Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 10.jul.2017, Mateus 5

EU, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bem-dizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; [Lucas 23.34; 6.27-28; Atos 7.60; Romanos 12.14; 1Pedro 3.9; Salmos 7.4]
Para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus;
porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[Lucas 6.35; Atos 14.17; Mateus 5.9; Jó 25.3; Salmos 145.9]
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? [Lucas 6.32-35; Mateus 6.1; 9.10-11; 11.19; 18.17]
E, se saudares unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? [Mateus 5.20; Lucas 6.32; 10.4-5; 1Pedro 2.20]
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso PAI que está nos céus. [Levítico 19.2; Colossenses 1.28; Gênesis 17.1; Deuteronômio 18.13; Lucas 6.36]

[664,370]

maio 23, 2009

TODO DIZIMISTA DEVE GUARDAR A LEI MOSAICA!!!

.
Como a pregação dos que se baseiam na contribuição dos dízimos, é na referência de Malaquias (na vigência do antigo pacto de Deus para com Israel), existe, por conseguinte, a obrigatoriedade de se praticar toda a Lei dada por Moisés ao povo, pois, correr-se-á o risco de ser amaldiçoado, e não somente por deixar de dar dízimos:

Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las” (Gálatas 3).

E o que são obras da lei?

A Lei Mosaica é composta por umas 600 disposições, ordens e proibições (Dízimos; Guarda do sábado; Circuncisão; Animais puros e impuros; Bordas das vestes; Holocausto ou sacrifícios de animais; Purificação...).

A Lei fez de Israel algo especial, transformando-o em parâmetro para todos os outros povos. A Bíblia exprime essa verdade da seguinte maneira, “Porque tu és povo santo ao Senhor, teu Deus; o Senhor, teu Deus, te escolheu, para que lhe fosses o seu povo próprio, de todos os povos que há sobre a terra” (Deuteronômio 7).

Por consequência, o Israel do Antigo Testamento era a única nação cuja sua origem foi na pessoa do Deus vivo.

O Senhor Jesus, cabeça da Igreja (Efésios 5), validou toda a Lei Mosaica, “É mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til sequer da Lei” (Lucas 16), e avançou mais um passo, dizendo, “Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir” (Mateus 5).

Jesus, ao nascer, também foi colocado sob a Lei, “vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei” (Gálatas 4), e sua vida terrena, foi segundo os preceitos da Lei, pois cumpria suas exigências.

Jesus não apenas se ateve pessoalmente a toda a Lei de Moisés. Foi essa mesma Lei que O condenou à morte. Quando tomou sobre Si todos os nossos pecados, teve de morrer por eles, pois a Lei assim o exige!

Vemos que a Lei foi cumprida e vivida por Jesus, e através dEle ela alcançou seu objetivo. Por isso está escrito que “... o fim da Lei é Cristo” (R0manos 10).

Assim, a Lei nos coloca diante do problema do pecado, que não podemos resolver sozinhos. O apóstolo Paulo escreve, “... eu, todavia, sou carnal, vendido a escravidão do pecado” (Romanos 7).

A Lei expõe e revela nossa incapacidade de atender às exigências divinas, pois ela nos confronta com o padrão de Deus. Ela nos mostra a verdadeira maneira de adorá-Lo, estabelece as diretrizes segundo as quais devemos viver e regulamenta nossas relações com nosso próximo.

Além disso, a Lei é o fundamento que um dia norteará a sentença que receberemos quando nossa vida for julgada por Deus. Pela Lei, reconhecemos quem é Deus e como nós devemos ser e nos portar.

Mas existe uma coisa que a Lei não pode: ela não consegue nos salvar!

Ela nos expõe diante de Deus e mostra que somos pecadores culpados. Essa é sua função.

Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça. Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão nem a incircuncisão tem valor algum; mas sim a fé que opera pelo amor. Corríeis bem; quem vos impediu, para que não obedeçais à verdade? Esta persuasão não vem daquele que vos chamou” (Gálatas 5).

Por certo, sustentamos que, a atual exigência da contribuição dos dízimos, é por um fundamentalismo exacerbado, e que não se pode atribuir tal exigência como fruto de inspiração divina!

Não estamos afirmando que o crente está livre de qualquer lei, existe a Lei de Cristo, a Lei eterna de Deus:

Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gálatas 2).

Toda Lei Mosaica tem seu cumprimento em Cristo. Esse cumprimento significa que a Lei de Moisés não é mais a fonte direta e imediata, ou o juiz da conduta do povo de Deus.

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão” (Gálatas 5).

.
.
.

8 comentários:

Valdemir Reis disse...

Amigo James é sempre com grande alegria que visito este importante espaço. Honrado e feliz. Quero agradecer sua amizade, atenção e gentileza. Muito obrigado! Parabenizo você pela harmonia e qualidade deste trabalho. Grande tema, ótima escolha, muito bom texto, relevante, uma preciosidade, gostei. Valeu ter passado aqui. “Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Aguardo sua visita, passa lá! E volte sempre! Tenha um agradável e feliz fim de semana. Muita paz, brilho, proteção e sucesso. Tudo de bom, prosperidade... Fique com Deus. Forte e caloroso abraço.
Valdemir Reis

Nada Mais que eu Mesma disse...

Boa Noite!
Fico feliz em te ter como meu fã e mais feliz ainda em saber que você é um servo de Deus!
Sinta- se a vontade para voltar!
Bjos

james disse...

.
Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo, irmão Valdemir Reis.

Muita alegria nos traz sua nobre visita, pois, nosso humilde espaço se prima pelo fato de não propagar teologias, doutrinas, tendências, congregações, bandeiras religiosas, mas na pregação do evangelho de paz de nosso Senhor Jesus Cristo, digno de toda honra, de toda glória e de todo louvor.

Deus abençoe ao amado e aos seus ricamente, e por vossa amável mensagem, desejando-lhe um domingo na presença gloriosa do Senhor Jesus Cristo.

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.


Jesus, o maior Amor ...
..
.

james disse...

.
Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, amada irmã em Cristo, Nada Mais que eu Mesma.

Seja bem vinda ao nosso modesto blog que, em tudo, buscamos exaltar o nome de nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus a abençoe e aos seus ricamente.

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.

Jesus, o maior Amor ///
Comunidade "Adoradores em Casas"///
...
..
.

Georges disse...

Parabéns pela coragem de abordaer este delicado tema, irmão James. Compartilho totalmente da sua opinião. COstumo dizer que a Lei tem, na verdade, 3 partes: 1 - a lei ética-moral, que é comum a todos os povos (Deus não se deixou ficar oculto), que é honrar os pais, não roubar, respeitar a propriedade alheia etc, ainda vigente para toda a humanidade; 2 - a lei civil (punição para crimes, leis sobre heranças, guerras, escravos etc.), já abolida pois Israel hoje tem uma Constituição e Parlamento etc; e 3 - a lei cerimonial (sacerdotes, levitas, sacrifícios, dízimos, ofertas alçadas, circuncisão, nazireado, animais puros e impuros etc.). Isto tudo foi abolido conf. lemos em Hebreus. Eu só queria que os adeptos do dízimo também se circuncidassem, guardassem o sábado, não tocassem em mulher menstruada, não comessem carne de porco... seria um bom exemplo.
Obrigado pela oportunidade e desculpe a sinceridade.
Um abraço,
Em Cristo,
Georges.

james disse...

.

Misericórdia e paz vos sejam multiplicadas, irmão Georges.

A falta de entendimento do povo é de nos admirar, trocam a liberdade que Cristo nos trouxa na cruz do Calvário pela escravidão religiosa...

E, uma coisa que me indigna muito é que, não obstante existir os defensores dos dízimos por querer recebê-los, mas, os que tentam até nos agredir, no intuito de pagarem/devolverem os dízimos!!! Isto sim, é cegueira espiritual. São verdadeiros barganheiros.

Deus o abençoe e aos seus ricamente, e por sua rica visita ao nosso humilde blog.

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.

Jesus, o maior Amor ///
Comunidade "Adoradores em Casas"///
...
..
.

Prof. Israel Lima disse...

Eu Israel Lima,

Venho lhe agradecer por lembrar do meu aniversário. Agradeço o carinho e a amizade para comigo. Obrigado.


Muito abradecido.

Um grande abraço.

Kênia disse...

Oi amado,vim aki retriuir a visita e dizer que estou te seguindo tb ok.Que Jesus continue te usando para gloria Dele!!
Abço.

Kênia