bíblico Romanos 10 a saber:

"Se com a tua boca confessares ao SENHOR JESUS, e em teu coração creres que DEUS O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo."

Ora, o contexto deste texto bíblico é o suficiente para que nós, desigrejados, temos o pretexto em verdade de colocar as igrejas instituições de lado, mesmo por que, para que você seja membro de lugares religiosos tem que professar uma das teologias denominacionais, a Miscelânea Religiosa de dogmas, sofismas, crendices, argumentos capciosos para enganar, doa a quem doer tem que viver como ditam as normas das instituições, e não conforme nos requer o SENHOR (eu sei muito bem o que é isto, pois quê, vivi dentro de uma instituição religiosa Assembleia de Deus).

A congregação dos desigrejados tem por princípio 1Coríntios 14, fazemos tudo para edificação e não para ajuntar dinheiro, nos reunimos com ordem e decência na adoração, em espírito e em verdade [João 4], onde todos falam, pois cada um de nós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação, e não apenas as meia dúzia de lideranças eclesiásticas que se acham os donos da Palavra e até superiores à DEUS [2Tessalonicenses 2] nos chamados cultos das igrejas instituições.

Acreditamos nos dons que DEUS nos tem agraciado [1Coríntios 12], por isto não precisamos de títulos religiosos [pastor; padre; médium; missionário; bispo; apóstolo; reverendo; patriarca], não gostamos das cadeiras das primeiras filas dos púlpitos, os desigrejados querem é divulgar o evangelho, o que DEUS nos tem ensinado e nos dado não é um cargo religioso, mas o encargo de anunciar o evangelho para o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para "edificação do corpo de CRISTO; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do FILHO de DEUS, a homem perfeito, à medida da estatura completa de CRISTO, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente" [Efésios 4], portanto, você nunca irá encontrar um desigrejado se dizendo "pastor", por que todos somos irmãos em CRISTO.

  • ENSINO, ESTUDOS
As escolas dominicais, o catequismo católico dos evangélicos, são refugo e engodo, artifícios usados para atrair e enganar, um CHAMARIZ para forjar as regras, normas, estatutos, mandamentos e tradições de homens aos membros institucionais [Marcos 7] e não para fazer discípulos de CRISTO, e portanto, são desnecessários, fúteis e inúteis aos desigrejados, porque, persuadirmos agora a homens ou a DEUS? ou procuramos agradar a homens como faz as igrejas instituições? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seríamos servos de CRISTO [Gálatas 1].

Os desigrejados desprezam os ensinamentos institucionais (escolas dominicais, escolas teológicas), por que estes trazem conhecimento superficial do evangelho (faz intelectualizados em teologias), e os desigrejados procuram o entendimento, e este vem pela unção do ESPÍRITO SANTO que ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela nos ensina, assim nELE permanecemos [1João 2].

Por que nas igrejas instituições, falta entendimento e se esbanja conhecimento teológico.

  • CEIA
A "Ceia" do SENHOR é muito mais que um ritual de comer um pedaço de pão francês fabricado por um incrédulo e tomar um copinho de plástico de suco de uvas, como fazem na santificação evangélica replicada da eucaristia católica.

Repartir o corpo do SENHOR é dividir com os menos favorecidos, é repartir o pão, é ajudar ao necessitado, e não fazer (como é feito nas instituições) o que faziam os coríntios que foram admoestados por Paulo [1Coríntios 11]:
"De sorte que, quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do SENHORPorque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia; e assim um tem fome e outro embriaga-se. Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou desprezais a igreja de DEUS, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo."
Se é para ir pela letra, pelo espírito seja feito um pão asmo, pelas mãos de um cristão para que seja repartido entre os presentes, e que o vinho (não é suco) seja repartido em um único cálice por todos, assim é o contexto, e, sem esquecer do ato humilde de JESUS, e cair no lava-pés, se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes [João 13], afinal, não é por que se participa da ceia que será salvo.

  • RESSURREIÇÃO
Os desigrejados esperam à CRISTO, creem na Sua vinda, afinal, "se esperamos em CRISTO só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens" [1Coríntios 15], por que é assim como fazem os evangélicos e católicos que vivem atordoados com o dia de amanhã.



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente; nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[698,160]

fevereiro 26, 2018

As igrejas instituições são um fim profético de DEUS: o caos!!


Tem um monte de vassalos, bastardos religiosos, mandados de lideranças eclesiásticas (pastores) das igrejas instituições, que dia após dia, aparecem para tentar (impossível) denegrir os DESIGREJADOS, afinal, nós, somos o medo dos pastores e lideranças em perderem os dízimos e ofertas milionárias que milhares de tolos enfiam nos cofres e bolsos destes mercenários (igrejas Universal, Internacional, Mundial, Vitória para Cristo, Batistas, Assembleias, blá, blá, blá).

E estes vassalos tolos, papagaios medíocres, sem competência alguma (e aliás, quem os manda também) querem debater conosco, DESIGREJADOS, e o que temos a dizer:

1. Não somos movimento e não temos teses, temos a Palavra de DEUS [Apocalipse 19]
2. CRISTO e os apóstolos não entraram "dentro" do templo de Jerusalém (que não existe mais), eles ficavam nas escadarias, e nos pátios permitidos aos gentios. 
3. Após a ressurreição de CRISTO, Seus discípulos, sempre se reuniam em seus lares, e se encontravam nas escadarias e pátios destinado aos gentios no templo em Jerusalém. 
4. A construção de "templos religiosos" foi ordenança de Constantino
Em 311, passou-se então a existir ostemplos”, agora, chamados de igrejas”, vindo depois após a publicação do Édito de Milão em 313, as edificações a serem patrocinadas pelo Império Romano. [Édito de Milão, março de 313. "Nós, Constantino e Licínio, Imperadores, encontrando-nos em Milão para conferenciar a respeito do bem e da segurança do império, decidimos que, entre tantas coisas benéficas à comunidade, o culto divino deve ser a nossa primeira e principal preocupação. Pareceu-nos justo que todos, os cristãos inclusive, gozem da liberdade de seguir o culto e a religião de sua preferência. Assim qualquer divindade que no céu mora ser-nos-á propícia a nós e a todos nossos súditos. Decretamos, portanto, que não, obstante a existência de anteriores instruções relativas aos cristãos, os que optarem pela religião de Cristo sejam autorizados a abraçá-las sem estorvo ou empecilho, e que ninguém absolutamente os impeça ou moleste...] Um dos primeiros templos (igrejas) da religião do Cristianismo foi construído entre 315-316, onde Eusébio de Cesaréia discursou na inauguração de uma igreja na cidade de Tiro; Constantino, através de sua mãe, Helena, decidiu construir em Jerusalém, a “igreja” do Santo Sepulcro.
5. Os DESIGREJADOS nunca deixaram de se reunir, o que não fazemos é frequentar templos apelidados de 'igrejas'. 
6. Para seguir a CRISTO e estudar a Palavra de DEUS [contida na Bíblia], ninguém precisa (e nunca foi preciso) de templos, precisamos é da unção do ESPÍRITO SANTO [1João 2].
7. Sacerdotes existiam no tempo da lei mosaica (Antiga Aliança) e não no tempo da graça (Nova Aliança) e levitas são da tribo de Levi, apenas israelitas. 
8. Os DESIGREJADOS não possuem títulos religiosos (pastor, bispo, reverência, donos de igrejas), e nunca queremos ter, o que buscamos são os dons que DEUS [1Coríntios 14] nos dá para edificação do corpo, da Igreja. 
9. CRISTO nos ensinou a SER Igreja e não IR a uma igreja, afinal, a Igreja de CRISTO são os professos em Seu nome [Gálatas 2] espalhados pelo mundo, e nunca apenas um grupo de pessoas intituladas por suas denominações religiosas que buscam dinheiro (batistas, assembleianos, wesleyanos, luteranos, blá, blá, blá). 
10. Sim, os DESIGREJADOS são seguidores de CRISTO e não seguidores de instituições religiosas apelidadas de "igrejas" fundadas por homens (Constantino, Edir, Silas, e por aí afora) que desprezamos.

E por final, entendam definitivamente para não serem mais enganados:

1. Hebreus 10.25 que testifica e afirma o NÃO DEIXANDO A VOSSA CONGREGAÇÃO, no original é não deixando vossas reuniões, ou, não deixar de se reunir como Igreja, ou seja, é totalmente diferente de não deixando uma determinada denominação religiosa (templo) como os mercenários ensinaram. 
2. OBEDECEI A VOSSOS PASTORES [Hebreus 13], foi um acréscimo às Escrituras por Jerônimo, para controlar massas, criando o medo do inferno aos quer queriam entender de DEUS e não se sujeitarem aos mandatários religiosos
3. PASTORES está no plural, e é como os DESIGREJADOS anseiam, é um dom que significa ajudador, ou aconselhador, e não título como criado no século III por Constantino.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[696,560]

fevereiro 24, 2018

BUSK BIBLIA: nasceram mané, vivem mané e por assim, morrerão mané!!!


O mundo religioso é um campo minado, existem diversos blogs, sites, que desfilam seus entendimentos quanto a Palavra de DEUS [contida na Bíblia], e por assim dizer, me apareceram uns manés religiosos se dizendo entendidos do assunto, querendo, por que queriam, informações sobre nós, DESIGREJADOS...

 ... e o certo, para nos denegrir!!

Como uma ilusória informação, é assim este religioso BUSK BIBLIA:

Fazem artigos, e conforme vai aparecendo os comentários, eles vão mudando o texto, inclusive, não sabem nem escrever o nome de quem eles criticam... e são apenas "anônimos"(??) que participam em seus comentários e o mesmos editores com sua amiga, Rose, ficam compartilhando para fazer número.

E neste ínterim, sim, desprezamos as igrejas instituições e o BUSK BIBLIA de onde estes manés querem nos criticar!!


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[696,350]
.

fevereiro 15, 2018

Stand-up Comedy‎ Religioso


O Direito e... a psicoterapia e a hipnose e a orientação e a consultoria e o treinamento e os et cetera’s das igrejas instituições, são de dar inveja em qualquer celeuma administrativa de empresas que procuram lucros e dividendos.

E isto é o que nos tem presenteado as religiões, por pergaminhos de Lutero, Calvino & Cia, então, nas últimas décadas, há as aparições de personagens (lideranças eclesiásticas) em habilidades extraordinárias em enganar, que englobam também a psicoterapia e a hipnose, usadas no entretenimento de membros fidedignos, que pagam (dízimos e ofertas) por sermões piadistas.

E o que tem o Direito a ver com isso?
"Desta forma, não obstante a construção doutrinária acerca do conceito de fraude no direito civil, a utilização corriqueira do termo acaba por inviabilizar a criação de definição técnica e precisa do que caracteriza ato fraudulento, de modo que fraude por vezes figura como mero sinônimo de má-fé [Conceito de fraude no Direito Civil].

E nesta singela análise jurídica, chegamos ao que podemos chamar de LUDIBRIAMENTO RELIGIOSO por sujeitos que, conforme ao acima citado, possuem má-fé e apenas querem usar o nome de CRISTO como forma de se enriquecerem às custas de pessoas inexperientes no evangelho, prosélitos, e muitas das vezes, tolos que acham que mercenários são homens de DEUS;

Para tudo isto, desgraçadamente, apareceram os STAND-UP COMEDY RELIGIOSOS que se portam de forma lúdica, para divertir ou dar prazer, porquanto, são aqueles palhações de púlpitos, verdadeiros otários, patéticos em piadas com a Palavra de DEUS [contida na Bíblia];

Tornam assim, as igrejas instituições em verdadeiras brequefestas (festas em que se come muito) religiosas, onde se alimentam do 'profano' travestido em 'santo', heresias disfarçadas em verdade, crendices, tolices, vãs filosofias, sofisma, atitudes perniciosas de lideres com intuito de enganar, troca de dinheiro por bênção (que nunca chega) e quando dizimistas (otários) fieis dizem que são abençoados, em verdade, o SENHOR  nos garante que foi o diabo quem fez a dita 'obra abençoadora', afinal, até diante o FILHO de DEUS, ele afirmou ter poder para dar mundos e fundos [Mateus 4e afirmando categoricamente, as tais lideranças eclesiásticas (se dizem até apóstolos) são falsas, são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de CRISTO, e não é maravilha, porque o próprio satanás se transfigura em anjo de luz, e até os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça [2Coríntios 11].

E em função destes piadeiros religiosos, em causa dos pregadores da teologia da prosperidade, pelos anunciadores de facilidades dadas por DEUS para a vida cotidiana em troca de dízimos e ofertas, pela hipocrisia de pastores e apóstolos e bispos e padres que falam mentiras, existe uma generalizada apostasia [1Timóteo 4nas igrejas instituições, um real e visível abandono da fé em DEUS para fazer do dinheiro um 'mediador' à salvação e ainda, a renegação do sofrimento vicário de CRISTO para fazer dos lideres religiosos, os senhores da verdade absoluta das instituições, das denominações, das congregações religiosas.

E às más línguas que querem dizer que por ser DESIGREJADO, aos seus olhos levianos, sou desviado, digo-vos, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, mesmo por que, quando venho expor das verdades de DEUS, sempre o faço severa e sobriamente, nunca como TODOS estes ministros evangélicos e católicos no STAND-UP COMEDY RELIGIOSO, piadistas, zombeteiros de CRISTO, pois quê, para mim, anunciar o evangelho é uma coisa, e fazer piadas é outra, não há correlação.

Anunciando-vos, o que o próprio e verdadeiro apóstolo de CRISTO, Paulo, sempre asseverou e nunca usou de idiotices em seus ensinos, mas, para nosso entendimento e prontamente propõe:
"se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho [1Coríntios 9]".

Lembrando aos que gostam de ouvir pregações e sermões alegres, divertidos, risonhos, em malignas piadinhas sobre DEUS e Seu FILHO, as preferenciais dos STAND-UP COMEDY RELIGIOSOS que:

O evangelho de CRISTO é cruz [Mateus 16] e não piadas!!



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[692,670]

fevereiro 05, 2018

Desmistificando: matar, roubar e destruir


Contexto bíblico João 10:

"O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; EU vim para que tenham vida, e a tenham com abundância."

Certamente, muitos pelo ensino deturpado por seus lideres e cuspido nos púlpitos, atribuem tal versículo ao diabo, pois, os requisitos tais quais são seu retrato, e o que os membros não entendem, por preguiça e pela facilidade de em engolir qualquer coisa, aceitando de olhos e corações fechados por ignorância cristã, é que JESUS não se referia a ele;

Ora, basta que se faça um detalhado e minucioso estudo do contexto bíblico através do capítulo 10 de João, aqui mencionado, até o versículo 15º, e teremos o entendimento que, nosso SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO não tinha pretensão nenhuma de se referir ao maligno, mas, conforme também o contexto de Mateus 23, foi bater de frente com os ensinos dos religiosos da época, que como hoje, única e exclusivamente apenas só fazem é se beneficiar de seus seguidores e financiadores.

Mesmo por que, como já disse, CRISTO combateu severa e duramente aos lideres religiosos, e advertindo ainda, nos asseverou: "Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores" [Mateus7 ], portanto, o contexto bíblico de João 10.10, em seu texto, tem o pretexto de mostrar às ovelhas do SENHOR daqueles que se aproveitaram e aproveitam com as religiões (e suas doutrinas teológicas, crendices, dogmas, sofismas) em benefício a si próprios, amantes de si mesmos, usurpadores de benesses, do dinheiro, status, requerendo merecimentos e honra.

Não nos esquecendo ainda que, quando se referiu ao diabo, JESUS o nomeou de pai da mentira, enquanto aos lideres religiosos sempre se referiu como lobos roubadores, e ainda, hipócritas, raça de víboras, cães gulosos, ladrões, filhos do diabo e muitas outras.

Porquanto, sem medo de errar, podemos afirmar com base no contexto bíblico que, quem veio para matar, roubar e destruir, são as lideranças eclesiásticas com suas armas de destruição: as igrejas instituições:

  • MATAM as almas dos fieis das denominações religiosas; 
  • ROUBAM do evangelho de CRISTO a Verdade e 
  • DESTROEM o testemunho de cristão com suas práticas mercenárias, levianas e grotescas.

Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[690,775]

janeiro 14, 2018


Paulo não se enalteceu em ser anunciador do evangelho, por que ser diferente??!!


Contexto bíblico 1Coríntios 3:

"Eu plantei, Apolo regou; mas DEUS deu o crescimento.
Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas DEUS, que dá o crescimento.
Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de DEUS;
vós sois lavoura de DEUS e edifício de DEUS.
"


Esta é uma tecla já anunciada por várias vezes, mas, é um assunto que sempre está em alta no meio  dos anunciadores evangélicos;

Estes anunciadores, lideranças eclesiásticas, nas igrejas instituições, almejam e exigem que:
[1] sejam enaltecidos por seus sermões
[2] almejam honra e glória
[3] requerem merecimentos, e quiça
[4] querem receber benesses (benefício ou ganho, normalmente recebido sem muito trabalho ou esforço) financeiras por suas pregações, e
[5] quando se apresentam gostam de exibir uma lista de seus cargos e títulos e realizações.

Mas, como Paulo, compartilhar o entendimento e esclarecimento que se obtêm, através do ESPÍRITO SANTO, do evangelho Sagrado de JESUS CRISTO que contém na Bíblia, é com fim de expor da forma mais simples e eficaz [Mateus 10][Lucas 21], o quanto é importante e essencial para nossas vidas conhecer e seguir os passos de nosso MESTRE, pois é através d'ELE que conhecemos de fato quem é DEUS.

E sabe qual é a melhor parte de tudo isso?

É que para aprendermos sobre CRISTO, não se precisa de homem religioso (liderança eclesiástica) nenhum na face dessa terra e muito menos de uma igreja instituição (instituições religiosas apelidadas de “igrejas”), basta dedicarmos um tempo de nossas vidas para examinar a Sagrada Escritura contida na Bíblia e abrir o nosso coração para DEUS, que nos ensina todas as coisas necessárias através de Seu ESPÍRITO SANTO.

E sim, apenas é o ESPÍRITO SANTO [1João 2][João 14][Lucas 12] quem nos esclarece todas as coisas concernentes a DEUS, igrejas instituições e lideres religiosos usam da artimanha religiosa, crendices, sofisma, dogmas para enganar multidões.

A auto-importância por estar no episcopado, estando num púlpito e de lá fazer pronunciamentos, tem feito nas lideranças eclesiásticas, a soberba em terem uma suposta exclusividade em pronunciar do evangelho (que transliteram ao profano), pobres e miseráveis lideres, como advertiu Paulo, "se é que o ESPÍRITO de DEUS habita em vós" [Romanos 8], e em todas as igrejas instituições não é diferente, é uma regra de que pastores negligenciem aqueles que não possuem um título, aliás, ainda se menosprezam uns aos outros;

Ora, muitos pastores estão querendo colocar outro fundamento à ordenança de CRISTO para os que anunciam o evangelho, fundamento este firmado em que todos se submetam apenas a autoridade sobreposta por obrigação a eles, mas, "ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é JESUS CRISTO" [1Coríntios 3]; sujeitos amantes de si e das primeiras cadeiras de destaques em púlpitos, desfilando títulos religiosos e/ou nomenclaturas eclesiásticas; deleitam em títulos, vislumbram ser algo por causa deste título; nem sequer chamam a outrem de “irmão”, pois, seus títulos são muito aquém como que, sendo eles imortais.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


[689,000]

janeiro 04, 2018


DEUS quis destruir a humanidade... por que sua benevolência??


"benevolência"
1. Disposição benévola do ânimo.
2. Bondade.
3. Afeto.
4. Benignidade.
5. Vontade de fazer bem.

Contexto bíblico Gênesis 6:


"E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.
Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.
E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito."


Pois aí está... DEUS teve em Seu coração destruir tudo... e por que não??
Por Noé?? Jamais, afinal, nosso Salvador é o SENHOR JESUS.

Ora, DEUS CRIADOR é Onipresente, Onipotente, Onipresente, Está em qualquer lugar, Está em qualquer mente, Está aqui e acolá...

... sabendo de tudo quanto iríamos realizar, por que estamos vivos??!!



"benevolência", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/benevol%C3%AAncia [consultado em 04-01-2018].
[688,380]