novembro 16, 2008

Conhecendo a Bíblia – 28ª parte - Joel

...
JOEL

Dia do Senhor


O nome Joel significa, literalmente, “Jeová é Deus”. Este é um nome muito comum em Israel, e Joel, o profeta, é especificado como o filho de Petuel. Nada é conhecido a respeito dele ou das circunstâncias de sua vida. Provavelmente que ele tenha vivido em Judá e profetizado em Jerusalém, provavelmente, no mesmo tempo de Amós em Israel. Os castigos de Deus pedem submissão do Seu povo a Ele. Tudo o que Deus faz acontecer na terra, prepara-a para o futuro Dia do Senhor.

Não há como datar o livro com absoluta certeza. Há referências tanto em Amós como em Isaías, que também estão em Joel, comparar Amós 1.2 com Joel 3.16 e Isaías 13.6 com Joel 1.15. É opinião ser Joel, um dos mais antigos dos profetas menores.

Além do mais, a adoração a Deus, a qual o sumo sacerdote Joiada restaurou durante o reinado de Joás (2Reis 11; 2Crônicas 23.16), é suposta por Joel. Portanto muitos sustentam que Joel profetizou durante os primeiros trinta anos do reinado de Joás (835-796 aC), quando Joiada era o conselheiro do rei. Isso colocaria o ministério de Joel por volta de 835-805 aC.

Joel profetizou numa época de grande devastação de toda a terra de Judá. Uma enorme praga de locustas (variedade de gafanhoto) havia despido a zona rural de toda a vegetação, destruiu até as pastagens tanto das ovelhas como do gado, até mesmo tirou a casca das árvores de figo. Em apenas algumas horas, o que tinha sido uma terra bonita, verdejante, havia se tornado um lugar de desolação e destruição. Descrições contemporâneas do poder destrutivo dos enxames de locustas confirmam a descrição de Joel acerca da praga. A praga das locustas acerca do que Joel escreveu era maior que qualquer um jamais havia visto. Toda a safra foi perdida, e as sementes da safra para o plantio seguinte também foram destruídas. A fome e a seca se apoderaram de toda a terra. Tanto o povo como os animais estavam morrendo. Ela foi tão profunda e desastrosa, que Joel viu uma explicação: era o julgamento de Deus.

O Livro de Joel está naturalmente dividido em duas seções:

A primeira (1.1-2.27) trata do presente julgamento de Deus, um chamado ao arrependimento e a promessa de restauração.

A segunda seção (2.28-3.21) explica que essa praga, horrível como ela pode ser, não é nada comparada ao julgamento de Deus que está a caminho. Este era um tempo em que não somente Judá, mas também todas as nações do mundo serão chamadas diante de Deus.

Todavia, nós não podemos deixar de notar a mais notável seção desta curta profecia. Através do Espírito Santo, Joel olha centenas de anos à frente, para um tempo em que Deus irá derramar o seu Espírito “sobre toda a carne” (2.28). Isso será um prelúdio da devastação e julgamento do Dia do Senhor. Será um tempo em que todos os crentes sentirão a habitação do Espírito Santo e irão formar uma comunidade profética na terra. Será um tempo em que a profecia virá de jovens e velhos, de igual modo; quando tanto homens como mulheres irão profetizar. A salvação não será apenas a inigualável bênção sobre Judá. Será um tempo em que “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (2.32)

Joel é notável em suas referências ao Espírito Santo. Foi obviamente o Espírito Santo que inspirou o profeta a ver a mão do Senhor em tudo o que está acontecendo e ser capaz de saltar em direção ao terrível Dia do Senhor.

Mas a passagem mais admirada em Joel é 2.28-32. Ali, o profeta vê um tempo futuro, “depois”, quando o Espírito de Deus for derramado "sobre toda a carne". Jovens e velhos, de igual modo, tanto homens como mulheres, irão experimentar esse derramamento, comprovadamente este futuro próximo, ao derramamento do Espírito Santo encontra-se em Atos 2, aliás, passagem esta, onde alguns, "tentam" justificar um suposto revestimento exclusivo a uma pequena minoria.
...

Um comentário:

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão .

Seja bem vindo à nossa Comunidade “Adoradores em casas”, é motivo de muita alegria sua presença neste humilde espaço, faremos nossa união em Cristo crescer cada vez mais, pois, somente o Senhor Jesus Cristo é quem nos uni em Amor Fraternal...

Nossa Comunidade se prima pelo fato de não propagar teologias, doutrinas, tendências, congregações, bandeiras religiosas, mas na pregação do evangelho de paz de nosso Senhor Jesus Cristo, e na união de todos aqueles que desejam adorar ao Senhor em espírito e em verdade.

Sejam consolados nossos corações, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, revestimo-nos de amor, que é o vínculo da perfeição.

Que Deus nos abençoe nesta rica caminhada, e que os desígnios do Senhor nos mostrem como sermos verdadeiros adoradores, independente de quatro paredes, mas nas tábuas de nossos corações...

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.

Jesus, o maior Amor Comunidade "Adoradores em Casas"...
..
.