Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 10.jul.2017, Mateus 5

EU, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bem-dizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; [Lucas 23.34; 6.27-28; Atos 7.60; Romanos 12.14; 1Pedro 3.9; Salmos 7.4]
Para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus;
porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[Lucas 6.35; Atos 14.17; Mateus 5.9; Jó 25.3; Salmos 145.9]
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? [Lucas 6.32-35; Mateus 6.1; 9.10-11; 11.19; 18.17]
E, se saudares unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? [Mateus 5.20; Lucas 6.32; 10.4-5; 1Pedro 2.20]
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso PAI que está nos céus. [Levítico 19.2; Colossenses 1.28; Gênesis 17.1; Deuteronômio 18.13; Lucas 6.36]

[664,370]

janeiro 04, 2014


Alguns discípulos testemunharam CRISTO ressurreto, duvidaram.
Que diremos dos que buscam aos lugares apelidados de igrejas??!!

[369,663]

Contexto em Mateus 28:

"E os onze discípulos partiram para a Galiléia,
para o monte que JESUS lhes tinha designado.
E, quando O viram, O adoraram;
mas alguns duvidaram.
E, chegando-se JESUS, falou-lhes, dizendo:
É-me dado todo o poder no céu e na terra.
"

É de certa forma incompreensível, ou, difícil de entender, quando meditamos em esta passagem bíblica, a qual testifica que discípulos mesmo tendo presenciado nosso SENHOR ressurreto, alguns duvidaram, indiferente ainda em terem convivido com milagres e compartilhado dos ensinamentos de CRISTO, in loco.

E, por que fazemos referência dos que buscam e frequentam lugares apelidados de 'igrejas', a igreja instituição?

Simples!!
Afinal, a maioria que invariavelmente não deixam de ir amiúde, frequentemente, muitas vezes, nestes locais, por vezes, e quase sempre (se é que seja quase) defende a unhas e dentes estes espaços, não aceitam que seus lideres sejam criticados, apoiam sobremaneira suas atitudes e discursos religiosos, seguem cegamente tudo quanto as lideranças eclesiásticas anunciam nos patamares elevados (que chamam em erro e engano de "altar");

Muitas das vezes, dizem que estamos generalizando, mas, toda exceção tem sua regra (nem sempre)!!

Com base nos discípulos incrédulos, notamos que os frequentadores, membros da igreja instituição (igrejas evangélicas, arraiais e comunidades evangélicas, católica, e tantas outras) possuem a mesma incredulidade com referência a CRISTO, por que demonstram seus conhecimentos e debates e ensinos baseados unicamente em seus lideres, homens religiosos, não aceitam que se faça julgamento segundo a reta justiça [João 7.24], criticam de forma arbitrária e até chegam (inclusive pastores) a agredir por nossas intervenções e postura de não aceitarmos as esdrúxulas e patéticas ações anti bíblicas que praticam; e por assim dizer:

# os evangélicos, em sua maioria, vivem de ensinamentos oriundos da igreja mãe, a católica, acreditam somente em seus lideres, agarram com amor supremo o prédio (templo) com nome de 'igreja', procuram barganhar com DEUS e (requerendo) vivem para receber (supostas) bênçãos terrenas, desprezam a promessa de uma vida vindoura, a vida eterna [1João 2.25]
# os católicos, mesmo tendo em suas Bíblias, no livro Sabedoria (cap. 13), a expressão: "Infelizes aqueles que depositam a esperança em coisas mortas, e invocam como deuses as obras de mãos humanas: coisas de ouro e prata, trabalhadas com arte", ainda assim, depositam confiança em pessoas que já morreram (como, por exemplo, Maria) e em suas imagens de escultura; lembrando que para eles, CRISTO ainda está crucificado;
# os espíritas, por sua vez, dizem ouvir (enganam a outrem) e acreditam em pessoas mortas; 
# e muitos outros do sistema religioso por aí afora...

É, sem dúvida alguma, que dizemos respaldados pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia], que os locais apelidados de 'igrejas' (igreja instituição, as instituições religiosas, e tudo quanto há imposição humana, religiosa) sendo lugares onde há defunção, ou, espaços que fabricam morte espiritual de pessoas;

Ora, se alguns dos próprios discípulos que viveram e testemunharam a ressurreição de CRISTO, apesar disto, duvidaram, que diremos, pois, destes que não vêem ao SENHOR e se permitem em acreditar em tudo, tudo mesmo, o que dizem homens com títulos eclesiásticos, religiosos [pastor, bispo, padre, apóstolo, missionário, médium, reverendo]; os evangélicos e tantos outros acreditam fielmente nas lideranças eclesiásticas com suas crendices, fundamentalismo, legalismo, sofisma, dogmas, como que precisam ver, apalpar alguém ou algo para terem fé??

Pois quê, vivem e aceitam atitudes e discursos carnais, que se conformam com códigos, rituais, regras, com propósitos a exaltar às pessoas, como seus lideres que se exaltam a si mesmos, querem e requerem merecimentos, necessitam ganhos de méritos, em detrimento a glorificar a DEUS, menosprezando o que importa, que CRISTO cresça e nós, diminuímos.

Muitos se dizem convertidos, porém, vivem pelo ensino da submissão a lei (mosaica; em rituais, cerimônias, vestimentas, dízimos), desprezam o sofrimento vicário de CRISTO, renegando a salvação pelo FILHO de DEUS, na intervenção da suposta salvação pela lei oriunda de suas lideranças eclesiásticas!!



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


2 comentários:

Presbítero Santos disse...

Amém, irmão James.
Realmente, a maioria dos que buscam as instituições religiosas, não estão interessados em D'us, mas sim, tentar resolver problemas terrenos, há alguns poucos que ainda vislumbram ao Criador, entretanto, se deixam levar pelos ensinos espúrios religiosos.
pb Santos.

o crente disse...

Deus o abençoe, irmão James.

Infelizmente é o que afirma no texto, muitos não buscam a Deus, e sim sua benesses, ou o que vem sem trabalho.