Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[628,570]

fevereiro 15, 2010

Verdades dizimistas! Quem as pode negar??

.
Os dízimos bíblicos

Foram impostos ao povo de Israel, e eram as primícias das colheitas que cada ano se recolhia dos campos [Deuteronômio 14.22], destinados aos levitas (descendentes da tribo de Levi, que não receberam terras entre as tribos de Israel e foram separados para ministrarem os serviços no tabernáculo e no templo em Jerusalém), aos estrangeiros, aos órfãos e a viúvas [Deuteronômio 14.29].

- Abraão dizimou uma única vez e voluntariamente [Gênesis 14.20];
- Jacó somente fez uma promessa de dizimar [Gênesis 28.22];
- Em Mateus 23.23, Jesus afirma o que diz a Lei ao povo de Israel, dizimar sobre a hortelã, do endro e do cominho (colheitas);
- Em Hebreus 7.1-10, fala do dízimo, para mostrar a superioridade do sacerdócio de Jesus, quando comparado com o sacerdócio levítico da Velha Lei;

Os dízimos evangélicos

São impostos aos membros das igrejas evangélicas, em dinheiro, são as primícias das rendas pessoais, para manutenção exclusiva dos templos e de altos salários pastorais.

Quem defende os dízimos evangélicos está coberto da razão religiosa, porém, não é respaldado pelas Sagradas Escrituras, somente usam de versículos bíblicos para darem uma roupagem de santidade, nada mais que isto!!!

Persistência dizimista dos gentios

Ainda assim, alguns hão de querer dizimar para manter igrejas (templos luxuosos e suntuosos, conforto), pastores com altos salários, e, em conformidade com as práticas bíblicas de Malaquias 3.10, mas, é importante que não se esqueçam de guardar o sábado, da circuncisão, dos sacrifícios de animais, das regras especiais sobre roupas, da pena de morte para os filhos rebeldes, e qualquer outro mandamento da lei de Moisés, as obras da Lei;

Sabendo que, todos "aqueles, pois, que são das obras da Lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las" [Gálatas 3.10].

Vivemos sob a autoridade de Cristo e temos que encontrar a autoridade na Nova Aliança que nos deu através de Sua morte. Ele é o Mediador desta Nova Aliança [Hebreus 9.15]. Seremos julgados por Suas palavras [João 12.48-50]. Desde que Jesus tem toda a autoridade, temos a responsabilidade de obedecer tudo o que Cristo ordena [Mateus 28.18-20].

Jesus, através de Paulo, ensina que as igrejas devem fazer coletas nas quais os cristãos darão de acordo com sua prosperidade [1Coríntios 16.1- 2]. Temos que dar com amor, generosidade e alegria, conforme tencionamos em nossos corações [2Coríntios 8.1-12; 9.1-9].

Portanto, podemos dar mais ou menos que 10%. Temos que usar nossos recursos financeiros, e todos os outros recursos, no serviço de Deus [Mateus 25.31-46].

O Novo Testamento não promete luxo, conforto e riquezas. Jesus sofreu nesta vida, e assim Seus seguidores sofrerão [Marcos 10.29-30; Lucas 9.57-62].

A preocupação com a prosperidade material nos distrai da meta celestial e nos arrasta a idolatria da cobiça [Colossenses 3.1-5]. Tais motivos não têm nenhum lugar entre os cidadãos do Reino de Deus.

Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

.
_________________

10 comentários:

Anderson disse...

Querido irmão James, a paz do Senhor Jesus Cristo seja sempre sobre ti e sobre os teus !

Onde será que ficaria o ensino do Senhor Jesus DE GRAÇA RECEBESTES DE GRAÇA TAMBÉM DAREIS!? Onde ficariam estas palavras do Mestre para aqueles que usam de versículos de Malaquias para chamar as pessoas de ladrões!?

A graça é de graça!

Um crente dar dízimo não garante que ele tenha um novo coração, assim como circuncidar a carne não garante que seu coração é circunciso, pois não é circuncisão quem é na aparência exterior e sim no coração. Não ser avarento é melhor do que dar dízimos !

Mediante a justiça que vem da fé por Cristo Jesus posso dizer que temos milhares de pessoas que são dizimistas, sabatistas, que se abstém de alimentos, que seguem leis e ordenanças mas que continuam avarentas, idólatras, sem amor para com seu semelhante, rebeldes, insubmissas, orgulhosas, arrogantes, soberbas, gananciosas e que na verdade são interesseiras pensam que com o dízimo podem colocar o Senhor contra a parede e obrigá-lo a lhes dar tudo que querem para que gastem prodigamente em si mesmos.

Triste esta situação da igreja morna atual! Se alguém ver seu irmão passar necessidade de mantimento cotidiano e não lhe der as coisas necessárias para o corpo como poderá o amor de Deus estar nele !? Se não amamos nosso irmão a quem vemos como amar a Deus a quem não vemos!?

A contribuição que o Senhor queria era sempre para os pobres, e quando deixamos de usar dinheiro de oferta para eles ai sim estamos roubando a Deus, portanto o devorador se tornamos nós mesmos comendo a casa do órfão, do pobre, da viuva, do estrangeiro, a pretexto de longas oração devorando as casas das viuvas.

Um coração voluntário, nascido de novo e vamos ser generosos com o dinheiro e com o tempo que o Senhor nos dá, vamos deixar de ser avarentos, gastadores e seremos cheios de misericórdia e pacientes e bondosos e deixaremos de confiar nas riquezas e nas nossas obras para esperar somente no sangue precioso de Cristo que nos limpa de todo pecado.

Sei que há pessoas que cresceram na cultura evangélica de dizimos obrigatórios e que não são avarentas mas cabe a nós esclarecer tais assuntos, não estamos falando mal dos dizimistas e tão pouco nos julgando melhor que eles mas sim trazendo a luz o que é excelente perante Cristo Jesus. Pois nenhuma obra nossa substitui o sangue de Jesus Cristo!

O dízimo verdadeiramente tem se tornado um ídolo no meio evangélico e a graça se tornado em desgraça. Avareza é idolatria esta escrito !

Deus abençoe sempre ...
Anderson
Blog Fimdosdiasnaterra

Ezequias Anacleto disse...

Caro irmão

Muito bom seu texto sobre este assunto polêmico e defendido as unhas e dentes pelas igrejas institucionais.

A verdade precisa ser dita.

Estamos nessa luta juntos.
Já o adicionei.

Ezequias Anacleto
http://consistenciacrista.blogspot.com/

Fábio Henrique disse...

Graça e paz, irmãos em Cristo!

Multidões estão indo para o inferno porque há mandamentos.
Não importa se dele é falado apenas uma vez por ano, uma vez a cada mês ou em cada reunião; ninguém pode negar, os envelopes estão sempre abertos, o DÍZIMO é MANDAMENTO. Mas quem anda perdido: Os que não confiam no DÍZIMO EVANGÉLICO e ainda incentivam outros a assim procederem, ou os que o continuam a praticá-lo? Quem está cumprindo com a verdade? Não diga que essa é uma questão louca. Todo homem deve ter cuidado com o que acha, porque a certeza que é, é a que era. Se tens certeza que somos nós que estamos na dúvida nos ajude. Se estamos perecendo porque te calas? Só não venha com fábulas, ou então, não haverá conversão, não somos mais meninos.

“Não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade.” – Tito 1:14

Fábio Henrique disse...

DÍZIMO - BÊNÇÃO OU MALDIÇÃO!

Há o contra e o a favor. Se verdade, bênção; se mentira, maldição. Não importa de que lado esteja, este é um assunto que não pode simplesmente ficar de lado.

Ora, quem é o amor? O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade.
Tenho que descrevê-lo por palavras e por obras. Tenho que fazer tudo, tudo para que o amor seja compreendido. Pois sem o amor nada seremos.

Diz o contra: é legalismo e legalismo o mal faz.
Diz o a favor: traz bênçãos, prosperidades para aqueles que o entregam e maldição para aqueles que o negam.

Diante de tais afirmações não pode haver omissão porquanto o Mestre disse: amai-vos uns aos outros. Quem ama deseja o melhor para seu próximo. Deseja que ele tenha mesmo vida abundante. Com o Amor está a Verdade e a Verdade é o Caminho para a Vida.
Este é o propósito do amor, revelar a verdade.

Presenciei um debate em que o a favor disse ao contra que é grave falar contra. Então,
se é grave falar contra, é grave não falar a favor. Se é grave argumentar contra, é grave não argumentar a favor. O crente em Jesus Cristo tem comunhão com os irmãos, conversa, sabe ouvir, fala, é amigo.

Não faltam estudos sobre o DÍZIMO, deixo dois endereços:
www.blues.lord.nom.br
tudosobredizimo.blogspot.com

mary disse...

Paz do Senhor!

"mexe no bolso do homem, daí então tu passarás a conhece-lo melhor"..é assim que meu amado pai nos falava, qdo ainda criança..rss"

mas deixando isso de lado..retomo ao assunto.

As opiniões sempre serão diferentes, porque depende muito de como a pessoa está inserida em uma igreja, e qual a doutrina que lhe foi passada para tal ensinamento e maneira de ver e pensar..mas para aqueles q hj não dependem mais de "igrejas" (pois descobriram q a igreja somos nós)e nem tampouco de dogmas e paradigmas, mas tão somente do que traz a Palavra..temos que nos ater, para não sermos acusadores, e nem tampouco,inertes a qqr posição..

acho eu, na minha ignorância, que no velho testamento se fala do dízimo, com sentido claro e objetivo como ja foi exposto, mas ja no novo testamento, vemos q o maior de todos os ensinamentos e o exemplo mais visto, é (amar a Deus sobre todas as coisas e o proximo como a ti mesmo), e nisso se inclui, ou melhor, resume todo ensinamento e objetivo ao qual Jesus veio! engloba tudo gente!!

(Segue Jesus, e seus ensinamentos que nenhuma dúvida pairá sobre sua cabeça..)

Então nessa polêmica, fiquemos atento para ao invés de ser mais um que quer se sobressair as custas das escrituras, falemos do amor de Jesus por nós, do seu sacrifico, de todos os seus ensinamentos, da nossa espera nessa certeza que é sua volta!
E DO QUE REALMENTE ELE ESPERA DE NÓS..
Falemos da caridade, que Ele praticou, porque o dinheiro em si, traz consigo divisões, poder, autoritarismo, soberba, inveja, mesquinhes e bla..bla..bla..e tudo isso que vemos todos os dias na tv ou pertinho de nós..

quem de fato le a Biblia, e se interessa pelo amor Desse Deus maravilhoso, e quer te-Lo consigo por toda eternidade, bem sabe o que deve ser feito, e está interado do que Deus espera de nós tds!
O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER..
Nada adianta vc bater no peito e pagar o dizimo, e ser infiel, à esposa, ao patrão, ao seus filhos, ao empregado, aos irmãos e a toda uma igreja e etc..

nada adianta vc dizer que está devolvendo a Deus, ja que tudo é Dele..
pelo teu coração, esse sim, voce será julgado, pela tua lingua, pelo teu pensamento, pelo teu agir, pois Deus é dono do ouro e prata, e de tudo o que há neste mundo..
Ele nos sonda!e para ver, se adiantou pra nossa vida, tudo o que Jesus passou aqui, para nos ensinar..

Não fique estagnado neste assunto, onde sempre haverá gdes divisões de idéias e ideais..

Busque mais..Medite mais..estude mais..Use mais seu tempo para se instruir e poder ser chamado de "filho de Deus e deixar de ser ciratura"..

MEDITE: e avance cada dia mais..

"Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as cousas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas cousas lá do alto, mas não nas que são da terra" (Colossenses 3:1-2).


fiquem na Paz que vem do Alto, desculpem-me a ignorancia, ou se não consegui me expressar como gostaria..


mary




bjaum

carolina bruna disse...

Quando jesus foi morto seu corpo foi envolvido por um manto que foi ofertado, ao terceiro dia o tumulo estava aberto e dentro dele apenas o manto, a prova da ressurreição.
Que nós possamos ver além do tradicional.
Um dia meu esposo e eu faziamos compra no mercado e a moça da fila do caixa na nossa frente tinha uma cesta com poucos produtos e dinheiro contado na mão, ela teve que escolher alguns e deixar outros, meu esposo se ofereu pra pagar o restante e insistiu para que ela aceitasse ela muito constragida aceitou e agradeceu e tenho certeza que Jesus entedeu o gesto do meu esposo como oferta.

SANDRO!!!! disse...

UMA BENÇÃO SEU BLOG... JÁ ESTOU SEGUINDO... VISITE http://pbsandrooliveira.blogspot.com/ e deixe um comentário.... um grande abraço na Paz do Senhor!!!

Blog Douglas Diniz disse...

Irmão James... seu artigo é bom e oportuno. Em meu blog há um artigo que fiz sobre o dízimo, talvez lhe seja útil de alguma forma. Um forte abraço, em Cristo.

principe_da_paz disse...

Querido irmão há muitas coisas que dividem o corpo de Cristo, diferenças teológicas, prdestinação ou livre arbítrio, pentecostes ou não, Pastores ou Reverendos.

Mas há também uma que une todas:

Une protestantes, evangélicos e sectários, chama-se INTERESSE!

O dízimo é um desses, nessa hora dividimos a lei, e isso "caiu" , mas isso ficou. Isso é cois para judeu, Não essa outra é para a Igreja.

Em Ml 3:9 Para os pastores e lideres denominacionais não está escrito ESTA NAÇÂO, está escrito "TODAS AS NAÇÔES !!!!!"

Graça e Paz

Vanderlei dos Santos disse...

Olá, não faltam debates sobre o tema "dinheiro" na igreja, seja quem fala de dízimos, de ofertas ou de qualquer outra coisa... mas se envolve dinheiro interessados dos dois lados montam suas defesas. Quem apóia traz versículos, quem contraria traz também... será que a questão é interpretativa? Vejo que não. Quando leio os comentários tenho a impressão de que os autores tem "duas vidas", uma espiritual onde tudo é de graça e outra material que sempre associam a lei, mas temos uma só vida... comentários óbvios como "não adianta dizimar e ser infiel no casamento" revelam um tipo de compensação, não há compensação, temos uma só vida e não podemos vacilar em nenhuma área dela deliberadamente. Eu tenho fé pra contribuir com certeza, pois se entreguei minha vida devo entregar tudo que faz parte dela. O pior enganador não é o líder que usa mal sua oferta, e sim o liderado que se engana ficando com 100% a mercê de sua razão, qualquer um que tem na abolição da lei dos 10% a justificativa pra contribuir com menos que isso deve rever se no resto da sua vida também não está sendo economico para com Deus... um forte abraço.