Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 10.jul.2017, Mateus 5

EU, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bem-dizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; [Lucas 23.34; 6.27-28; Atos 7.60; Romanos 12.14; 1Pedro 3.9; Salmos 7.4]
Para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus;
porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[Lucas 6.35; Atos 14.17; Mateus 5.9; Jó 25.3; Salmos 145.9]
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? [Lucas 6.32-35; Mateus 6.1; 9.10-11; 11.19; 18.17]
E, se saudares unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? [Mateus 5.20; Lucas 6.32; 10.4-5; 1Pedro 2.20]
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso PAI que está nos céus. [Levítico 19.2; Colossenses 1.28; Gênesis 17.1; Deuteronômio 18.13; Lucas 6.36]

[664,370]

abril 27, 2011

Cultos nos lares, a igreja que está em sua casa, a expressão liberta da liturgia religiosa

.
A liturgia, ordem das cerimônias de que se compõe o serviço nas entidades religiosas, como se encontra determinado no ritual eclesiástico, servem de uma postura repetitiva a cada dia...

... sempre o mesmo orador (ou figura religiosa central, o chamado líder espiritual), somente a ele e através dele que se conduz o cerimonial, tudo gira em torno dele, a começar pelo local de destaque na congregação ou reunião entre os demais membros, fica a um degrau mais alto que os demais, e não é fácil chegar lá (os estatutos elaborados pelo fundador e idealizador da instituição religiosa com nome de igreja prevê certos requisitos que impedem aos membros de almejarem o “posto maior”, majoritário).

Porém, nos lares a figura central torna-se tão somente o Espírito Santo, Ele sim, é o líder da Igreja, permitimo-nos em nossas reuniões que todos os presentes tenham a oportunidade da palavra, os cultos de adoração são pelo ensino bíblico, pois, quando nos ajuntamos, cada um de nós tem salmo, tem doutrina, testemunho, enfim, tudo para edificação.

Quando nos reunimos, o fazemos sem a liturgia religiosa de imposições e requisitos eclesiásticos das instituições religiosas e seus dogmas, porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação, assim, somos um só corpo em Cristo, somos membros uns dos outros.

De modo que, tendo diferentes dons, exercemos segundo a graça que nos é dada;

Portanto o Espírito Santo tem sua ação livre e assim, há diversidade de dons, e há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.

Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil; um só e mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.

Portanto, sejamos, pois, pertencentes a Igreja de Cristo, e desigrejados das instituições religiosas que erroneamente muitos chamam de igreja firmados pelo sofisma em uma das maiores mentiras das "igrejas" (templos, denominações) de que Deus somente se manifesta nelas e de que somente através dos "pastores" é que há a operação de milagres, assim Jesus desmente estes religiosos dizendo a todos: "Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai" [João 14]...

... vivamos pela liberdade que Cristo nos comprou na cruz e pela possibilidade do Espírito Santo poder se expressar entre nós.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

_________
.

abril 25, 2011

Procura pela verdadeira Verdade!!

.
Procura-se um relato, uma passagem ou um versículo, bíblicos, apenas um, que discorra sobre os “dízimos” serem entregues (devolvidos, dados, ofertados) em dinheiro e usados para a manutenção das despesas das denominações e para pagamento de salários pastorais (além do sustento de suas proles);

Mesmo porque, a chamada “teologia” é uma invenção da instituição igreja para defender-se da Bíblia...

... assim, assegura-se a todo custo que irão ser bonzinhos, sem que a Bíblia fique muito por perto, usufruem em afastar a Verdade que abala as estruturas do sistema religioso;

Portanto, fingem em ser capazes de entender a Palavra de Deus, porque A conhecem pelos forjados estudos, porém, no instante em que passarem a vivê-la, estarão obrigados a agir em conformidade com a vontade divina!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

_________
.

abril 21, 2011

Não-judeus não têm direito nem propósito em guardar a Páscoa judaica

.
Tornou-se popular que cristãos gentios celebrem o seder judeu.

É verdade que o cordeiro pascal simboliza Cristo, o Cordeiro que Abraão [Gênesis 22.8] disse a Isaque que Deus proveria – mas o mesmo acontece com cada oferta levítica. No entanto, os cristãos não as oferecem mais hoje em dia. Então, por que celebram a Páscoa? Ela comemora o livramento ancestral do Egito, do qual os gentios não têm parte.

Mas a “Última Ceia” não era a Páscoa, e Cristo não deu a Ela um significado novo, dizendo que deveria ser celebrada continuamente até a Sua volta? Um significado novo? Impossível! A refeição da Páscoa, o cordeiro, tem um significado histórico envolvendo uma aliança eterna [Gênesis 17.7; 1Crônicas 16.15-18, etc.] a respeito da Terra Prometida. Esse significado não pode ser mudado.

Aos judeus (não aos gentios) é ordenado guardar a Páscoa para sempre [Êxodo 12.14]. O próprio Cristo não poderia ter dado um novo significado para a Páscoa.

Além do mais, a Última Ceia não era a Páscoa. Ela ocorreu na noite “antes da Festa da Páscoa” [João 13.1] e sem um cordeiro. Na manhã seguinte os judeus ainda estavam se guardando purificados para que pudessem “comer a Páscoa” [João 18.28]. Aquela tarde, quando Cristo estava sobre a cruz, era ainda a “parasceve pascal [preparação da Páscoa]” [João 19.14] – Os cordeiros ainda estavam sendo sacrificados para serem comidos na refeição da Páscoa naquela noite.

Mas Jesus não disse: “Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes do meu sofrimento” [Lucas 22.15]?

Sim, mas “esta Páscoa” não é a mesma com o cordeiro assado guardada somente pelos judeus em memória da libertação do Egito. “Esta Páscoa” foi algo novo inaugurado por Cristo a ser comemorado com pão e vinho (em memória do Seu corpo partido e de Seu sangue derramado) por todos que crêem nEle (judeus e gentios).

Por que, então, Jesus chamou essa nova instituição de Páscoa?

Porque como Israel foi liberto do Egito pela morte de um cordeiro, assim ela comemora a libertação, dos que crêem, do pecado, do mundo pecaminoso e do julgamento por vir, através do verdadeiro “Cordeiro de Deus”: “Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha” [1Coríntios 11.26]. Paulo disse: “Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado” [1Coríntios 5.7]. Este é nosso entendimento, compartilhado com o site "Chamada".


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

_________
.

abril 19, 2011

Sejamos, pois, a Igreja de Cristo, e não daquilo que chamam de igreja

.
Diz-nos a Palavra de Deus, que somos o corpo de Cristo; não necessariamente porque pertence ou frequenta uma denominação evangélica...

Aliás, sem dúvida alguma, temos referência do que seja pertencer ao corpo de Cristo, a Igreja santa, pura, imaculada, pois, assim disse o Messias acerca de Seu corpo: “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai Ele vo-lo conceda” [João 15].

Nós somos ramos enxertados a Videira, e não a raiz de concreto!!

Mas, surgiram os piratas religiosos e formaram suas instituições, forjaram que certo lugar, que chamam de “altar”, ser uma coisa sagrada, e neste êxtase do sagrado, tudo vira “santo”, o púlpito, o prédio; o que na verdade, de nada tem valor para Deus; o homem é que deve ser santo para Deus, nada mais!!

Mas, uma meia dúzia de patéticos religiosos transferiu do Criador não para a criatura, mas, para o inútil, o inanimado...

... para isto, Paulo, o apóstolo dos gentios (eu, você, e não Israel), disse claramente o que vem acontecendo em nosso tempo atual, "não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo.
Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis, porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?
Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais?
"...

... o reflexo bem propício para os frequentadores de "igrejas templos", pois que, dizem, "eu sou da Batista", outro, "eu sou da Assembléia de Deus", outro ainda, "eu sou da Renascer", e blá, blá, blá, e isto sem dúvida alguma [ainda que muitos dirão ao contrário] é fazendo-se distinção entre as instituições que frequentam, porque cada qual quer mostrar que a "sua igreja" é melhor que a outra!!

Em suas apoteóticas reuniões, os religiosos (em especial, da maioria das denominações evangélicas), levantam ofertas, as primícias, para pagamento de salário daquele que seguem, o pastor (e de sua prole), além da luz, água, telefone, internet, e mais uma infindável lista de supérfluos, todos, e para isto, é o que chamam de “igreja”; porém, em suas reuniões, os apóstolos de Cristo (os que são relatados em o Novo Testamento) buscavam ofertas para a ajuda aos menos favorecidos, aos pobres.

Nós, porém, que não frequentamos templos, vislumbramos no evangelho o anúncio da salvação na pessoa de Jesus Cristo e que ele testemunha que a Igreja de Cristo não é de propriedade dos homens, não é uma igreja templo de tijolo;

A Igreja de Cristo transmite e testemunha a mensagem de salvação do evangelho, sem compromisso com estruturas, tradições, dogmas, denominações, porque tem um Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, que se compadece dos que O temem [Salmos 103.13].

Alguns, num erro grotesco, citam que Hebreus 10.25 referir-se-á as instituições religiosas (ou congregações evangélicas), porém, os que professam o nome do Cordeiro sobre a face da terra e não o nome de homens e de placas religiosas, dizem que Hebreus 10.25 associar-se-á para entendimento do que realmente é a razão de ser a congregação a Hebreus 12.23, ou melhor...

... dizendo para não “deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”, sabendo que a “congregação” não é um templo de tijolos, ou igreja evangélica, mas, a Verdade que liberta nos ensina que, a congregação a que se refere o autor de Hebreus é a “universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados”.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

__________
.

abril 17, 2011

Recortes do Apóstolo Paulo e de Camões. Graças a Deus que não é gospel...

.




Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.
É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal,
Não sente inveja ou se envaidece.
O amor é o fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor eu nada seria.
É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder.
É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.
Estou acordado e todos dormem.
Todos dormem. Todos dormem.
Agora vejo em parte,
Mas então veremos face a face.
É só o amor! É só o amor
Que conhece o que é verdade.
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.


.

abril 14, 2011

Não sou contra os templos, antes pelo contrário...

.
Um dos grandes problemas da religião, e a maioria dos evangélicos diz que não é, mas sem dúvida sim, é a questão de a grande maioria dar uma importância exacerbada aos templos, referindo-os como as igrejas;

A igreja de Laodicéia [Apocalipse] é um exemplo de tudo o que o sistema religioso tem promovido ao longo dos tempos; o enriquecimento de estruturas e instituições religiosas, tornando-se famosas, em grande número de membros, poderosas em termos financeiros, porém, como advertiu a sã doutrina, distanciam-se de Deus, se forjam não mais necessitar do SENHOR, como Laodicéia [“Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta”].

Quando buscamos relatos bíblicos que justifiquem a construção de templos, nada iremos encontrar, então é argüido, qual a importância ou necessidade de se construir, investir o dinheiro dos membros igrejados na compra de terrenos, nas construções de enormes ambientes?? Afinal, para quando este povo está esperando a gloriosa vinda de nosso Senhor e Salvador??

Sem delongas, sou mui alegre não tendo um templo para frequentar, e, sou mui feliz e grato em Cristo por permitir em me fazer templo do Espírito Santo! Aleluia!! E isto sem frequentar lugares comuns que os outros erroneamente chamam de “igreja”. Ó Senhor quão maravilhoso é ser desigrejado!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

____________
.

abril 11, 2011

Diante algumas sutilezas para que calemos...

.
A abundância de despreparo em relação a Palavra de Deus, é uma das coisas que mais encontramos com os que querem se justificar diante de Deus; alguns querem que nos calemos diante as muitas discrepâncias ao ensinamento bíblico, em especial quanto as denominações...

Quando falamos da liturgia das instituições religiosas que chamam de igreja; que refutamos pelo respaldo bíblico os ensinamentos denominacionais, alguns querem dizer que estamos julgando, mas, a Palavra de Deus nos dá direito a isto [João 7].

Mesmo porque, o Senhor Deus nos requer, os que têm entendimento da Palavra de Deus que não calemos, mas, que denunciemos os erros, as falsidades, os enganos, seja de quem for, de instituição religiosa, pastor de renome, pastores, denominações, não importa, importa que falemos e denunciemos:

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados” [Isaías 58]. Nota-se que Deus ordena levantar a voz e não calar somente porque alguns que se dizem entendidos querem!!

Muitos têm procurado ao Senhor Deus a cada dia, tomam prazer em saber dos Seus caminhos, como um povo que pratica justiça, e não deixam o direito do seu Deus; perguntam-Lhe pelos direitos da justiça, e têm prazer em se chegarem a Deus, dizendo:

Por que jejuamos nós, e Deus não atenta para isso?
Por que afligimos as nossas almas, e Deus não o sabe?

Eis que no dia em que jejuam acham o próprio contentamento, e requerem todo o seu trabalho, em especial em um tal de jejum de Daniel, que alguns ditos entendidos afirmam de um jejum comendo somente verduras e bebendo água (Deus meu!! Quanto engano neste ensino);

Daniel não jejuou comendo somente verduras e bebendo água, a realidade bíblica nos ensina que o jovem Daniel não queria se contaminar com os manjares do rei (Nabucodonosor) e por isso requereu permissão ao despenseiro que somente lhe dessem legumes e água [Daniel 1].

Assim, para contendas e debates jejuam, e para ferirem com punho iníquo;

Seria este o jejum que Deus escolheu, que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? Chamam a isto jejum e dia aprazível ao SENHOR?

Porventura não é este o jejum que o Senhor Deus escolheu:

- que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo?

Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?

Se assim procederes, sem hipocrisia e falsa religiosidade, então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do SENHOR será a tua retaguarda.

Então clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás, e Ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniqüamente; e se abrir a tua alma ao faminto, e fartar a alma aflita; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.

E o SENHOR te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam.

Se desviar o teu pé da servidão do jugo de homens, de fazer a tua vontade em lugar do Senhor Deus, e chamar o seu desejo de sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e O honrares não seguindo os teus caminhos nem o de homens, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, então te deleitarás no SENHOR, e te fará cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentará com a Sua herança; porque a boca do SENHOR o disse.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

_________
.

abril 08, 2011

Massacre no Rio de Janeiro – Estamos de luto!

.



Infelizmente o homem é o animal mais perigoso que existe!


Apenas uma observação quanto ao gênero humano, o homem...

... qual foi o motivo do dilúvio???

Gênesis 6

E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.
Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.
E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.

Portanto, o homem desde a sua criação é um ser cruel, o qual pesou ao coração de Deus de tê-lo feito, deixemos, porquanto, de nos fazer de bonzinhos!!!


.

abril 06, 2011

Máfia da fé - Dízimo descontado em folha!

Uma rede de lojas de eletrodomésticos de Porto Velho, Rondônia, só contrata funcionários que sejam evangélicos e do salário deles desconta 10% do dízimo para, segundo ela, uma igreja da cidade. A informação é do Estadão do Norte, que não publicou o nome da rede nem o da igreja.

De acordo com trabalhadores ouvidos pelo jornal, as lojas da rede não contratam católicos, e os evangélicos têm de concordar com o desconto do dízimo em folha de pagamento, se quiserem manter o emprego.

Um trabalhador disse que uma das primeiras perguntas feitas na entrevista de contratação é sobre a religião do candidato. “Essa pergunta se tornou frequente nos últimos meses”.

Ele afirmou que, embora tenha bom currículo, deixou de ser contratado em duas lojas por ser católico.

Trabalhadores desempregados confirmaram a denúncia. “Eles [gerentes de loja] nos chamam pelo currículo e na hora da entrevista esquecem a experiência. Eu posso ser melhor que o outro candidato, mas, por ser católico, não consigo emprego”, disse um deles.

Um funcionário de uma loja teria admitido a um candidato que não poderia contratá-lo porque a orientação da rede é para que sejam admitidos somente evangélicos.

Um desempregado afirmou que os empresários evangélicos estão, aos poucos, dominando o comércio de Porto Velho, e ele teme que a discriminação contra os trabalhadores católicos aumente. (Click na imagem, para ler a reportagem)

www.amigodecristo.com
.

abril 02, 2011

O que dizer aos que questionam nossa fé em Cristo para sairmos da ‘instituição com nome de igreja’ ??!!

.
Qual é aquele que vos fará mal, se fordes zelosos do bem?

Mas também, “se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós, tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, fiquem confundidos os que blasfemam do vosso bom porte em Cristo.
Porque melhor é que padeçais fazendo bem (se a vontade de Deus assim o quer), do que fazendo mal
” [1Pedro 3];

E outra vez,

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um” [Colossenses 4].

Por várias vezes, sou questionado do porque em afirmar que sou desigrejado, e assim sempre expresso, e o sou graças a Deus...

... sou pela graça de Deus, livre das instituições religiosas com nome de igreja (ou de seus templos), mas, busco ser fiel a Deus e a Sua bendita Palavra, sempre no Caminho que nos conduz a salvação, nosso Senhor Jesus Cristo, e pela unção [1João 2.27] do Espírito Santo perseverando em pertencer a Igreja de Cristo que não tem paredes, que é sem imposições humanas, firmada na Lei de Deus e não na lei dos homens (Código Civil para associações religiosas). Aleluia!!

(Bem sei que existem algumas instituições religiosas voltadas na simplicidade do evangelho, aliás, quando digo a Igreja de Cristo não estou falando da igreja de Cristo no Brasil fundada em Mossoró).

Portanto, o fato de ser desigrejado, ou por outra maneira de expressar, o de não frequentar uma denominação, refere-se ao fato de que fui contemplado pelas Sagradas Escrituras em entender que ser frequentador de instituições religiosas com nome de igreja não se faz necessário para expor e testemunhar da fé em Cristo Jesus, mesmo porque, o que presenciamos nas instituições religiosas as quais pertencíamos era que nossos atos e liturgia (que não tem respaldo bíblico) eram mais de católicos reformados do que propriamente crentes, havíamos nos tornado evangélicos...

... pois que, este locais, como instituições igrejas, são apenas lugares comuns que reúnem pessoas, como outro qualquer, e quando nos reunimos como a “Igreja” independe do local, pois, a razão de nossas reuniões é estar reunidos em o nome do Senhor Jesus, em número de dois ou três [Mateus 18.20], na praça, na rua, nos lares, nos lugares amplos como nome de igreja ou templo, tanto o faz, João 3.21-24, porém, nossa reunião precisa e somente será em nome do Senhor Jesus para que Ele se faça presente.

A simplicidade do evangelho nos ensina que a Igreja de Cristo não é um prédio, mas, sim, a reunião de todos os que professam o nome do Cordeiro de Deus espalhados sobre a face da terra, reunidos em torno do Senhor Jesus e jamais seremos igreja somente porque se está dentro de um lugar específico que tem um nome sugestivo religioso!!

Quando nossas atitudes são como os de Beréia [Atos 17], somos constrangidos a entender que o apóstolo Paulo só se referia a igreja de formas diferentes das quais estamos acostumados a presenciar no cenário religioso...

... ou seja, escrevia ele, a igreja que estava nas casas dos irmãos e a igreja que estava em certa cidade, e, em momento nenhum Paulo fez referência a qualquer placa, denominação ou templo religioso, mesmo porque, exaustivamente já referenciamos tais práticas (a igreja institucionalizada) como inventadas e aceitas por homens e mulheres;

Em verdade, numa artimanha maligna, os homens forjaram as construções de templos, através de Constantino, 285-337 dC; foi ele quem iniciou a construção dos edifícios eclesiásticos, dando início ao cristianismo adotado pela igreja católica, igrejas evangélicas e tantos outros segmentos religiosos, ou melhor, o sistema religioso como um todo!!

É interessante ainda que, tenhamos em mente a plena consciência que o importante em nossas vidas é ter Jesus Cristo e não ter uma instituição igreja para frequentar, porque quem cura e salva os DOENTES (PECADORES) é Jesus Cristo e não as instituições religiosas que chamam de igreja...

Por fim, saímos da igreja instituição (templos de tijolos), mas, não deixamos de fazer parte da Igreja de Cristo, imaculada, pura, santa, orgânica, que não é subjugada pelos caprichos de homens, a qual Jesus testifica, “sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” [Mateus 16]...


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
__________