Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 04.jul.2018

1Coríntios 1

Rogo-vos porem, irmãos, pelo nome de nosso SENHOR JESU-CHRISTO, que todos faleis huma mesma cousa, e não haja dissenções entre vósoutros: antes estejais conjunctos em hum mesmo sentido, e em hum mesmo parecer.
[Romanos 1.13; 12.1,16; 1Coríntios 1.11; 3.3; 11.18; 2Coríntios 13.9; 13.11; Filipenses 1.27; 1Pedro 5.10]
[versão bíblica Almeida 1850]

[715,360]

julho 04, 2018

DESIGREJADOS, a fratura nas igrejas instituições


Há pastores pesporrentes (lideranças eclesiásticas) exaustivos combatentes em mentir, enganar, iludir ou ludibriar seus seguidores contra aos desigrejados, e, porque??

Por que nós nos desvinculamos, reverberamos em desprezar as igrejas instituições, e este êxodo vem de encontro justamente em função das atitudes destes mesmos pastores, e isto sobremaneira tem causado um roubo nos cofres religiosos, afinal, hoje somos mais de 40MILHÕES de desigrejados espalhados pelo Brasil, quiça no mundo.

Há pastores prosmeiros que dizem querem auxiliar os desigrejados a encontrarem o caminho da verdade, mentira, estes ribaldos estão atrás é de dinheiro!!

Há pastores que combatem os desigrejados por que denunciam estes mesmos pastores e suas igrejas instituições pelos ensinos fraudulentos em denegrir a Palavra do SENHOR com equívocos e idiotices em asneiras, sem contexto bíblico e aproveitando dele, pretensiosos em enganar as pessoas, abarrotados de crendices, dogmas, doutrinas e tradições humanas [Mateus 3], chafurdam em suas teologias dogmáticas e praticam torpezas dentro de templos repletos de tolos ambiciosos em suas barganhas dizimistas.

Há pastores que criticam outros pastores, tem quem chama-os carinhosamente de "criminosos" e até a própria "igreja mãe" (matriz institucional) não é polpada, e afrontam aos desigrejados por fazerem as mesmas denuncias sobres estes escumas religiosos!!


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[715,350]

junho 16, 2018

Ceia do SENHOR, não é comer pãozinho e beber suco de uva!!


Durante em o Seu ministério terreno, JESUS havia deixado bem claro que o pão era o símbolo do Seu corpo, e o vinho, o símbolo do Seu sangue a ser derramado em favor dos homens para remissão dos pecados, pois quê, sem derramamento de sangue não há remissão de pecados conforme a Lei dos holocaustos e sacrifícios para Israel, sendo evidente que, pela lei ninguém será justificado diante de DEUS, porquanto, “CRISTO nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro [Gálatas 3], e por este madeiro asseverou que não veio destruir a lei que requer sacrifícios e holocaustos para remissão dos pecados com derramamento de sangue, mas: “não vim ab-rogar, mas cumprir [Mateus 5].

Contexto bíblico João 6 [Bíblia Almeida 1850]
  • Porque o pão de DEOS he aquELLE, que do ceo desce, e dá vida ao mundo
  • E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; quem vem a MIM, em maneira nenhuma terá fome; e quem crê em MIM, nunca terá sede
  • Eu sou o pão da vida. Vossos pais comerão Manná do deserto, e morrêrão. Este he o pão que desce do ceo, para que o homem dELLE coma, e não morra. EU SOU o pão vivo, que desceo do ceo; se alguem comer deste pão, para sempre ha de viver. E o pão que EU hei de dar, he minha carne
  • JESUS pois lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo, que se não comerdes a carne do FILHO do Homem, e não beberdes Seu sangue, não tereis vida em vó mesmos. Quem come Minha carne, e bebe Meu sangue, tem vida eterna, e EU o resuscitarei no ultimo dia. Porque minha carne verdadeiramente he comida e meu sangue verdadeiramente he bebida. Quem come minha carne, e bebe eu sangue, em num permanece, e EU nelle. Como o PAI vivente ME enviou, e EU vivo pelo PAI; assim quem a MIM ME come, tambem por MIM ha de viver. Este he o pão, que desceo do ceo. Não como vossos pais, que comerão Manná, e morrerão: quem comer este pão, para sempre ha de viver
Entendimento pela Sagrada Escritura

Quem come Minha carne, e bebe Meu sangue, tem vida eterna, e EU o resuscitarei no ultimo dia” quer anunciar o receber a Palavra e se alimentar dEla [COMER SUA CARNE], é aceitar e entender o sacrifício da cruz, o perdão dos pecados e a redenção [BEBER O SEU SANGUE], porquanto, é aceitar o sacrifício do corpo e do sangue de CRISTO para ter a vida eterna.

Mas, quando JESUS assim disse, ELE escandalizou os judeus, pois a lei os proibia de comer sangue de animais [Levítico 7]. A vida estava na carne [Levítico 7], o sangue do animal propiciava os pecados do povo de Israel, restaurando-lhe a comunhão com DEUS, a vida eterna.

O PÃO era uma parábola do seu próprio corpo submetido ao propósito redentor de DEUS [Hebreus 10], e, o Seu SANGUE, derramado na morte, relembrava os ritos expiatórios em no Antigo Testamento (Antiga Aliança), o que foi representado no cálice sobre a mesa, este cálice, dali por diante, era revestido de um novo significado, como um memorial de um novo Êxodo realizado em Jerusalém [Lucas 9].

A contextualização da última “Ceia“ do SENHOR e Seus discípulos, deve ser entendida como um memorial [Lucas 22], um momento em que JESUS ansiava muito em estar com eles [Lucas 22] por que era a Festa dos Pães Asmos, a Páscoa judaica (Pessach, onde é celebrado o dia que DEUS libertou Seu povo Israel do Egito, memorial para que os filhos de Israel jamais se esquecessem que foram escravos no Egito), e por este memorial in “Ceia“, CRISTO simbolizava em Seu corpo e Seu sangue, a libertação da remissão dos pecados, assim como Israel liberto da escravidão do Egito, e jamais deve ser entendido como um ritual religioso.

Conclui-se bem claro que, as pessoas são conduzidas ao erro por falta de conhecimento, deixando-se levarem por crendices, sofismas, de argumentos capciosos para enganar, dogmas em tradições e doutrinas de homens nas imposições das lideranças eclesiásticas nas igrejas instituições, criando condições nas quais a Palavra de DEUS não requer aos membros em participar do ritual da Ceia.

Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[712,900]

junho 01, 2018

A Igreja, primitiva ontem, e para hoje


Torna-se necessário e indispensável, enquanto temos tempo e o tempo urge, por isso temos de tomar tempo numa decisão expondo a diferença abismal entre, a Igreja de CRISTO textualizada pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia], e as igrejas instituições tão difundidas e defendidas pelos tolos dizimistas e manipuladas a bel prazer pelas lideranças eclesiásticas (a imagem ao lado, nada tem a ver em debater política, mas sim, mostrar quem são as lideranças eclesiásticas religiosas que milhares dos supostos cristãos brasileiros tem seguido, cegos e idolatrando).

Por definição do contexto bíblico, a Igreja [ἐκκλησίας (ekklēsias)] é o grupo de pessoas professas em CRISTO reunidas em Seu nome, aqui e acolá, espalhadas pelo mundo, uma assembleia, a congregação de Hebreus 10.25.

Portanto, não se pode denominar (apelidar) um prédio, entre paredes, de igreja, pois, verdadeiramente a reunião é que é a Igreja e não o lugar supostamente santificado em templo, o local onde religiosos confinam seus seguidores para ludibriar, enganar com crendices, sofismas, dogmas, tradições e doutrinas de homens dissolutos, amantes de si mesmos.

A Igreja de CRISTO é a reunião dos filhos de DEUS que acontece em qualquer lugar, assim, quando CRISTO vier buscar a Sua Igreja, virá buscar a congregação de pessoas e não o lugar onde elas estão reunidas.

A Igreja se reúne em qualquer lugar, como a primitiva que se reunia nas casas, nas cavernas, e até em tumbas (neste ínterim por que era perseguida), e assim o devemos fazer, por que CRISTO está onde se reúnem dois ou três em Seu nome[Mateus 18], e como já dito, não por que o lugar é apelidado de "igreja":
  • Paulo quando quis perseguir os crentes foi nas casas, e "Saulo assolava a Igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão" [Atos 8];
  • Paulo fez diversas saudações às Igrejas nas casas, "As Igrejas da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos afetuosamente no Senhor Áquila e Priscila, com a Igreja que está em sua casa" [1Coríntios 16];
  • "Saudai aos irmãos que estão em Laodicéia e a Ninfa e à Igreja que está em sua casa" [Colossenses 4];
  • "Saudai também a Igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em CRISTO" [Romanos 16];
  • "E à nossa amada Áfia, e a Arquipo, nosso camarada, e à Igreja que está em tua casa" [Filemom 1];
  • Pedro quando preso, na casa de Maria a Igreja orava, e, "considerando ele nisto, foi à casa de Maria, mãe de João, que tinha por sobrenome Marcos, onde muitos estavam reunidos e oravam" [Atos 12].
  • Na descida do ESPÍRITO SANTO, Pentecostes, a Igreja estava em uma casa, e "de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados" [Atos 2];
  • Paulo quando vai para Cesaréia, vai para a casa de Filipe, e "no dia seguinte, partindo dali Paulo, e nós que com ele estávamos, chegamos a Cesaréia; e, entrando em casa de Filipe, o evangelista, que era um dos sete, ficamos com ele" [Atos 21];
  • "E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a JESUS CRISTO" [Atos 5].

Em verdade, pelos textos bíblicos, sem pretextos, as reuniões da Igreja sempre foram na época dos apóstolos, NAS CASAS, e quando eles iam no templo era para anunciar o CRISTO aos judeus, visto que eles não aceitaram o SENHOR, lembrando (aos deturpadores da Palavra) que esse templo é judaico e não cristão, e que os apóstolos ficavam nas escadarias e no pátio dos gentios, nunca no interior do templo;

Ainda que haja muitos templos, estes nada mais são que construções inseridas por Constantino para conglomerar a si a reunião de pessoas, para este fim, a ICAR, copiada pelas filhas bastardas evangélicas, também levianamente, inseriram ao contexto religioso, a imposição da, se e somente se, necessidade obrigatória de apenas encontrar à DEUS no interior destes profanos recintos, locais de comércio e barganha religiosa (os quais são relíquias do passado templo de Jerusalém no qual JESUS "tendo entrado no pátio do templo, expulsou todos os que ali estavam comprando e vendendo; também tombou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos comerciantes de pombas" [Mateus 21], pois quê, é a mesma pratica comercial de hoje nos templos batistas, assembleianos, universais, internacionais, mundiais e todas quantas forem as evangélicas), espíritas):
  • "O DEUS que fez o mundo e tudo que nele há, sendo SENHOR do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens" [Atos 17]
  • "Não sabeis vós que sois o templo de DEUS e que o ESPÍRITO de DEUS habita em vós? Se alguém destruir o templo de DEUS, DEUS o destruirá; porque o templo de DEUS, que sois vós, é santo" [1Coríntios 3];
  • "E que consenso tem o templo de DEUS com os ídolos? Porque vós sois o templo do DEUS vivente, como DEUS disse: neles habitarei, e entre eles andarei; e EU serei o Seu DEUS e eles serão o Meu povo" [2Coríntios 6].

A Igreja é uma Família, da qual, bem ajustada e comprometida com os argumentos divinos, unida, são pessoas contempladas a buscar e adorar a DEUS, em espírito e em verdade, partindo a pão entre si, compartilhando de suas dádivas com os menos favorecidos; estas têm DEUS, DEUS está presente em seus corações.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[711,075]

maio 22, 2018

A Igreja de CRISTO... assim vivem os desigrejados


Eu quero ser uma Igreja diferente.

A Igreja que eu quero ser não tem hora de culto, o culto nem é uma cerimônia.
A Igreja que eu quero ser cultua em todo tempo porque cultua com a vida, vivendo.

A Igreja que eu quero ser não é de parede e teto, ela é feita por mim e por você.
É feita de gente, e gente imperfeita.
Gente que erra, gente que falha, gente que tropeça.
É feita de gente que ama e que ama ser amado.
Gente que sorri mas que também chora.
Gente que sofre com as mazelas do mundo.

A Igreja que eu quero ser é uma Igreja que se importa com a fome, com o sofrimento.
A Igreja que eu quero ser sente a fome do faminto, sente a sede do sedento, sente o frio do desabrigado, sente a dor do doente.

A Igreja que eu quero ser mostra o caminho da salvação, mas não tem os direitos da via nem cobra o pedágio da ponte.
A Igreja que eu quero ser ilumina a estrada como um farol, para que todos possam passar pela ponte, e a ponte é JESUS.

A Igreja que eu quero ser não tem nome, não tem placa nem mesmo uma sede, não é uma igreja instituição.
Ela está em mim e está em você.
Quem a governa é DEUS e o seu credo não está decorado.
A base dessa Igreja é o amor, o amor não fingido.

Nessa Igreja não tem banco, nem mesmo liturgia.
Nessa Igreja você não precisa baixar a cabeça pra falar com DEUS.
Ali você deve ficar de olhos bem abertos ao ouvir a voz de DEUS, pois ELE te manda olhar para o lado, te manda ver o teu irmão.
Nessa Igreja pouco importa a duração do culto, pois o culto dura o tempo todo.
Importa mesmo é que você seja essa Igreja.

Você não precisa de roupa certa para vir nessa Igreja.
Não importa o que você tem pintado na sua pele, nem mesmo importa a sua pele.
Nessa Igreja todos somos Igreja.
Também não há cargos, não há lideranças eclesiásticas ou obrigações nessa Igreja, você não é obrigado a nada.

Eu quero ser essa Igreja, a Igreja de CRISTO.

Assim vivem os desigrejados...


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

Corroborando com Mentes Bereanas
(imagem, Revista CASAeJARDIM)

[709,265]

maio 02, 2018

Tornar o evangelho atrativo para os jovens??!!


Contexto bíblico Apocalipse 22:

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, DEUS fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro".

As igrejas instituições, por suas lideranças eclesiásticas, fomentam o pragmatismo, a corrente de ideias que prega que a validade de uma doutrina é determinada pelo seu bom êxito prático, e assim, estão abarrotando seus templos de membros interesseiros, apregoam à "quantidade" de pessoas neles inseridas como sendo suas propostas religiosos (crendices, sofismas, dogmas, doutrinas e tradições dos homens, suas teologias denominacionais) a mais atrativas.

Aliás, é por este pragmatismo, que as lideranças eclesiásticas, através de insanos pregadores vem acrescentando uma mensagem ao evangelho para se tornar mais atrativo pr'os jovens; por vez, então, estão negligenciando a Palavra de DEUS [contida na Bíblia], confessam abertamente que o sofrimento vicário de CRISTO JESUS não é suficiente;

Estes insanos pregadores adaptam uma inseminação religiosa, um ritual musical (gospel de péssima qualidade), para de forma emocional sem razão, firmada na carne, dizem trazer os jovens ao CRISTO, criando entretenimentos, uma exposição fula, comprometem a simplicidade do evangelho por que querem "encher" seus galpões de jovens e se vangloriarem disto.

Ora, se os jovem precisam de algo, de textos bíblicos com pretextos foram de contextos, para se achegar até CRISTO que não seja pelo poder de DEUS aos que creem, pela simplicidade do anuncio do evangelho, deixem que se vão, o evangelho não é poder para se tomar à força, mas com amor não fingido.

DEUS nunca disse que seria fácil chegar até ELE, não existe atalhos ao evangelho de CRISTO, o ESPÍRITO SANTO convence a todos (velhos, jovens) do pecado; não existe um evangelho adocicado aos jovens, o anuncio de DEUS não precisa de aprovação ou adaptação, só há um Caminho:
  • CRISTO, através de Seu evangelho irretratável, que não é passível de ser anulado, revogado ou alterado.

Enfim, o contexto da Palavra de DEUS nos tem exaustivamente exposto que, para com o SENHOR, mesmo que tendo a Igreja de CRISTO, Seus seguidores, como a areia que está na praia[Gênesis 22], a DEUS importa qualidade (santidade), e não quantidade.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[706,080]

abril 11, 2018

A (oculta) idolatria evangélica



Podemos constatar a idolatria evangélica quando:
  1. Adota um que a si próprio se faz profeta como um tipo de "mentor incontestável" e começa a segui-lo diariamente
  2. Quando tem dúvidas busca sempre as respostas nas considerações do seu pastor (liderança eclesiástica), e, não na Palavra de DEUS [contida na Bíblia]
  3. Quando está em um debate bíblico, não tem opinião própria nem uma epiqueia (interpretação razoável) e, sempre responde colando textos do seu pastor prosmeiro, que tem lábia
  4. Considera o seu pastor um ser infalível, incontestável, irrefutável e incapaz de cometer qualquer erro
  5. Fica muito irritada quando alguém encontra algum problema na teoria do ou em seu pastor
  6. Tem preferência apenas pelas publicações do seu pastor do que pela própria Palavra de DEUS
  7. Copia (como um papagaio) o modo de falar do seu pastor, utilizando o mesmo linguajar, as mesmas frases, teorias, termos e jargões
  8. Considerar falsos todos os demais pregadores que não seja o seu pastor
  9. Se refere a textos escritos pelo seu pastor como sendo a própria Palavra de DEUS
  10. Não presta mais atenção e não se interessa em nenhum contexto que seja apresentado por qualquer pessoa que não seja o seu pastor
  11. Santifica por conta própria o local das reuniões (templos), a ceia
  12. Choro, pulos e comoções com música gospel
  13. Coloca copos com água em cima da TV para a bênção do pastor
  14. Usa fitinhas coloridas no pulso para confirmar pedidos
  15. A emulação, a competição entre as igrejas instituições, o sentimento que excita ao zelo e a atividade para exceder umas as outras
  16. Necessita apalpar algo (dízimos, ofertas, templos) ou alguém (lideranças eclesiásticas) para ter fé
Vamos parando por aqui, afinal, a lista da idolatria (adultério espiritual) evangélica é enormemente enorme, porquanto, é necessário ser peremptório, ou, terminar a discussão, dando a última palavra, CATEGÓRICO, DECISIVO, DEFINITIVO, TERMINANTE.


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

[701,875] .