abril 29, 2009

Gripe suína

.
Doença infecto-contagiosa ocasionada por uma variante do vírus influenza A H1N1.

Também denominada Gripe Mexicana, Gripe Norte-Americana, Influenza norte-americana ou Nova Gripe.

A transmissão pode ocorrer pelo contato com animais infectados (porco-homem) e também entre humanos (homem-homem). Até o momento não foi registrado nenhum caso de contaminação por contato com animais mas somente pelo contato entre humanos.

O consumo de carne de porco não acarreta doença, uma vez que o vírus é inativado pelo calor. Esta afecção está sendo considerada epidêmica no México, onde o governo já anunciou 149 mortes confirmadas causadas pelo H1N1 e 1600 casos suspeitos, levando a Organização Mundial da Saúde a declarar que a doença é uma “emergência na saúde pública internacional” com grandes chances de tornar-se uma pandemia.

A contaminação se dá da mesma forma que a gripe comum, por via aérea, contato direto com o infectado, ou indireto (através das mãos) com objetos contaminados.

Não há contaminação pelo consumo de carne ou produtos suínos. Cozinhar a carne de porco a 70 graus Celsius destrói o vírus da gripe suína.

Não foram identificados animais (porcos) doentes no local da epidemia (México). Trata-se, possivelmente, de um vírus mutante, com material genético das gripes humana, aviária e suína.

Assim como a gripe humana comum, a suína apresenta os sintomas: febre, cansaço, fadiga, dores pelo corpo, tosse e ainda sintomas característicos como diarreia ou vômitos.

De acordo com a OMS, o medicamento antiviral oseltamivir, em testes iniciais mostrou-se efetivo contra o vírus H1N1.

Ter hábitos de higiene regulares, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença.

Os criadores de porcos querem mudar o nome da doença de gripe suína, para gripe mexicana, devido ao surto da doença ter ocorrido no México. Eles reivindicam que o nome deve ser mudado pois os criadores temem que haja impacto negativo nas vendas de carne de porco, embora já seja certo de que o consumo de carne suína não transmite a doença.

Para evitar que a suinocultura sofra prejuízos ao ser associada a esta doença, Androulla Vassiliou comissária de Saúde da União Européia, declarou que o seu nome poderia ser alterado para “Nova gripe”.

Alguns defendem a idéia que a enfermidade deveria ser denominada “gripe norte-americana” ou “influenza norte-americana.”

via Você Sabia
...

3 comentários:

Alda Lorenn disse...

Olá irmão James
Que tempos são estes que vivemos?
Só consigo me recordar do que disse Jesus sobre os últimos dias.
Oremos por nossos governantes, pelas pessoas que estão infectadas e por todos os países.
O Senhor conceda a nós meros mortais misericórdia.

Deus ilumine seus pensamentos sempre.
Paz!

Willcomjc disse...

Olá meu irmão James, PAX de Cristus!

Seu blog é muito interessante; gostei dos termos abordados.

Já adicionei seu banner ao Celebrai!

Vc é muito bem-vindo lá!!! Abção!

Willcomjc disse...

Prezado irmão James,

Tentei adicionar seu banner ao Celebrai!, entretanto o banner está falhado (vide ele no seu próprio blog), ou seja, em cima da imagem aparece uma outra imagem falhada. Diante desse problema, não pude adicionar o banner ao meu blog, porém peço-te que corrija e adicionarei com muito prazer.
Pra não ficar sem referência, bem como, a fim de mostrar reciprocidade, adicionei seu link à minha lista de links!

Bjo no coração!