Leitura bíblica: 20.jul.2014

"¶ E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.
E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio.
E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta.
E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo:
Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?
E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.
E abriu a sua boca em blasfêmias contra DEUS, para blasfemar do Seu nome, e do Seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.
E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do CORDEIRO que foi morto desde a fundação do mundo.
Se alguém tem ouvidos, ouça.
Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.
¶ E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.
E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.
E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens.
"
[ Apocalipse 13 ]


"leopardo, ... urso, ... leão"
1 Esta besta combina as características das quatro feras do Daniel 7.1-8; 17-27, que correspondem as reinos idólatras; a besta do Apocalipse deve ser um reino mundano somando todos eles;
2 Desta forma, as perseguições de Daniel e seus amigos sugerem a natureza da perseguição que as sete igrejas deve enfrentar a partir do estado romano e, possivelmente, as perseguições dos séculos mais tarde.

Em textos neste site, poucas vezes há menção de números de versículos, na maioria, são expostos livros e capítulos bíblicos;
porquanto, o uso da Palavra de DEUS [contida na Bíblia] e a meditação nos contextos bíblicos citados, trarão um mesmo entendimento pela unção do ESPÍRITO SANTO [1João 2]!!

outubro 16, 2007

Devemos fazer tudo em nome do SENHOR JESUS.

"E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai." (Colossenses 3:17) Esse versículo nos ensina um princípio importante, devemos sempre agir de acordo com a autorização de Jesus.

Mas, muitas pessoas usam o nome de Jesus livremente, como se fosse uma palavra mágica. Pensam elas que a simples invocação do nome de Cristo garante os resultados que querem. Gritam o nome de Jesus para expulsar demônios, enquanto ensinam doutrinas que negam a palavra dele. Colocam o nome de Jesus em suas "grandes obras", eventos sociais e festas musicais, mas não praticam as coisas que ele ensina. Não honramos o Senhor usando seu nome para descrever coisas que ele nunca autorizou. Exemplos bíblicos mostram que tal abuso do nome do Senhor não é a vontade de Deus. Os sete filhos de Ceva aprenderam essa lição de um modo dramático (Atos 19:13-17). Outras pessoas, até hoje, continuam usando o nome de Jesus de maneira errada e serão surpreendidas no juízo final.

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicita-mente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21-23).

Igrejas estão usando o nome de Jesus para descrever atividades e obras que ele nunca autorizou. Como servos do Senhor, temos todo motivo para perguntar: "Onde está a autorização de Jesus para fazer tal coisa?" Muitos respondem: "Ele não a mandou, mas eu sei que Jesus vai ficar contente com esta obra."

Devemos rejeitar a atividade. Vem do homem, não do Senhor. Mostramos amor e respeito pelo Senhor quando respeitamos a palavra dele (1Coríntios 4:6; 2 João 9). Dennis Allan

3 comentários:

james disse...

Graça a vós e paz da parte de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo.

Amados irmãos, em verdade é muita alegria podermos fazer tudo em nome do Senhor Jesus.

Fraternalmente.
James.

Anônimo disse...

O servo inútil é aquele só faz o se manda ser feito.

James, crente desigrejado! disse...

.
Anônimo,

O que o homem faz além do que lhe foi ordenado por Deus??

Nada, nenhum de nós têm feito!!!

Disse Jesus: “Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer” [Lucas 17].

James, crente desigrejado de instituições religiosas com nome de igreja.
Site “Jesus, o maior Amor”
Site “Adoradores em Casas”
Orkut “Adoradores em Casas”
Facebook “Adoradores em Casas”
Twitter “Adoradores em Casas”


...
..
.