Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.jun.2017, Hebreus 4

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, JESUS, FILHO de DEUS, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
[Hebreus 6.20; 1.2-3; 8.1; 9.24; 10.12]
Porque não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
[2Coríntios 5.21; João 8.46; Hebreus 7.26; 2.17-18]
Cheguemos pois com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
[Efésios 3.12; Filipenses 4.6-7; Êxodo 25.17-22; Levítico 16.2; 1Crônicas 28.11]

[659,985]

outubro 26, 2008

A multidão, O seguiu!

...
E, quando se aproximou dos discípulos, viu ao redor deles grande multidão, e alguns escribas que disputavam com eles.” (Marcos 9.14)

Muitos são os relatos de multidões que acompanhavam Jesus em sua peregrinação na terra de Israel, das quais podemos notar várias e significativas divergências de comportamento e de suas necessidades quanto ao Senhor dos milagres, sinais e prodígios.

Destes relatos, podemos distinguir alguns, Marcos 2.4, Lucas 9.11, 18.31, João 11.42, e mais uma série de outras passagens bíblicas que relatam sobre estas multidões que seguiam a Cristo.

Uma multidão que nos dará exemplo de tudo quanto podemos afirmar sobre aqueles que dizem seguir e suas expectativas de receberem as maravilhas Jesus, seria o afirmado por Paulo na primeira epístola aos Coríntios, capítulo 15, quando relata sobre os discípulos e pela multidão que havia sido testemunha da ressurreição de Jesus Cristo, versículo 6 “... foi visto, uma vez, por mais de quinhentos...", porém, não obstante serem testemunha, estes mais de quinhentos, do poder supremo do Deus Todo-Poderoso na ressurreição de Jesus, Seu Filho Amado, posteriormente, encontramos o relato de somente quase cento e vinte discípulos que se encontravam juntos a Pedro (Atos 15.15)...

Muito significativas estas passagens, pois, mais de quinhentos puderam contemplar o Senhor Jesus sendo elevado às alturas, e recebido em uma nuvem, sendo ocultado aos seus olhos (Atos 1.9), e, depois a multidão de discípulos era somente de quase cento e vinte, os quais permaneceram fiéis ao mandamento do Senhor, Lucas 24.49 “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.”

Estas multidões também não são diferentes nos dias atuais, como por exemplo, recentemente através de nosso blog, realizamos uma enquete já encerrada, da qual participaram um universo de 326 internautas, sobre o seguinte questionamento:

O Que Você Mais Deseja do SENHOR?


E, conforme nos testifica as Sagradas Escrituras, tivemos os resultados relevantes aos ocorridos nos tempos em que o Senhor Jesus realizava o Seu ministério terreno, qual sejam:

PAZ ............................ 67 votos – 20%
PROSPERIDADE ...... 20 votos – 06%
AMOR......................... 97 votos – 29%
REDENÇÃO ............. 74 votos – 22%
HUMILDADE .......... 68 votos – 20%


Podemos notar através desta simples pesquisa que, grande é a multidão que se diz seguir a Jesus Cristo, como nos tempos primórdios, e hoje, lotando templos, esta multidão chamada de ‘evangélicos’, podemos ver algumas semelhanças dos que se dizem seguir a Cristo no decorrer dos anos, milhares e milhares seguem a Cristo para serem servidos por nosso Amado Redentor, em busca de seus benefícios e bênçãos, jamais para servi-Lo, assim, para estes, afirma Paulo: “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” (1Coríntios 15.9), sem nunca deixarmos de afirmar que, são grandes os responsáveis por esta massa de contingente evangélico com suas pregações de auto exaltação, prosperidade material, repreensão as enfermidades, enfim, os evangélicos jamais poderão ficar doentes e pobres.

Sigamos, pois a Jesus Cristo, como verdadeiros discípulos, com um coração voltado à caridade, à humildade, sendo pobre, mas enriquecendo a muitos, sempre nos lembrando que seguir a Cristo carregando a nossa cruz não é tão simples como muitos afirmam ser, atitude esta que podemos confrontar em Marcos, capítulo 14, versículos 27 a 31, onde Pedro e os demais discípulos achavam ser fortes, na véspera da prisão de Jesus:

E disse-lhes Jesus: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas se dispersarão. Mas, depois que eu houver ressuscitado, irei adiante de vós para a Galiléia. E disse-lhe Pedro: Ainda que todos se escandalizem, nunca, porém, eu. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás. Mas ele disse com mais veemência: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo nenhum te negarei. E da mesma maneira diziam todos também.
...

Nenhum comentário: