Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[676,340]

dezembro 09, 2008

Quem é maior na igreja: membro ou pastor ??

...
Com certeza, muitos irão dizer: - O pastor da igreja, claro!

Mas, infalivelmente, não é esta a resposta certa, pois, nenhum dos dois tem que estar a um patamar acima do outro.

No caso do pastor, as Sagradas Escrituras afirmam que este, deveria estar abaixo das ovelhas, mas, na prática, não é bem assim que o modelo eclesiástico moderno atribui, o pastor é a posição máxima da denominação, ele é o líder! Infeliz engano!

Aliás, alguém quando deparou com esta pergunta, examinou primeiro a Bíblia, para depois responder?

Então! Examinemos as Sagradas Escrituras!

No texto bíblico em Mateus, capítulo 18, dos versículos 1 a 14, nossos amados irmãos, discípulos de Jesus, indagaram ao Mestre acerca da mesma questão, entretanto, em proporções celestiais, por assim dizer: “Quem é o maior no Reino dos céus?

E, nosso Amado Senhor e Salvador, Jesus Cristo, chamando uma criança, assim asseverou:

Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.” (vs. 3,4)

Mas, mesmo assim, continuam a afirmar que o pastor é o maior na denominação, pois, ele tem mais experiência, está cheio de canudos acadêmicos, tem cursos e seminários de teologias, credencial pastoral! Outro infeliz engano!

Voltemos às Sagradas Escrituras!

Aquele que deseja o episcopado, excelente obra deseja, entretanto, deve governar “bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?)”, notemos que, nos é muito bem esclarecido: “terá cuidado da igreja de Deus”, cuidar não é ser o maior!

E outra vez, nos esclarece as Sagradas Escrituras, desta feita, em 1Pedro 5:

“1 Aos presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar:
2 Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto;
3 Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho.”

Muitos irão dizer que generalizo, que na “sua” igreja o “seu” pastor é uma bênção, homem de Deus, piedoso, amoroso, mas, que recebe todo mês o seu salárinho! E onde fica o versículo 2 de 1Pedro5, “voluntariamente”?

Portanto, o maior na denominação haverá de ser o mais humilde, não importa que esteja no banco ou no púlpito, obreiro ou membro, faxineiro ou pastor, precisa-se urgentemente ao “povo que se diz de Deus”, cada dia mais, examinar as Sagradas Escrituras, ou não sabeis vós que o povo de Deus padece por falta de conhecimento (Oséias 4.6)??
...

16 comentários:

Cíntia Mara disse...

Muito bom o seu post.

Sei que Deus não vê ninguém como "maior" que o outro pelo cargo que ocupa. Ele sonda os nossos corações e quando chegarmos à glória, Ele mesmo dará as coroas a cada um de nós, pois é o único que conhece perfeitamente as nossas obras e a motivação dos nossos corações.

james disse...

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, irmã Cíntia Mara.

Cremos que Deus conhece todos os nossos pensamentos e corações, mas, na verdade, milhares e milhares ainda não perceberam este nosso Deus Todo-Poderoso, e, andam atrás de qualquer pastor, achando que estes são homens de Deus e, que na verdade, são lobos...

Deus abençoe por sua amável visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.

Agnaldo Gomes disse...

Infelizmente hoje, vivemos a época dos "pop stars".
Infelizmente até no meio evangélico.
Agnaldo
Desperta Igreja!

PS:Comentários no Desperta Igreja! Corrigido.
Obrigado pelo contato.

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, amado irmão Agnaldo Gomes.

Em verdade, muitos estão se apoderando de denominações somente ao seu bel prazer, como escada de sucesso material...

Deus o abençoe por sua rica visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.

Luiz Fernando disse...

A PAZ meu irmão,


Muitos procuram cargos importantes.
Precisamos ser um bom samaritano, idependente de cargos ou ocupações dentro de uma igreja.
(Lucas 10.29-37)


Que DEUS o abençoe.

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, amado irmão Luiz Fernando.

Esta é uma realidade, as denominações viraram "cabide de emprego" para colarinhos brancos, intelectuais e acadêmicos, mas os humildes ainda existem, que buscam ao Senhor em espírito e em verdade, independente de onde é que estejam...

Deus abençoe pela vossa rica presença ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.

Talita Cristina M.Santos disse...

Querido mais novo amigo e desde sempre irmão em Cristyo
fico feliz pelo seu comentário e a cada dia vibro em saber que existem adoradores de excelencia espalhados por esse nosso Brasil....
Paz querido!!!!
Vamos propagar o reino dos ceus e as demais coisas nos serão acrescentadas...

james disse...

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, amada irmã Talita.

Em verdade, esta é a nossa grande missão, pregar o evangelho da Paz, ir...

Deus abençoe a amada ricamente, e por sua amável visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.

Marlene Maravilha disse...

Vou dizer como Joao Batista: "que Ele cresca e eu diminua"!
Nada a acrescentar no texto meu querido irmao. É Palavra pura, e nao obedece quem nao quer.
Muito bom! Deus te abencoe!
abracos.

james disse...

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, irmã Marlene Maravilha.

Com certeza, amada irmã, a obediência à Palavra de Deus é o princípio da sabedoria.

Deus a abençoe e aos seus ricamente, e por sua rica visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.

Sapao disse...

Gente, creio que falta separar o joio do trigo. O contexto de "voluntariamente" é de servir à igreja de forma voluntária e não obrigada, forçada. Existem pastores que recebem salário, tem boas condições de vida e são tão comprometidos quanto os que pouco recebem. Creio que o viés deste artigo está mais para uma revolta do que uma discussão racional

james disse...

Sapao,

É sempre a mesma história, quando querem defender o que não é óbvio biblicamente falando, dizem que não é uma discussão racional...

Pelo que entendo, precisamos primeiro aprender um pouco sobre o que é ser "voluntário"!

No Dicionário da Bíblia de Almeida, o termo significa "dado por vontade própria", bem como, no Dicionário prof. Francisco da Silveira Bueno, o adjetivo "voluntário", significa: Que procede espontaneamente; derivado da vontade própria"...

Portanto, como afirma o Sagrado texto bíblico, aquele que deseja o episcopado, ou seja, os pastores, devem fazê-lo espontaneamente, ou num melhor português, TRABALHAR POR AMOR A OBRA DE DEUS E NÃO POR SALÁRIOS...

Mas, obrigado por sua participação, e continuarei a desmascarar estes homens avarentos que estas a defender, pois a Bíblia por inúmeras vezes nos alerta sobre estes.

James.

Sapao disse...

James, deixa eu entender um ponto, que pode estar mal-esclarecido para mim: Você acha que pastor não deve receber salário? Se for isso, não concordo nem um pouco com você. Afinal, como ele vai sobreviver?
Agora, se o que você quer dizer que um pastor deve aceitar a missão por amor à obra e não pelo salário oferecido, daí concordo com você plenamente.
Gostaria de saber sobre o seu pastor, o que você pensa dele. Qual igreja você freqüenta? O que diferencia seu pastor destes que você descreveu acima?

james disse...

Sapao,

Sou biblicamente contra pastores receberem salário das igrejas, afinal igreja não é cabide de emprego, aliás, a própria Justiça do Trabalho não reconhece que o pastor deva receber salário, veja o que diz o juiz Ives Gandra Martins Filho: “O vínculo que une o pastor a sua igreja é de natureza religiosa e vocacional, relacionado a resposta a uma chamada interior e não ao intuito de percepção de remuneração terrena. A subordinação existente é de índole eclesiástica, e não empregatícia, e a retribuição percebida diz respeito exclusivamente ao necessário para a manutenção do religioso”, ou seja, manutenção é o básico, e, não o que presenciamos, altos salários, aviões, carros importados, casas luxuosas, requinte de astros...

Interessante é quando você afirma: “Afinal, como ele vai sobreviver?”, ou está defendendo em causa própria, ou não se alertou ainda no que diz as Sagradas Escrituras, “Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago...?” (Marcos 6.3), notou que até o próprio Senhor Jesus tinha um ofício??

É um absurdo que muitos queiram receber dinheiro (salário) em nome do sangue que Jesus Cristo derramou na cruz do Calvário, por nossos pecados, mais absurdo ainda, é saber que existem muitos para apoiá-los...

Mas, se lhe agrada manter seu pastor com dinheiro em forma de salário, através de dízimos e ofertas, com certeza, cada qual, iremos prestar contas ante o Tribunal de Cristo, “De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.” (Romanos 14.12).

Aliás, na prego placa de denominação, mas se lhe agrada, sou oriundo da Assembléia de Deus...

Novamente, obrigado por sua participação.
James.

Sapao disse...

1 - Também não concordo com abusos. Não faz sentido um pastor ter um haras, por exemplo, ou investir na bolsa
2 - Sobre a citação Mc 6, 3: não sou pastor, não defendo em causa própria, defendo a Verdade. Esse trecho que você citou apenas diz que Jesus era carpinteiro e não diz que pastor não pode receber salário, ter trabalho secular
3 - Existem pastores que recbem pouco e não são servos, existem pastores que recebem muito e são servos e vice-versa. Ou seja, o foco é ele ser servo. Quero anexar o comentário de um amigo meu, bastante sábio, que ao meu ver, fez uma análise mais correta que a sua:

"na igreja não deve existir a preocupação de querer ser o maior....
Foi pra coibir isso q Jesus disse - quem quer ser o maior que seja o servo
Mt:23:11: O maior dentre vós será vosso servo.

Ser servo nada tem haver com receber ou não salários.
É questão de atitude.
Já conheci gente q recebia sálário e não era servo, conheci gente q recebia e era servo, gente q não recebia e não era servo, etc...

A própria Bíblia ensina que o obreiro é digno de salário.
Sei q alguns pastores abusam, mas algumas pessoas costumam ignorar q pastores tbm tem necessidades materiais.
Acho q depende do chamado de Deus essa questão.
Eu mesmo creio que um dia pastorearei de tempo integral.

Por fim, creio que líder cristão é sinônimo de ser servo.
Em muitas igrejas não é isso q vemos, mas é o que a Bíblia ensina."

Uma coisa é a realidade, e outra é o que a Bíblia ensina. Sempre devemos priorizar a Bíblia independente da situação. Me parece que pelo fato de você estar indignado com os abusos (eu também estou), você quer tornar incorreto algo que a Bíblia diz que é correto (que é o fato de obreiro receber salário). É uma pena ver tal legalismo e zelo na fé, você acaba generalizando e tornando maus os pastores que são bons, só pelo fato de eles receberem salário

4 - Você acha absurdo pastor receber salário em nome do sangue de Jesus mas nós também temos trabalhos seculares e também recebemos salários e também em nome do sangue de Jesus, pois se não fosse Ele, estaríamos mortos!

5 - Você citou Rm 14, 12 quanto ao fato de prestar contas. E inclusive o pastor corrupto vai prestar contas. Uma coisa é o pastor ganhar alto salário e outra coisa é ser corrupto. No segundo caso, se eu sei que ele é corrupto e ainda contribuo, daí o cristão realmente está compactuando. Já no primeiro caso, não creio que Deus condenaria ninguém por isso

6 - Você disse que freqüenta a Assembléia de Deus. Como funciona a remuneração de seu pastor lá?

james disse...

Sapao,

Nosso blog, transmite textos com base nos relatos bíblicos ao que presenciamos nas denominações, nos exageros eclesiásticos, nos exageros dos que se dizem evangélicos, ...

Sobre seu amigo, leitor do "perfil não disponível" um quase anônimo, assim afirma: "pessoas costumam ignorar q pastores tbm tem necessidades materiais. Acho q depende do chamado de Deus essa questão. Eu mesmo creio que um dia pastorearei de tempo integral.", é um texto realmente de muita qualidade (???), quando se trata de escrever em defesa de seus próprios interesses, pois este mesmo sábio, afirma da necessidade material, êta sabedoria mundana!!!!

Nossos textos com certeza irão sempre na contramão dos interessados em usufruir da Bíblia em proveito próprio...

A Bíblia jamais da direito a receber salários:

"Ficai na mesma casa, comendo e bebendo, do que eles tiverem, pois digno é o obreiro do seu salário." (Lucas 10.7)

"Curai os enfermos, expulsai os demônios, ressuscitai os mortos; de graça recebeste, de graça daí; não possuais ouro, nem prata, no vosso cinto, nem alforje, nem duas túnicas, porque digno é o operário do seu alimento." (Mateus 10.8-10)

"Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga, pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o Evangelho de Deus; Procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado." (1Tessalonicenses 2.9; 4.11)

Por fim, você mistura a verdade: "Você acha absurdo pastor receber salário em nome do sangue de Jesus mas nós também temos trabalhos seculares e também recebemos salários e também em nome do sangue de Jesus, pois se não fosse Ele, estaríamos mortos!"

Quem conhece a verdade e não vive, e tem trabalho secular, está morto! Aliás, muitos incrédulos tem seus trabalhos seculares...

O Santo sangue que Jesus derramou na cruz do Calvário, foi para nos purificar de nossos pecados, "... Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue..."