Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[676,340]

dezembro 28, 2008

Desafio Cristão 2


...
Nosso amado irmão Paulo (“Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo Seu corpo, que é a Igreja” – Colossenses 1.24), em inspiração divina, escreveu diversas epístolas que, nos é a condução da verdadeira postura do crente, da verdadeira Igreja do Deus vivo, daqueles que vêem e crêem em Cristo Jesus como seu único e suficiente Salvador, o Sacrifício perfeito e definitivo...

E, precisamente às epístolas de Timóteo e Tito, além de outros requisitos, aos que almejam o episcopado (pastorado, presbitério, bispado...), o apóstolo dos gentios (nós!), assim afirma:

- 1Timóteo 3.2 “... marido de uma mulher...”

- Tito 1.6 “... marido de uma mulher...”

Diante esta exposição, questionamos: Qual a finalidade a que levou Paulo a apontar este requisito??
...

12 comentários:

Roberto Soares disse...

Creio que a finalidade era que os bispos dessem o exemplo de como era o ideal de Deus para o casamento, a monogamia.

Embora pudessem haver na igreja pessoas com mais de uma mulher, os bispos deveriam ter uma só.

www.robertosoares.com

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, Roberto Soares.

A monogamia à luz das Sagradas Escrituras não nos traz dúvidas, Deus deu uma esposa a Adão, não mais que uma. "Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne" (Gênesis 2.24). O homem quebrou este padrão de monogamia mais tarde, para seu próprio pesar como para o de Deus. No Novo Testamento Deus claramente afirmou seu plano para o casamento, em passagens tais como Mateus 19.5. Sob a nova aliança - o Novo Testamento - com maior luz e com o Espírito Santo habitando seu povo, Deus proíbe terminantemente a prática de se ter mais de uma esposa.

Com referência ao requisito, “... marido de uma mulher...”, temos o entendimento de ser uma das razões pela qual o homem é quem deva ser pastor, presbítero ou bispo, não a mulher, bem como, sendo o homem o cabeça da família, reforça o episcopado masculino quando afirma, 1Timóteo 3.4,5 “... que governe bem a sua própria casa... (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?)”.

Fraternalmente.
James.

Roberto Soares disse...

Não creio que o texto esteja dizendo que é o homem e não a mulher quem deve ter essa função, só acho que está dizendo que seja quem for, convém que viva numa relação monogâmica.

Creio que como na época eram mais homens que exerciam essa função, então ele fala de homens, mas não exclui as mulheres, já que em outro verso ele diz que no Senhor não há macho nem fêmea:

"Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus." (Gálatas 3 : 28)

www.robertosoares.com

james disse...

Roberto Soares,

‘seja quem for, convém que viva numa relação monogâmica’?????

A Palavra de Deus diz: “... MARIDO de uma mulher...”, então é incabível se dizer ‘seja quem for’, é primordial que seja um HOMEM! Pois, na Lei moral de Deus, à mulher é abominável ser MULHER de uma mulher...

Crer que na época eram mais homens, não é um fundamento sério para se defender que as mulheres não sejam excluídas de episcopado...

Aliás, Gálatas 3.28, não serve de parâmetro para se definir o episcopado, neste capítulo Paulo discorre sobre a lei e a fé, pois não importa quem quer que seja, SOMOS TODOS UM EM CRISTO...

Interessante é deixar 1Timóteo 3.4,5 “... que governe bem a sua própria casa... (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?)”, para usar um versículo isolado no intuito de justificar às mulheres serem pastoras, presbíteras ou bispas...

James.

Amor Sem Limite disse...

Olá James, que no ano de 2009 seja repleto de alegrias e abençoado pelo Senhor.

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmã Márcia.

Amém!

A fé que nos faz "transportar" montes é o vínculo que nos traz a paz em Jesus Cristo nosso Salvador, e esta é a alegria que nos abençoa o Senhor.

Fraternalmente.
James.

Roberto Soares disse...

Estou dizendo que ele disse que devia ser marido de uma mulher porque estava falando de homens(no contexto da época), mas que poderia sim, ser uma mulher esposa de um só marido hoje.

E sobre versos isolados, também acho que dizer que esse verso prova que bispo tem de ser homem é isolar ele do verso por mim citado, pois o meu relativiza o seu e diversos outros usados para o mesmo fim.

Sobre na época serem mais homens, acho que é óbvio para qualquer um que na época nem todas as mulheres tinham instrução, ao contrário de hoje que a mulher tem condição de trabalhar em qualquer área que use a cabeça(ou quase).

james disse...

Roberto Soares,

Contexto da época????

Interessante, como facilmente mudas o contexto de um versículo bíblico:

De: “... marido de uma mulher...”
Para: “... mulher de um marido...”, fácil quando se escreve, o impossível é ter respaldo bíblico...

“Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente”, portanto, não há que se dizer sobre o contexto da época, pois a igreja é a mesma, e deve ter necessariamente homens (“Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos” – Efésios 5.23,24), assim sendo, conforme mandamento do Senhor, o homem (marido) sendo a cabeça da família deverá governá-la, e ser apto, zeloso a cuidar da igreja de Deus...

E, sobre a relativização de versículos, estes devem estar em seus contextos para que seja completo o entendimento da Palavra de Deus, e, jamais utilizados para aqui ou acolá, através de remanejamento ao que nos bem convier...

Por fim, não há entendimento que seja uma questão de saber ou não usar a cabeça, que se tenha mais instrução ou não, o importante é estar de acordo com a Palavra de Deus! Pois, o que mais presenciamos na grande maioria dos que estão à frente das igrejas atuais (todos em sua maioria acadêmicos e cursados em teologia), utilizam-se disto para se locupletar das ovelhas...

James.

Roberto Soares disse...

Contexto historico não pode mas contexto do capítulo pode?

Jesus é o mesmo mas os homens mudam sim.

Ou na sua igreja mulheres ainda tem de usar o véu?(1 coríntios 11)

Sobre o contexto do meu verso, não creio que ele fique limitado por isso.

Afinal se diante de Deus não há macho nem fêmea porque o bispo(que serve diante de Deus, certo?) não poderia ser uma mulher?

A letra mata, o espírito que vivifica.

www.robertosoares.com

james disse...

Roberto Soares,

Realmente a letra mata, principalmente quando misturada com contexto histórico da humanidade e em particular interpretação...

James.

Editor disse...

Jesus te Ama!

james disse...

Amém!

Jesus nos ama!

Glória a Deus por isso!