Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 28.mai.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Judá e por quatro, não retirarei o castigo, porque rejeitaram a lei do SENHOR e não guardaram os seus estatutos; antes, se deixaram enganar por suas próprias mentiras, após as quais andaram seus pais.
[Ezequiel 20.24,13,16; 2Reis 17.19; Isaías 28.15]
Por isso, porei fogo a Judá, e ele consumirá os palácios de Jerusalém.
[Jeremias 17.27; Oseias 8.14]
Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]

[655,000]

abril 24, 2008

Púlpitos Assembleianos...

...
O que estamos presenciando nos púlpitos assembleianos é o que podemos definir pela teologia da confissão positiva, ou a da prosperidade, ou a consagração das ‘pastoras’, pois, o que presenciamos nestas, como tantas outras teologias, que procuram distanciar o homem da Salvação graciosa de Deus, se encaixa como luva nos púlpitos da grande maioria das Assembléias de Deus.

Continuarei afirmando o que sempre digo, o grande problema da maioria das Assembléias de Deus é o grande número de ‘pastores acadêmicos’, ‘pastores teólogos’...

Os grandes nomes assembleianos, que por sinal é o maior dentro os 'pregadores ilustres' da atualidade, divulgam a Palavra de Deus conforme seu bel-prazer, conforme lhes bem agrada, conforme seus fins lucrativos e suas posições hierárquicas, “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.” (2Timóteo 3.1-5).

Alguns do meio assembleiano rotularam-se entre meia dúzia de acadêmicos, faz lembrar-me o que disse o pr. Zwinglio, ‘sectaristas vaidosos que comungam com suas posições infantis e heréticas, pensam que são os donos da verdade, que são os melhores exegetas do mundo, que são o depósito da fé, que são os preferidos do SENHOR... ’, mas, sobre estes nos relata a Palavra de Deus “Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.” (2Timóteo 3.7)

Alguns assembleianos defendem ‘pastores/conferencistas’ pregadores da teologia da prosperidade como ilustres, defendem ‘pastores/lideres’ que se abstém de expor suas posições quanto às mulheres ‘pastoras’ para manterem suas posições eclesiásticas, e sobre estes homens meditando na Palavra de Deus, e, tomando a Palavra como nosso escudo da fé, ouviremos o que o Espírito nos diz “...Destes afasta-te.” (2Timóteo 3.5)

Amados, há na maioria das igrejas assembleianas, a falta de ‘Pastores Espirituais’ que defenda a fé em CRISTO, e JESUS como nosso ILUSTRE e AMADO SALVADOR, e estes ‘Pastores Espirituais’ não são lapidados em bancos de faculdade, estes ‘Pastores Espirituais’ são provados no “fogo”, fortalecidos em jejuns e orações, e, não em cursos e seminários de Teologia. A busca do conhecimento acadêmico teológico é conseqüência de uma vida em temor a Deus...

Verdadeiros Pastores que tenham na Bíblia seu único instrumento de justiça, verdade, entendimento e sabedoria, homens que não busquem a Bíblia para suporte de seus egos excêntricos, acadêmicos e exibicionistas.

Finalmente, os grandes e ilustres pastores, pregadores e blogueiros intelectuais, assembleianos, deveriam ter a humildade que teve o grande profeta messiânico Isaías quando assim nos revela “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento.” (Isaías 40.28)

James. Membro da Assembléia de Deus.
...

3 comentários:

Lucimauro*Assembléia de Deus disse...

Amado james, a paz do Senhor.
parabéns pelo blog,ótima postagem.
concordo plenamente com a sua indignação,o que realmente tem faltado em nossas assembléias,são pastores sinceros amantes da palavra e da humildade,caracteristicas notórias de nosso Senhor Jesus cristo.
Meu amigo,tenho me identificado muito com vc,gostaria de receber via e-mail,uma foto sua,vc tem orkut?
se tiver me add,ele possui o mesmo nome do meu blog.
fica na paz e um ótimo final de semana.
Daquele que ama a assembléia de Deus e seus orgãos históricos.

Antonio Tadeu Ayres disse...

Prezado irmão James:

Li com atenção o seu post. Cresci e fui criado nas Assembléias de Deus.

Hoje porém, estou fora dela porquanto conheço bem essa realidade que você coloca.

A igreja na qual estou hoje não se confessa pentecostal, mas, pelo menos, é muito mais ética.

Desejo, no entanto, fazer-lhe uma crítica construtiva: Você generaliza.

Nem todas as Assembléias de Deus adotam essa postura e nem todos os seus pastores concordam tampouco com ela.

Existem verdadeiros homens de Deus ainda nos púlpitos das Assembléias de Deus.

São o "remanescente", que sempre existirá.

Forte abraço!

Forte abraço!

james disse...

Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo, irmão Antonio Tadeu.

Notei por sua mensagem a sinceridade de quem viveu a imposição assembleiana...

Outrossim, quanto a doutrina "pentescostal", não vejo que haveria algum ganho espiritual, pois, esta, carrega-se de ordenanças de homens, e, Jesus nos disse que somos livres destas ordenanças...

Ainda, entendo que não generalizo muito, note que tomamos cuidado neste particular, quando afimamos:

... o grande problema da maioria das Assembléias...

... Alguns do meio assembleiano...

... Alguns assembleianos defendem...

... há na maioria das igrejas assembleianas...

Finalmente, quando assinei este texto eu era assembleiano...

Deus o abençoe e aos seus ricamente, e por sua rica visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.
James.