Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[628,570]

setembro 14, 2010

Julgar, criticar ou simplesmente, se calar??!!

.
Sempre que se faz uma crítica ao sistema religioso (por exemplo, e em especial, as igrejas evangélicas), vez por outra, aparece alguém para, aos berros, dizer que não se pode julgar, que somente Deus irá julgar, acusando ao crítico de ser juiz...

Mas, através das Sagradas Escrituras, Jesus proibiu de se fazer algum julgamento??

Não!!

Ensina as sagradas Palavras que devemos aplicar a reta justiça de Deus quanto as atitudes de outrem, ou melhor, dizendo, não “julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça” [João 7.24];

Por certo que, quando se aplica a Palavra de Deus quanto as atitudes de outrem, ou, quando se compara os ensinamentos bíblicos com os ensinamentos das instituições religiosas com nome de igreja, jamais isto será para condenação, mas, verdadeiramente, seria este julgamento em comparativo tanto quanto útil para que outrem se torne melhor, portanto, em muito dos casos, de grande valia!!

Jesus não condenou ninguém por julgar, mas, advertiu que se assim o fizer, que julgássemos a nós mesmos antes de questionar aos outros...

... bem certo, quando de um confronto de idéias e práticas bíblicas, o coração humano, sempre declina para a questão moral e sempre adjetiva afrontar com um julgamento imparcial de cunho humano, por isso, Jesus nos instruir a que estes questionamentos se iniciem em primeiro plano a nós mesmos, pois, precisamos estar em conformidade com a Palavra de Deus, com os ensinamentos de Jesus, e tão somente assim, termos a convicção de proferirmos juízo sobre outrem;

Jesus julgou, censurou, criticou severamente os religiosos (escribas e fariseus) em tempo de Seu ministério terreno [Mateus 23];

Um maravilhoso relato bíblico quanto a julgar sem o auto-exame, está inserido na passagem da mulher adúltera [João 8], e como sempre, os religiosos sempre na posição de “acusadores”, e neste caso queriam condenar a mulher (sabemos que suas atitudes não eram corretas), mas, em primeiro, eram eles que precisavam se julgar;

E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?” [Lucas 6]

Portanto, é necessário que todos, os que se dizem ser de Deus, tenham uma vida reta, justa diante de Deus, limpando todos os atributos mundanos, por isso, devemo-nos converter a Cristo, e muitos que dizem servir a Deus, aparentemente, são convencidos, pois, permite em suas vidas a permanência de coisas do mundo em seus atos; porque, a conversão irá tirar o pecador do mundo, e, por conseguinte, a santificação tirará o mundo do convertido.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
_____________

2 comentários:

Barbosa disse...

Irmão James,Graça e Paz dEle,o nosso Salvador de nossa alma,Jesus Cristo de Nazaré.
Realmente irmão James,quem somos nós para atirar a primeira pedra.
Gostaria de falar sobre a Mulher adúltera,se o irmão assim permitir.
No livro de João 8.7 diz: E,como insistissem,perguntando-lhe,e disse-lhes:Aquele dentre vós está sem pecado seja o primeiro que artire pedra contra ela. Devemos analizar prímeiro a nós mesmos!
AQUELE QUE ESTÁ SEM PECADO.
Estas palavras não devem ser ditas como um justificativa de recusa do julgamento do pecado dentro da igreja,ou para tratar com leviandade o fracasso moral de cristãos professos. Agir assim é deturpar a atitude Bíblica para com o pecado entre o povo de DEUS.
- O modo da igreja tratar os pecadores inconversos que estão fora dela e seu modo de tratar os que,estando dentro dela,vivem em pecado e desobediênia a Jesus Cristo,são duas situações diferentes.
- As Escrituras ensinam que o pecado cometido por aqueles que estão entro da igreja não deve ser tolerado,mas,sim,tratado com repreensão e reprovação severas;
ler Apocalipse 2.20; Lucas 17.3;
I |Coríntios 5.1,13; 2 Coríntios 2.6,8; Efésios 5.11; 2 Timóteo 4.2; Tito 1.13,; e 2.15; Apocalipse 3.19; Mateus 13.30.
Em João 8.11 diz: E ela disse:E ela disse: Ninguém,Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno;vai-te e não peques mais.
JESUS DISSE:NEM EU TE CONDENO.
A atidude de Jesus para com essa mulher revela seu propósito redentor para a humanidade;ler João 3.16. Ele não a condena como pessoa indigna do perdão,mas a trata com bondade,clemência e paciência,para levá-la ao arrependimento. Há salvação para ela,uma vez que renuncie ao adultério e volte para seu próprio marido; ler Lucas 7.47.
- Seria,no entanto,mais do que blasfêmia dizer que estas palavras de Jesus mostram que Ele considera trivial o pecado de adultério e a indescritível mágoas e miséria que ele provoca para os pais e seus filhos.
- Jesus Cristo ofereceu a essa mulher foi a Salvação e o livramento da sua vida de pecado;ler João 8.11. A condenação e a ira de Jesus seriam a porção futura,caso ela recusasse a arrepender-se e ingressar no Reino de DEUS; ler Romanos 2.1,10.
E DISSE JESUS:EU SOU A LUZ DO MUNDO.
JESUS CRISTO É A LUZ VERDADEIRA;ler João 1.9. Ele remove as trevas e o engano,iluminando o caminho certo para DEUS e a Salvação.
JESUS CRISTO NA REALIDADE,DISSE:"SEGUI-ME CONTINUAMENTE".
Jesus Cristo de Nazaré,só reconhece os seus discípulos perseverantes;ler João 8.31.
IRMÃO JAMES! DEUS TE ABENÇÕE VC E SUA FAMÍLIA.

Nayara disse...

Amém!!! E Glória a Jesus SOMENTE!!!!
Sei não, viu, o que percebo que as essas alegações: "Não julgue..." geralmente vem da boca ou de irmãos que não querem ser exortados, não querem modificação, santificação em suas vidas. Estão tortinhos e ai viram a mesa, tiram o foco de si, e tentar não ouvir a exortação ou admoestação (= repreensão em amor). Ou ainda vem de ímpios que não conhecem a Palavra de Deus, e somente ouviram o galo cantar.
Cada vez precisamos pedir a Deus discernimento para JULGAR e assim separar o que vem Dele e o que não vem. Amém.
Beijos, e boa semana.