abril 25, 2010

“Digno é o obreiro do seu salário”... eita versículo bom para se viver do suor do rosto dos outros!

.
Não se preocupem quanto as minhas afirmações, não generalizo aos pastores, não faço isto, simplesmente meus textos mostram erros e abusos que são acometidos com a Palavra de Deus ["Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça" - João 7.24];

Tenho a certeza que os honestos não se incomodam com o que falo (escrevo)!

Aliás, sabemos que é Deus quem irá ter com os desonestos, Ele é justo Juiz, mas, nós, precisamos alertar quanto a estes, se assim não o fizermos, seremos omissos e covardes, e então, Deus irá cobrar de nós também!!

Aliás, o que é receber da obra??

Que obra, a de Deus?

As obras como “instituição igreja”, não são obra de Deus, mas, as obras como “instituição igreja” são templos de tijolos para reunião entre os adoradores de Deus e os barganhadores de bênçãos!

Sem nos esquecer que algumas destas “instituições igreja”, são nada mais que redutos particulares, com fins exclusivos de quem não quer prestar contas nem a Deus!

Mas, acho interessante quando muitos, usam no pé da letra a expressão: “Digno é o obreiro do seu salário”, para justificar salários de pastores...

Ora, precisamos entender que a Palavra diz que é o OBREIRO digno de salário ou alimento [Mateus 10.10], e, não “pastores”!!

... os pregadores de rua, são obreiros!!
... os que visitam presos e doentes, são obreiros!!
... os que ajudam aos pobres e necessitados, são obreiros!!
... os que abrem as portas de seus lares para reunir irmãos para adorarem a Deus, são obreiros!!

O uso adequado e justo de hermenêutica bíblica, nos traz o entendimento de que o salário do OBREIRO é a vida eterna [parábola dos trabalhadores na vinha – Mateus 21.1-16], bem como, o salário do pecado é a morte [Romanos 6.22-23].

Abrindo um parêntese bíblico, quando Jesus enviou seus discípulos, os OBREIROS, para pregarem o reino de Deus, assim os advertiu: “Nada leveis convosco para o caminho, nem bordões, nem alforje, nem pão, nem dinheiro; nem tenhais duas túnicas”...

... além do testemunho de Paulo quanto a receber das igrejas, dizendo que de outras “igrejas despojei eu para vos servir, recebendo delas salário; e quando estava presente convosco, e tinha necessidade, a ninguém fui pesado” [2Coríntios 11.8], note como é interessante a atitude de Paulo, bem incomum aos pastores atuais, pois que, Paulo despojou, ele foi um espoliador, ou seja, ele se privou de seus direitos, e com o salário serviu aos outros!!

Não é um bom testemunho, o de Paulo? É daquele homem que quer realmente servir a Deus como obreiro, servindo ao próximo, e não usando do próximo!

Muitos se fazem de esquecidos quando Paulo admoesta: “Sede meus imitadores, como também eu de Cristo” [1Coríntios 11.1]... ora, se Paulo não quis ser pesado para as igrejas, porque a maioria pastoral também não são seus imitadores? Não! Preferem trazer discursos hipócritas de que o conselho que Paulo deu para Timóteo, era que os pastores deveriam receber da obra, não podendo isolar Paulo por ele não aceitar salários de igrejas!

Sem deixar de se mencionar os que dizem ser pastores, e afirmam que precisam receber salário porque tem família para criar! O que? Família para criar? Mas, se a família é do obreiro, porque a igreja é que tem que arcar com as despesas para criar os filhos dele?? Estes pastores precisam ter é com as formigas [Provérbio 6.6; 30.15]!!

Notemos, ainda, uma coisa, enquanto a maioria das ovelhas (os patrocinadores das obras “instituições igreja”), dão um duro no trabalho, uns debaixo do sol, outros, no cabo de uma enxada, suportando patrões ímpios, ganhando salários defasados, lutando pela incompreensão de um mundo capitalista e desigual, outros, querem estar no conforto de “templos” engravatados, por conta do suor das ovelhas! Deus é justo, e onde está a justiça dos pastores?

Ficar vinte e quatro horas por conta de um Templo, foram somente os sacerdotes da Antiga Aliança de Deus para com Israel, que ficavam em turnos a disposição, e recebiam os dízimos em “alimentos”... lembrando que o tão famoso Malaquias (no capítulo 2) repreende aos sacerdotes por estarem agindo pela mesma maneira que muitos dos pastores atuais agem, e isto não é pregado pelos assalariados religiosos que somente usam o versículo 3.10! Interessante, não?

Não somos contrários a que as comunidades queiram arcar com o sustento de irmãos que verdadeiramente apascentam o rebanho de Deus, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho, em verdade, este é o ensinamento de Jesus Cristo e dos apóstolos do Senhor!

... somos contrários sim, aos que, pela imposição como obrigatoriedade, através de ensinamento falso, da mentira, enganam aos membros da comunidade requerendo salários exorbitantes (que não sejam), mas, que utilizam de versículos isolados e retirados de seu contexto bíblico para que, como almofadinhas, fiquem a disposição de templos (lembremos que muitos utilizam de panelinhas nas “instituições igreja”, para proporem que lhes paguem salários), aliás, muitas das vezes, estes homens não tem competência nem para apascentar a si próprios!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
_________________

14 comentários:

FÁBIO HENRIQUE disse...

Graça e paz, irmão James!








Perfeito!!!

james disse...

.


Graça e paz vos sejam multiplicadas.



Irmão FÁBIO HENRIQUE,



Louvemos ao Senhor que nos abriu aos olhos para que contemplemos a Beleza de Sua santidade, e que nos agraciou com a vida eterna. Aleluia!!

Deus O abençoe e aos seus ricamente.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


Fraternalmente,


Irmão James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
Comunidade "Blogueiros Cristãos"



...
..
.

Henrique D. disse...

Pelos frutos se conheçe a árvore!

Vanessa disse...

Excelente texto!!!

Que Deus continue abençoando o seu ministério.

james disse...

.


Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.


Irmão Henrique D.,


Em verdade, louvemos a Deus por nos ter agraciado com Sua Maravilhosa Palavra que já nos adverte sobre estas coisas...

Mas, muitos ainda são enganados por homens que se utilizam de sabedoria que não do alto, e os iludem, portanto, é nosso dever por amor as almas, trazer-lhes a verdade que liberta, mostrando estes caminhos de Mamom...

Deus o abençoe e aos seus ricamente.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


irmão James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
Comunidade "Blogueiros Cristãos"

...
..
.

james disse...

.


Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.


Irmã Vanessa,


Louvemos ao Senhor, pois, Sua Verdade nos liberta. Aleluia!

E tudo quanto fizermos, sejam para a honra, para a glória e para o louvor de nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus a abençoe e aos seus ricamente.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.


irmão James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
Comunidade "Blogueiros Cristãos"

...
..
.

-Oto- disse...

Meu irmãooooooooooo, isso é um verdade.Já ta virando brincadeira issoooooooo, ta de mais, a Palavra de nosso Deus não pode ser deturpada de maneira mem uma, são ministros mais só a um jeito de descubre a observâncias da vida de pessoas assim ou seja a verdade prática; Tito 1:16 Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.

PrMauricio Santos disse...

Sobre a base bíblica para o salário do pastor,1ºCo 9:13,14 Assim ordenou o Senhor aos que anunciam o evangelho,que vivam do evangelho, LV.2:3 O que sobrava das ofertas era para o sacerdote,o problema irmãos são os exageros dos dias atuais que estão deixando as pessoas descrentes.

Daniel disse...

É verdade também que muitas pessoas que outrora perseguiam pastores que pediam uma atualização do seu salário não exagerado, mas compatível com a necessidade de sua família e compatível com a capacidade da igreja (pois estavam por conta da obra,e não exerciam nenhuma atividade remunerada), hoje se tornaram pastores que vivem brigando por aumento dos seus salários exorbitantes, não tem um tempo integral na igreja, e são verdadeiros hipócritas que humilharam pastores dignos do seu salário.

LEANDRO ALBUQUERQUE disse...

Vai estudar teologia irmão, sabe de nada inocente!

James, crente desigrejado disse...

.
Pois é, LEANDRO ALBUQUERQUE,

Saber teologia é ter "conhecimento" de estudos que homens elaboram sobre o que pensam de DEUS, e que é o seu caso, pesquisador da idade média e da história do cristianismo (aliás, CRISTO não veio ao mundo fundar a religião "cristianismo", ELE veio para salvação)...

Porém, ter "entendimento" da Palavra de DEUS [contida na Bíblia], da vontade e do beneplácito do CRIADOR, vai muito além do vasto "conhecimento" e da teologia...

Portanto, o que adianta ter "conhecimento" e ser graduado em História, pós-graduando em Ensino de História, e não ter "entendimento" de DEUS??

Realmente, você, afinal, entende de nada, inocente!!!

Nene Servo disse...

Concordo plenamente contigo James, penso do mesmo jeito! !! Hoje em dia essa maldita teologia da prosperidade acabou com tudo, odeio teologia, estudos feito por homens nao tem base bíblica, so base para justificar seus egos e interesses , bíblia e a base de tudo, fora ela só há erros! !!!

Nene Servo disse...

Concordo plenamente contigo James, penso do mesmo jeito! !! Hoje em dia essa maldita teologia da prosperidade acabou com tudo, odeio teologia, estudos feito por homens nao tem base bíblica, so base para justificar seus egos e interesses , bíblia e a base de tudo, fora ela só há erros! !!!

Nene Servo disse...

Concordo plenamente contigo James, penso do mesmo jeito! !! Hoje em dia essa maldita teologia da prosperidade acabou com tudo, odeio teologia, estudos feito por homens nao tem base bíblica, so base para justificar seus egos e interesses , bíblia e a base de tudo, fora ela só há erros! !!!