Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 06.ago.2017, João 6

Disse-lhes pois JESUS: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu;
mas Meu PAI vos dá o verdadeiro pão do céu.
[Êxodo 16.4,8; Salmos 78.23; João 1.9; 6.33,35]
Porque o pão de DEUS é aquELE que desce do céu e dá vida ao mundo.
Porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[João 6.50; 1João 1.1-2]
Disseram-lhe pois: SENHOR, dá-nos sempre desse pão.[João 4.15; Salmos 4.6]
E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; aquele que vem a MIM não terá fome;
e quem crê em MIM nunca terá sede.
[Mateus 11.28; João 5.40; 6.41; Apocalipse 7.16; Isaías 49.10; 55.1-3]

[669,530]

outubro 19, 2009

A impenitência dos homens. A justiça de Deus.

.
Portanto, é inescusável quando se julga quem quer que seja, porque se condena a si mesmo naquilo em que julgas a outro; pois, quem julga, faz o mesmo.

Entretanto, como servos (inúteis) de Deus, deve-se julgar fazendo um juízo crítico quanto aos atos dos homens segundo a Palavra de Deus, permeando assim que, “Não julgueis segundo a aparência; mas julgai segundo a reta justiça” [João 7].

Sabendo que esse julgamento não é para se condenar a outrem, mas para se prevalecer a verdade do evangelho de paz, que é o anúncio da salvação na pessoa de Cristo.

E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem. E julgar os que fazem tais coisas, cuida que, fazendo-as, escapa ao juízo de Deus?

Ou se despreza as riquezas da Sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus leva ao arrependimento?

Mas, segundo a dureza e coração impenitente, entesoura ira para si no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus;

O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber:

- A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção; Mas,

- a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes a verdade e obedientes a iniquidade; tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal;

Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem;

Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas” [Romanos 2].

Porque, quando os que não têm a lei do antigo pacto divino, fazem naturalmente as coisas que são da lei (dízimos, guarda do sábado, exigências religiosas), não tendo eles lei, para si mesmos são lei.

Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os; no dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o evangelho de Cristo.

.
________________________

4 comentários:

Jenny disse...

Hola, pasaba para deajarte un saludo
y desearte una linda semana.
Dios tebendiga.

Alessandra Peres disse...

Oi!
Vi que você esteve em meu blog e se tornou seguidor.
Isso me deixa muito feliz, obrigado!
Gostei muito do seu blog e já estou te seguindo.
Parabéns pelos seus posts.
Abraço.

james disse...

.


La gracia y la paz que debe multiplicarse,


querida hermana Jenny .


Dios te bendiga por su visita noble a mi humilde blog.


Abrazos fraternales.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
Comunidade "Blogueiros Cristãos"

...
..
.

james disse...

.

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, Alessandra Peres.


Deus a abençoe e aos seus ricamente, por sua amável visita ao nosso humilde espaço e por nos dar a honra de ser nossa seguidora.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


Fraternalmente.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Blogueiros Cristãos"
Comunidade "Adoradores em Casas"


...
..
.