Leitura bíblica: 30.ago.2014

"E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam dELE.
E disse-lhes:
Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas DEUS conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante DEUS é abominação.
A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de DEUS, e todo o homem emprega força para entrar nele.
E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.
Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também.
"
[ Lucas 16 ]


"A lei e os profetas"
1 Referência para todo o Antigo Testamento.;
2 Lucas indica que o ministério de João sinalizou o grande ponto da passagem da história da redenção, todos estão pressionando para ele;
3 Uma declaração difícil de interpretar; afinal, JESUS está estimulando Seus seguidores ao descrever o zelo necessário para entrar no reino de DEUS.

Em textos neste site, poucas vezes há menção de números de versículos, na maioria, são expostos livros e capítulos bíblicos;
porquanto, o uso da Palavra de DEUS [contida na Bíblia] e a meditação nos contextos bíblicos citados, trarão um mesmo entendimento pela unção do ESPÍRITO SANTO [1João 2]!!

janeiro 20, 2011

Malaquias 3.10, sustentáculo do engodo (ou farsa) dizimista evangélico e dos religiosos!!!

.
Alguém já parou para meditar realmente o que diz o contexto deste famoso versículo de Malaquias... usado em especial, pelos evangélicos e/ou por religiosos???

Qual evangélico já parou para buscar entendimento e conhecimento da vida deste profeta de Deus, aliás, não importa quem seja ou foi Malaquias, o que importa é o que vocês, evangélicos, querem receber por dar “dízimos”, não é??

São algumas perguntas que, aos evangélicos (ou aqueles que buscam prosperidade) parecem não ter importância, mas, em fundamental, perante as Sagradas Escrituras, permitem que, aos que buscam a Deus em espírito e em verdade, não se confundem com os demais, que se dizem, mas que são frequentadores de templos religiosos e barganhadores...

Malaquias é o tom de ironia evangélico, comparando com a situação atual, encontramos pastores (ou aqueles que desfilam títulos) tosquiando as ovelhas, e, também arrancam o “couro”, menosprezam, pensam que eles são “donos” do rebanho!!!

Infelizmente, muitos crêem na tolice de entregar “dízimos” em qualquer lugar que chamam de "igreja", que seria o correspondente moderno da "Casa do Tesouro"?? Eita ignorância bíblica!!

A Igreja somos nós, e não é necessário dinheiro para nos manter, precisamos sim, é de Cristo para existir!!

Quanto a Malaquias 3.10, é necessário que os financiadores entendam:

- A tal “Casa do tesouro” não era o templo, era um depósito onde se guardavam provisões (provisões não é dinheiro) para os órfãos , viúvas e estrangeiros, e levitas que estivessem de serviço, em turnos;

- Deus nos levantou para repreender aos sacerdotes... “como nos tempos de hoje”, os sacerdotes (ou pastores, bispos e blá, blá, blá) estão retendo os dízimos e não os repassam aos pobres e necessitados...

... aliás, como os sacerdotes do tempo de Malaquias estavam roubando os “dízimos”, os levitas tinham que voltar para suas casas, pois, não tinham como sobreviver; em nosso tempo presente, os “pastores” estão roubando tudo e falando mentiras ao povo que se acha de Deus!!!

Por fim, conclui-se pela Palavra de Deus que os sacerdotes (em Malaquias 3.10) é que estavam roubando a Deus, e os "sacerdotes" (pastores, bispos, apóstolos) modernos transferem esse peso para o povo sob risco de maldição.

Portanto, não seja o tolo da vez, feche a mão para Malaquias 3.10!!!!

Se você acha que estou errado, então releia o contexto de Malaquias 3, ore a Deus buscando entendimento (como fez Daniel), e após, pregue a Verdade que liberta!!!

Deus os abençoe e aos seus ricamente.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
__________

8 comentários:

Missionário Luiz disse...

DEFINIÇÃO DE DÍZIMOS E OFERTAS.
A palavra hebraica para "dízimo"é
(ma'aser) significa literalmente "a Décima Parte".
Na lei de Deus, os israelitas tinham a obrigação de entregar a décima parte das crias dos animais domésticos, dos produtos da terra e de outras rendas como reconhecimento e gratidão pelas bençãos divinas; leia Levítico 27.30,32; Números 18.21,26; Deuteronômio 14.22,29 que diz: OBS: Vou citar somente o versículo 29: Então, virá o levita(pois nem parte nem herança tem comigo), e o estrangeiro, e orfão, e a viúva, que estão dentro das portas, e comerão, e fartar-se ão, para que o SENHOR, teu Deus, te abençoe em toda a obra das tuas mãos, que fizeres.
No livro de Números 18.21. diz: E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo seu ministério que exercem, o ministério da tenda da congregação.
O Dízimo era usado primeiramente para cobrir as despesas do culto e o sutento dos sacerdotes. Deus considerava o seu povo responsável pelo manejo dos recursos que Ele lhes dera na terra prometida; leia Mateus 25.15; Lucas 19.13. No âmago do Dízimo, achava-se a idéia de que Deus é o dono de tudo leia Êxodo 19.5; Salmos 24.1; 50.10,12; Ageu.2,28. Sendo assim, ninguém possui nada que não haja recebido originalmente do SENHOR leia Jó 1.21; João 3.27; I Coríntios 4.7.
Além dos Dízimos, os israelitas eram instruidos a trazer mumerosas oferendas ao Senhor, principalmente na forma de sacrifícios; Levítico descreve várias oferendas rituias: O holocausto; leia Levítico 1; 6.8,13, a oferta de manjares; Levítico 2; 6.14,23, a oferta pacífica; Levítico 3; 7.11,21, a oferta pelo pecado; Levítico 4.1; 5.13; 6.24,30, e a oferta pela culpa; Levítico 5.14; 6.7; 7.1,10.
Além das ofertas precritas, os israelitas podiam apresentar outras ofertas voluntárias ao Senhor; algumas destas eram repetidas em tempos determinados; leia Lv 22.18,23; Nm 15.3; Dt 12.6,17, ao passo que outras eram ocasionais. Quando, por exemplo, os israeletas empreenderam a construção do Tabernáculo no monte Sinai, trouxeram liberalmente sua oferendas para a fabricação da tenda e de seus móveis; leia Êxodo 35.20,29. Ficaram tão entusiasmados com o empreendimento, que Moisés teve de ordenar-lhes que cecessasssem as oferendas; leia Êxodo 36.3,7. Nos tempos de Joás, Joiada fez um cofre para os israelitas laçarem as ofertas voluntárias a fim de custear os concertos do templo, e todos contibuíram com generosidade; leia 2 Reis 12.9,10. Semelhantemente, nos tempos de Ezequias, o povo contribuiu generosamente às obras da recontrução do templo; leia
2 Crônicas 31.5,19.
Concluindo:
Houve ocasiões na história do AT em que o povo de DEus reteve egoisticamente o dinheiro, não repassando os Dízimos e ofertas regulares ao Senhor. Durante a reconstrução do segundo templo, os judeus pareciam mais interessados na construção de suas propriedades, por causa dos lucros imediatos que lhes trariam, do que nos raparos da Casa de DEus que se achava em ruínas. Por causa disto, alertou-lhes Ageu, muitos deles estavam sofrendo reveses financeiros; leia Ageu 1.3,6. Coisa semelhante acontecia nos tempos do Profeta Malaquias e, mais uma vez, DEus castigou seu povo por se recurar a trazer-lhe o Dízimo; leia Malaquias 3.9,12.
No AT, o Dízimo era calculado em uma décima parte. Dar menos que isto era desobediência a DEus. Aliás equivalia a roubá-lo; leia Malaquias 3.8,10. Semelhantemente, o NT requer que nossas contribuições sejam propocinoais àquilo que DEus nos tem dado; leia I Coríntios 16.2; 2 Coríntios 8.3,12; 2 Coríntios 8.2. Nosa contribuições devem ser voluntárias e generosas, pois assim é ensinado tanto no AT quanto no NT; leia Êxodo 25.1,2; 2 Crônicas 24.8,11; 2 Coríntios 8.1,5,11,12, não devemos em contribuir de modo sacrificial; leia 2 Coríntios 8.3. Pois foi com tal espírito que o Senhor Jesus entregou-se por nós; leia 2 Coríntios 8.9. Para DEus, o sacrifício envolvido é muito mis importante do que o valor monetário da dádiva; ler Lucas 21.1,4. Nossas contribuições devem ser dadas com alegria; leia 2 Coríntios 9.7.

ONG: Tomai e cuidaI! "Eu vim para salvar o mundo e não para condená-lo". Jo 3,17 disse...

A idéia do dízimo é em resumo a contribuição para que o templo de Deus seja preservado e todos os seus frequentadores alcancem o bem maior: vida plena, justiça, paz.

Se entendermos, como fica claro na última página da Bíblia, que o templo é a terra, então falta-nos descobrir como fazer isto. Basta fazer o que primeiro Jesus Cristo fez, depois seus discípulos, depois os primeiros cristãos (Lc 14,33 e as coisas se resolvem.

ONG: Tomai e cuidaI! "Eu vim para salvar o mundo e não para condená-lo". Jo 3,17 disse...

Muito bom seu comentário sobre o dízimo.
A idéia do dízimo é em resumo a contribuição para que o templo de Deus seja preservado e todos os seus frequentadores alcancem o bem maior: vida plena, justiça, paz.

Se entendermos, como fica claro na última página da Bíblia, que o templo é a terra, então falta-nos descobrir como fazer isto. Basta fazer o que primeiro Jesus Cristo fez, depois seus discípulos, depois os primeiros cristãos (Lc 14,33 e as coisas se resolvem.

Wagner Lemos disse...

Para variar mais um excelente texto.
Bom,creio que essa palavra é bem clara e claro não é pregada dessa forma pelos pastores porque os rendimentos dele dependem disso!

Oferte com amor, seja 1%, 30% ou 100%. Façam com amor como orienta Paulo.

Missionário Barbosa disse...

Irmão James, graça e paz de Jesus Cristo de Nazaré.
" PARA AS IGREJA FÍSICAS! TEM FEITO O CUIDADO DOS POBRES E NECESSTITADOS?"
Neste mundo, onde há tanto ricos quanto pobres, frequentemente os que têm abastança material e financeira tiram proveito dos que nada têm, explorando-os para que os seus lucros aumentem continuamente, vejam em Salmos 10.2,9,10; Isáias 3.14,15; Jeremias 2.34; Amós 2.6,7; 5.12,13; Tiago 2.6.
"A RESPONSABILIDADE DO CRISTÃO NEOTESTAMENTÁRIO DIANTE DOS POBRES E NECESSITADOS".
No Novo Testamento, DEUS também ordena a seu povo que evidencie profunda solicitude pelos pobres e necessitados, especialmente pelos domésticos na fé. Boa parte do ministério de Jesus Cristo foi dedicado aos pobres e desprivilegiados na sociedade judaica. Dos oprimidos, necessitados, samaritanos, leprosos e viúvas, orfãos, ninguém mais se importava a não ser Jesus Cristo. Jesus condenava durante os que se apegavam às possessões terrenas, e desconsideravam os pobres, vejam Lucas 4.18,19; 21.1,4; 17.11,19; João 4.1,42; Mateus 8.2,4; Lucas 17.11,19; 7.11,15; 20.45,47; Marcos 10.17,25; Lucas 6.24,25; 12.16,20; 16.13,15,19,31.
FINALIZANDO: Jesus espera que seu povo contribua generosamente com os necessitados; vejam em Mateus 6.1,4. Jesus próprio praticava o que ensinava, pois levava uma bolsa da qual tirava dinheiro para dar aos pobres, vejam João 12.5,6; 13.29. As contribuições não eram consideradas apcionais. Uma das exigências de Jesus para entrar no seu reino eterno, a principal é pregar o evangelho original de salvação a toda a criatura que dá à vida eterna; e também mostrar-se generoso para com os irmãos e irmãs que passam fome e sede, e acham-se nus, vejam Mateus 25.31,46. Nota que uns dos alvos do apóstolo Paulo de sua terceira viagem missionária foi coletar dinheiro "para pobres dentre os santos que estão em Jerusalém, vejam Romanos 15.26. Ensinava as igrejas na Galácia e em Corinto a contribuir para essa causa, vejam I Coríntios 16.1,4.
O apóstolo Paulo tinha grande estima o ato de contribuir. Na epístola aos Romanos, ele arrola, como dom do Espírito Santo, a capacidade de se contribuir com generosidade às necessidades da obra de DEUS e de seu povo, vejam Romanos 12.8; I Timóteo 6.17,19.
A igreja primitiva estabeleceu uma comunidade que se importava com o próximo, que repartia suas posses a fim de suprir as necessidades uns dos outros, vejam Atos 2.44,45; 4.34,37.
O apóstolo Paulo declara explicitamente qual deve ser o princípio da comunidade cristã:
" Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé, vejam Gálatas 6.10. DEUS quer que os que têm em abundância compartilhem com os que nada têm para que haja igualdade entre o seu povo, vejam 2 Coríntios 8.14,15; Efésios 4.28; Tito 3.14.

Cristal de uma mulher disse...

Amigo,hoje em dia devolver o dízimo,parte do que Deus nos dá é um tanto insatisfatório. Nós sabemos que muitos missionarios onde pelejam pela eterna obra de Jesus nunca recebe nenhum tipo de benefício destas igrejas. Sabemos que por AMOR a obra missionaria muitos sacrificam até sua vida . Sou testemunho vivo desta crueldade dentro da Igreja onde o Amor deveria ser honrado para os mais necessitados. Se pede um bocado de pão e outras necessidades como remedios e nada lhes dão.
Os pastores estão cada dia mais ricos,usam o que Deus empresta de graça e vendem seus dões por riquezas.
Claro que isto não é para todos pois ainda acredito no amor no coração de poucos.
Eu particurlamente já não entrego o que Deus me dar e sim busco um pobre para vestílo e dar de comer.
Se estou em pecado que Deus possa ter missericordia de mim ,mais a igreja já não dizimo.

Muito grata por a oportunidade de falar o que penso e da verdade de jesus Cristo.

http://missoesparaomundodehoje.blogspot.com/

Missionário Claudio disse...

Irmão James, Paz e graça seja com o irmão e todos os seus famíliares.
Também a todo povo de Deus fíéis espahados nesta terra.
Meu irmão não aguento tanta hipócrisia de pastores na hora do povo entregar os dízimos nas igrejas físicas que se tornaram Babilônias!
É um cartel meu irmão; onde a fala é a mesma e todos os ilustres pastores ditadores! Falam o mesmo: Agora chegou a melhor hora do culto onde vamos entregar com alegria os nosso dízimos e nossos ofertas, vamos devolver o que Deus nos deu. Deus não precisa de dinheiro de ninguém , quem precisa é, os necessitados ,as viúvas, os orfãos.
Meu irmão James, sou pastor formado em Bacharel em Teológia, mas hoje estou num campo missionário, onde hoje vejo que a Teológia que os homens me ensinaram não funcionam nada em um campo missionário.
Aqui não tem esta de técnica e esbolso e mordomia e etc para falar de Jesus não!
Aqui no campo, em países onde o evangelho é totalmente proíbido, vc não pode nem pronunciar o nome de Jesus.
Só através da Palavra revelada do Espírito Santo que nós dá a sabedoria e abre as portas ande não têm, é que conseguimos pregar o evangelho, mesmo assim pagando um preso, algumas prisões, torturas,etc tudo isto, por apenas falar que Jesus Cristo é o Único Caminho a Verdade e a Vida que leva o homem pecador arrependido à Vida Eterna.
Ficar atrás de um púlpito pedindo dinheiro, e contando "istorinhas", é muito fácil meu irmão!
Agora, sobre este depoimento que é pura Verdade desta sra que escreveu acima, "Verdade pura Verdade", eu sempre vejo e acompanho.
Os missionários são totalmente esquecido pelas igrejas que lhes enviam, e passam necessidades grandes mesmo! Mas Jesus Cristo sempre manda alguém para cobrir as necessidades dos missionários, que vivem sob ilusão de promessas falsas de sutentos de igrejas, que não são cumpridas pelas suas intidades corruptas.
Eu não preciso de ajuda financeira de igrejas para fazer a obra maravilhosa que Deus me deu, a missão aos perdidos "o IDE".
Pois, tenho sustento próprio, e vou e ajudo e dou quase todo meu salário para meus amigos guerreiros que muitas vezes não Têem o que comer e beber e vestir.
Nós, os missionários amamos a obra de Deus e principalmente as almas perdidas, os necessitados, viúvas, orfãos onde a Palavra Santa e Verdadeira é semeada.
Os missionários com mais poder aquisitivo sacia as necessidades dos pobres, com comida, roupas, mesmos, os que têem muitos apenas com seu sustento também deixa o pouco que têm e contribui. tudo por amor amor a Jesus Cristo e a seu próximo.
Isto é o Verdadeiro Evangelho.
Finalizando meu irmão James, se estes ditadores barrigudos com excelente Vida de Mordomia, "pastores" vierem em lugares que o evangelho é totalmente proíbido de ser falado, eles veram o que é ser um Verdadeiro servo de Deus, onde depararão frente a frente com Satanás; onde verão o clamor Verdadeiro das almas de um ser humano que vive acorrentados em regime de escravidão espíritual pedindo socorro.
" IDE E PREGAI O EVANGELHO ASSIM DISSE JESUS CRISTO" É UMA ORDEM!
"SEM MAIS COMENTÁRIOS, DEIXA JESUS CRISTO FAZER A OBRA, PORQUE A OBRA É SANTA!

Lú disse...

Irmão James, Paz de Jesus Cristo seja com o irmão.
Meu irmão, não dá para ficar recebendo tanta falcidade destas igrejas físicas, e ficar calado!
Em Malaquias 3.10 diz: Trazei todos os dízimos à casa do tesouro.
Mas o interessante que eles mesmos não estão cumprindo o que diz o versículo " trazei a casa" ! Trazei! mas sabendo que o sentido deste versículo é outro!
Pois os boletins da Igreja Batista Getsemani em BH, fala o seguinte:
ATENÇÃO!
Você pode depositar seus dízimos e ofertas nas contas da Igreja Batista Getsêmani e colocar, "caso queira", o comprovante de depósito no gazofilácio. Colocar caso queira!
Então, se é para trazer, como depósitar, quem quizer, levar até a Igreja! O negôcio é entrar o dinheiro e ponto final.
As coisas estão ficando moderno na Igreja, para facilitar e não perder tempo, os seus fiéis têm outra opção: Já podem passar seus cartões de debíto automático na maquina de debíto da igreja "e se quizer levar no altar".
Antigamente falavam assim: Se vc não aceitou a Jesus e não é membro da Igreja, não entregue seus dízimos. Hoje isto não se fala mais, por quê?
É de pensar o que disto heim? Só dinheiro e mais nada! Avareza o mamom em primeiro lugar.
Fariseus! sempre Fariseus!
Sem mais a comentar no momento!