Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[628,570]

outubro 27, 2008

Jesus não desistiu de você!

...
Na noite em que se preparava para ser sacrifício, o peso dos nossos pecados estava sobre ele, fazendo-o suar sangue e, as suas forças eram geradas pela esperança de um dia te ver limpo.

Quando o traidor o beijou com beijos de traição, ele sonhou, com seus beijos de adoração sendo substituídos por aquele que era amargo e frio.

Quando os sacerdotes o julgavam sem culpa nenhuma, deixou-se ser humilhado, para que um dia ele pudesse ser o teu advogado entre os teus acusadores.

Quando os açoites rasgavam a sua pele imediatamente as dores eram substituídas pela visão de que um dia você seria sarado.

A coroa que rasgou sua pele, era um sinal de que um dia, você abandonaria a sua coroa, ou melhor, a sua vida para segui-lo.

As vestes quando eram arrancadas, quando o seu sangue já seco com o tecido, gerando novas aberturas e, vazamento de sangue, era para mostrar que ele nunca te deixaria faltar nada.

A sua crucificação e, a sua morte, era para te dar vida, para que um dia você pudesse estar perto dele, e ele poder te abraçar e, dizer que valeu a pena tudo, que se possível faria outra vez.

Postado por Ilusão Studio!
http://ilusaostudio.blogspot.com/
.

Nenhum comentário: