Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.mar.2017, Mateus 18

Porque o FILHO do homem veio salvar o que se tinha perdido.
[Lucas 19.10,56; Mateus 9.12-13; 10.6; 15.24]
Que vos parece? Se algum homem tiver cem ovelhas, e uma delas se desgarrar, não irá pelos montes, deixando as noventa e nove, em busca da que se desgarrou?
[Lucas 15.4-7; Ezequiel 34.12; Mateus 21.28; 1Reis 21.17]
E, se porventura a acha, em verdade vos digo que maior prazer tem por aquela, do que pelas noventa e nove que se não desgarraram.
[Salmos 147.11; Isaías 53.11; 62.5; Jeremias 32.37-41]
Assim também não é a vontade de vosso PAI, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca.
[João 17.12; Isaías 40.11; Zacarias 13.7; Mateus 5.16]

[611,265]

novembro 08, 2011

Porque tanta diferença entre os que se dizem ser de Deus??!!

.
Em um primeiro plano, as Sagradas Escrituras já nos dão contas destas diferenças, em especial, divergências quanto ao modo de aceitar a vontade divina pela própria vontade humana e não pelo querer de Deus.

Moisés, na Antiga Aliança de Deus com Israel

Corá, que era um dos que Deus separou da congregação de Israel, para os fazer chegar a Si, e administrar o ministério do tabernáculo do SENHOR e estar perante a congregação para ministrar-lhe, mas este achou pouco ainda, e quis combater o servo de Deus, Moisés [Números 18].

João, na Nova Aliança que Cristo consumou na cruz, com relação a igreja gentílica

As palavras do apóstolo são claras e cristalinas, pois, muitos hoje querem ser os exclusivos, se acham o donos do rebanho de Deus e a quem lhes opor por esta conduta hipócrita e mesquinha, logo os quer expulsar do convívio mútuo. Seria isso inveja, medo, presunção, prepotência, contra os que lhes opõe e mostram seus erros doutrinários e dissonância com a Palavra de Deus??

Bom, João em sua terceira epístola, afirma neste sentido:

Escrevi a igreja, mas Diótrefes, que gosta muito de ser o mais importante entre eles, não nos recebe.
Portanto, se eu for, chamarei a atenção dele para o que está fazendo com suas palavras maldosas contra nós. Não satisfeito com isso, ele se recusa a receber os irmãos, impede os que desejam recebê-los e os expulsa da igreja.
Amado, não imite o que é mau, mas sim o que é bom. Aquele que faz o bem é de Deus; aquele que faz o mal não viu a Deus.


A verdade é que, não conhecemos a Deus através de supostos processos religioso, ou achando o que e quem seja Deus, mas, Deus é quem se revela a nós; há abusos, e em especial aos que estão a frente das chamadas ‘igrejas’, dizendo ser lideranças...

... e estes abusos são materiais, e em muitos dos casos, espirituais, onde um que se acha forte (através de cargos eclesiásticos, religiosos que estão a frente de instituições com nome de ‘igreja’) aproveita daquela pessoa fraca, debilitada, e então o que se apresenta como forte (ao nível de Diótrefes) usando do nome de Deus, influencia a pessoa fraca a tomar decisões que no fundamento, torna-a pior que o primeiro estágio; pela mesma maneira que Cristo censurou os religiosos no tempo de em o Seu ministério terreno: “ Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós. ” [Mateus 23]

prosélito, sm (gr prosélytos) 1 Pagão que se converteu a religião de Israel. 2 Aquele que se converteu a uma religião diferente da que tinha. 3 Indivíduo que aderiu a uma doutrina, idéia ou sistema. 4 Partidário, sectário.

Porquanto, é imprescindível que tenhamos a mente de Cristo [1Coríntios 2], mesmo que sejamos afrontados, precisamos permanecer firmes na Palavra de Deus, na simplicidade do evangelho, e não é porque algum indivíduo possui vários títulos ou cargos em entidades religiosas que estarão certo, ora, conheço um certo ‘pastor’ que fala uma coisa e depois diz outra sobre o mesmo assunto; e para o seguidor de Cristo, é sim sim, não não!!

É certo que há vários homens de Deus, compromissados com a Palavra e com o rebanho do Senhor. O importante é que as ovelhas ouçam a voz do Bom Pastor, Jesus, e não porque alguém se diz ‘pastor’. É a velha recomendação sobre os de Beréia, pois, Paulo e Silas com toda autoridade na propagação do evangelho, na doutrina de Cristo, era, pelos de Beréia, confrontado com as Escrituras [Atos 17].

Mas, há vários falsos pastores (obreiros), os apóstolos Pedro [2Pedro 2], João [1João 4], Paulo [2Timóteo 3], (dentro outros ricos relatos), fizeram várias advertências sobre estes homens religiosos que usam do rebanho como forma de ganho.

Sabemos que é " digno o obreiro do seu salário ", pois é!! São todos os obreiros dignos de salários e não somente os pastores... obreiro é quem prega as Boas Novas!!!

Lembrando que Paulo disse que quem não trabalha, não coma [2Tessalonicenses 3]. Então porque muitos chamados pastores têm que ficar 365 dias ao ano a disposição total da instituição 'igreja'?? Se nem todos os dias eles estão servindo o espiritual para as ovelhas, sem nos esquecer que a maioria dos pastores somente fazem visitas a quem dá os dízimos e ofertas nas mãos deles (pois, se não for dizimista ou ofertante em instituições chamadas de 'igrejas', é expulso)...

... Pedro admoesta a que os pastores sirvam de exemplo [" Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. " - 1Pedro 5], ora, o pastor quer ficar a disposição total da 'igreja' e não quer trabalhar como as ovelhas trabalham, que tipo de exemplo ele quer dar??

E não se esqueça, entregue seu dízimo a Deus ajudando ao (através do) próximo, você não precisa de nenhum homem que possa fazer isto, porque, Jesus é nosso Mediador [“ Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. ” – 1Timóteo 2], seus dízimos podem ser em forma de alimento, ou mesmo uma doação em dinheiro a quem necessita. Porém, caso contrário, corre-se o risco de virar barganha da negociata religiosa.


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.
.
_______
[163844]

Nenhum comentário: