Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[628,570]

dezembro 02, 2009

Preceitos

.
Acerca dos tempos e das estações, não será necessário discorrer; porque sabemos muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;

Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto aquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão” [1Tessalonicenses 5].

Mas nós, já não estamos em trevas, para que aquele dia nos surpreenda como um ladrão; sejamos filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas.

Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, pois que, muitos estão em um caminho na preocupação do amanhã, na busca incansável de riquezas terrenas, enriquecendo pastores e organizações religiosas, cobrando de Deus;

Mas sejamos austeros, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, aos que vigiam, sobriamente, vivam juntamente com Ele.

Por isso é imprescindível exortar-nos uns aos outros, e edificar-nos uns aos outros. Tendo paz entre nós. Admoestando os desordeiros para com a Palavra de Deus, consolar os de pouco ânimo, sustentar os fracos, e pacientes para com todos.

Ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos.

Regozijar sempre. Orando sem cessar. Em tudo dando graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para conosco.

Examinar tudo. Retendo o bem. Abstendo de toda a aparência do mal. E o mesmo Deus de paz nos santifique em tudo; e todo o nosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

Fiel é O que nos chama, O qual também o fará.

.
________________

2 comentários:

missaembraslia disse...

Quanta ignorancia!

Por ventura, no conteúdo de história em que estudastes, se é que de fato estudastes, não consta que antes do Imperador Constantino, a Igreja era mortalmente perseguida e que, somente por este motivo os fieis precisavam se reunir às escondidas, ou nas "catacumbas" como se costuma dizer? E que com a oficialização do Cristianismo como religião oficial eles tiveram liberdade de culto, e que foi também este o motivo pelo qual só depois disso voltaram a utilizar templos públicos?

Não fora também Cristo que se referiu ao templo como casa de Deus Pai em S. João cap. 2, verc. 16 ao expulsar de lá os vendilhões?

Qualquer historiador sério sabe que sempre foi costume o uso de templos para os atos religiosos, só os retardatários protestantes é que, por terem surgido apenas 16 séculos mais tarde, não sabem desta verdade.

Maria, Rainha do Céu e da Terra, rogai por nós!

Cleber

james disse...

.
Cleber,


Seu precário comentário está fora do contexto de minha mensagem...

Aliás, a Maria não é e nem pode ser rainha no céu, devemos louvor e adoração somente a Deus Pai, ao Seu Filho Amado Jesus Cristo e ao
Santo Consolador,o Espírito Santo.

Quando quiser fazer algo,
faço direito, pois, se existe os templos é por que o Constantino criou, na Palavra de Deus não há ensinamento para se construir templos. Não é você um estudioso??


...
..
.