Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.mar.2017, Mateus 18

Porque o FILHO do homem veio salvar o que se tinha perdido.
[Lucas 19.10,56; Mateus 9.12-13; 10.6; 15.24]
Que vos parece? Se algum homem tiver cem ovelhas, e uma delas se desgarrar, não irá pelos montes, deixando as noventa e nove, em busca da que se desgarrou?
[Lucas 15.4-7; Ezequiel 34.12; Mateus 21.28; 1Reis 21.17]
E, se porventura a acha, em verdade vos digo que maior prazer tem por aquela, do que pelas noventa e nove que se não desgarraram.
[Salmos 147.11; Isaías 53.11; 62.5; Jeremias 32.37-41]
Assim também não é a vontade de vosso PAI, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca.
[João 17.12; Isaías 40.11; Zacarias 13.7; Mateus 5.16]

[611,265]

novembro 26, 2012

Dízimos e ofertas, quem entrega em “igrejas” é menino na fé

[289407]

É de dar nojo o que tem feito os evangélicos com dízimos e ofertas; um ensino e exigência disfarçados em ser de coração que não tem respaldo bíblico.

Dízimos são bíblicos; Abraão entregou dízimo de despojo de guerra a Melquisedeque que cuja genealogia não é contada entre eles [Hebreus 7]. Cristo não se glorificou a Si mesmo, para se fazer Sumo sacerdote, mas, é Sumo sacerdote segundo a ordem deste Melquisedeque [Hebreus 5].

Porém, qual pastor, bispo, missionário ou apóstolo do século XXI, são figuras de Cristo e possuem o mesmo atributo de Melquisedeque para receber dízimos ou ofertas??
Nenhum!!

Os ministros do evangelho segundo Efésios [4.11] (pastores, bispos, missionários) recebem “autoridade” de Deus para levarem as pessoas a Cristo e velar por elas [Hebreus 13], mas, não há testemunho bíblico de que devem receber dízimos e ofertas para compras de terrenos, construção de templos, carros e aviões, pagamento de funcionários, papel higiênico, material de escritório, sustento de família...

Os irmãos da Igreja [Ekklēsia] que nos testifica a Palavra de Deus [contida na Bíblia], vendiam suas propriedades e dividiam entre os menos favorecidos [Atos 4], entretanto, os lugares apelidados de “igrejas” (igrejas ou comunidades evangélicas) retiram dos pobres seus dízimos e ofertas para a manutenção de prédios, compra de propriedades, e mais uma infinidade de aquisições que Deus não ordenou. Pobres e miseráveis pessoas que são dizimistas em lugares apelidados de “igrejas”.

São fortunas em dízimos e ofertas gastas em “obras” que de Deus nada possuem;

Os ministros evangélicos (pastores, bispos, missionários, reverendos ou apóstolos do século XXI) enganam o povão dizendo que os lugares apelidados de ou instituições religiosas com placas de “igrejas” (igreja instituição, física) são “obra” de Deus, nada mais maligno e fraudulento;

Sejamos, pois, desobedientes a "deus", não ao Deus de Abraão, Deus de Isaque, Deus de Jacó, mas, ao "deus" deste século que cegou o entendimento, não somente dos incrédulos, mas dos que querem ser servidos por Deus pela barganha dizimista...

Deus não ordenou a construção de nenhum lugar e dar-lhe o nome de “igreja”, não há testemunho bíblico sobre isto; quem ensina, recolhe dízimos e ofertas para construção ou manutenção de lugares apelidados de “igrejas” é mentiroso, portanto, o diabo é seu pai.

Entendam que a Igreja de Deus não é um prédio.

Cristo e os apóstolos (que viveram com Cristo) não ensinaram que se deve recolher dízimos e ofertas para a construção ou manutenção de lugares apelidados de ou instituições religiosas com placas de “igrejas” (igreja instituição, física);

Deus irá cobrar das mãos dos que ensinam e recolhem estas besteiras de dízimos e ofertas para uma obra que Deus não ordenou, falsos profetas, como irá cobrar daqueles que entregam seus dízimos e ofertas como cúmplices destes falsos profetas, pois, se entregam dízimos e ofertas é por que são coniventes com quem recebe!!

Jesus disse aos crentes que carreguem sua cruz [Lucas 14], os evangélicos e seus lideres, com seus dízimos e ofertas querem viver um vida regalada a prosperidade material.


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Deus eternamente;
Nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.


.

6 comentários:

Reginaldo Barbosa disse...

Eu louvo ao Deus eterno por haver me feito abrir os olhos em relação a essa heresia e que por muitas vezes defendi e até ensinei (já pedi perdão por esse erro).

Muitos dos que se diziam meu irmãos, foram orientados a não ter comunhão comigo, pois, na visão da liderança eu me tornei um herege e apostatei da fé por negar a "doutrina do dizimo".

Me conforta saber que o Mestre também passou pelas mesmas afrontas por ensinar a Verdade e eu não sou maior que Ele.

Mas, a Verdade prevalecerá e Deus ainda há de abrir os olhos de muitos para que vejam a glória de Deus e nós somos o instrumento que Ele está usando para tal.

lú disse...

James, uma pequena obsevação ok? Domingo fui na igreja Batista que se chama Getsêmani em Belo Horizonte MG, a convite novamente de uma pessoa, pois gosto de ver o que está acontecendo com as chamadas "igrejas evangélicas". Assisti o "culto" que para mim parecia uma missa Católica um encontro social, das 07:45h da manhã.
Meu irmão! Parecia um funeral lá dentro, o pastor que pregava não tinha unção de Deus nenhuma, só falava de prosperidade do seu emprego, a Palavra de Deus foi dita pouquíssima vezes, e o pastor misturava sua vida pessoal com a Palavra de Deus, uma salada mista insuportável, e os membros esquentadores de bancos, os de sempre, parecendo múmias com cabrestos.
Está Igreja está Morta espiritualmente, juntamente com os membros.
Uma pergunta que não quer calar:
É certo dar dízimo onde o Espírito Santo não está, onde Jesus está em segundo plano e o homem carnal a atração especial?
É certo dá dízimo se não há Palavra de Deus original neste lugar?
É certo dá dízimo se o louvor é para homens canais, para sua glória pessoal?
James, esta igreja Getsêmani está como a Verdadeira Laodicéia do Apocalipse, (morna), e para ela mando o versículo do Apocalipse 3.16; e digo mais, para mim, esta igreja está morta espiritualmente, e viva na carnalidade do egoísmo, competição entre pastores, avarezas total, e doutrinas duvidosas.
Teve um pastor que falou assim: Aqui é uma panelinha entre pastores, ele falou isto publicamente no púlpito eu vi isto.
Olha que ponto chegou a pessoa de falar isto.
O que sei foi que ouvi a "mensagem" que para mim era um oratório parecendo os da faculdade dos formandos.
Meu deu vontade de ir embora, pois não aguentava mais de ouvir falar de prosperidade e bla bla bla, e o pior, ouvir falar de prosperidade do pastor o que estava falando.
É de dar nojo!
Fiquei lá por consideração a pessoa com quem eu estava.
James, as igrejas de parede estão mortas espiritualmente, quase todas ou todas.
Maranata Jesus!
Jesus Cristo andava com Judas e Judas carregava uma sacola com dinheiro para dar aos pobres, está escrito na Palavra de Deus.
O Evangelho de Jesus Cristo não concentrava-se em dinheiro, e sim em salvação das almas dos homens perdidos, e ajudar os necessitados.
Quando Jesus entrou no templo o que deu, jogou tudo para cima, pois faziam do templo de oração, templo de comércio como fazem hoje as igrejas.
Olhas as igrejas do passado que eram uma Verdadeira bagunça, algumas se salvavam, quanta dor de cabeça deram para os apóstolos.
Igreja de Cristo é: Onde estiver dois ou mais reunidos em meu nome lá eu estarei, e ponto final.
O resto, é igrejas que são encontro social, e avarezas sem limites, os membros gostam e deliram com a mornidão espiritual, pois não incomoda ninguém que está errado!
Novamente digo: Maranata Jesus Cristo.


Nike disse...

James, o negocio é interessante! Os evangélicos líderes de igrejas pastores, bispos etc pançudos, gordos de tanto comer do bom e do melhor a custas dos outros, com mordomias total, falam que o dízimo é uma obrigação, e para manutenção da igreja; mas na realidade é para manutenção dos pastores e família ficarem ricos sem trabalhar.
Os dízimos no Antigo testamento era para manutenção dos sacerdotes e levitas, mesmo assim os levitas eram lesados, os sacerdotes davam o cano neles, e não davam a parte aos levitas, que ficavam chupando dedo.
A sacanagem de dar o cano, lesar, já começou lá, e está até hoje nas igrejas evangélicas.
E tem mais, eles os sacerdotes e CIA, usavam os dízimos em dinheiro que eram depositado pelos Israelitas para obra de Deus e usavam para uso próprio em construções de residências e reforma de suas residências, é por isto que Malaquias diz que estavam roubando de Deus.
Já no Novo testamento, não se fala ora alguma que tem que dar o dízimo 10% parte, diz como o apóstolo Paulo falou, contribui com alegria, dar com alegria em ofertar, e não fala em dar dízimo.
Em momento algum, as igrejas do Novo Testamento fala em depositar dízimo nas igrejas primitivas, e sim falam em ofertas com alegria, para ajudar os necessitados e os apóstolos.
As ofertas das igrejas ajudaram o apóstolo Paulo e demais apóstolos varias vezes.
Jesus Cristo andava com Judas com uma bolsa com dinheiro para distribuir aos pobres necessitados.
O evangelho não é dinheiro e sim poder do Espírito Santo para salvação dos homens perdidos.
O evangelho de Jesus foi direcionado para os pobres e necessitados.
Como diz as Escrituras Sagradas, que: É mais fácil um camelo passar num fundo de uma agulha, do que o rico entrar no reino dos céus.
Essa de dízimo é para pastor ficar gordo, milionários, e de quebra fazem passeios marítimos gospel constantemente, as custas dos outros.
Falando aberto curto e grosso: ( As custos dos trochas membros de igrejas ).
Idiotas!

Noemi disse...

Les visito de El Salvador Centroamerica,desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
COMPARTO MI TESTIMONIO PARA LA GLORIA DE DIOS.
RECIBAN MUCHISIMAS BENDICIONES DE NUESTRO PADRE CELESTIAL

Discípulo de Cristo disse...

RESPONDENDO A IRMÃ LÚ

"Uma pergunta que não quer calar:
É certo dar dízimo onde o Espírito Santo não está, onde Jesus está em segundo plano e o homem carnal a atração especial?
É certo dá dízimo se não há Palavra de Deus original neste lugar?
É certo dá dízimo se o louvor é para homens carnais, para sua glória pessoal?"

Irmã Lú, sei que a pergunta acima foi direcionada ao irmão James, entretanto, gostaria da permissão de ambos para iniciar uma resposta, a um tema tão carente de explicação, como é o caso da HERESIA DA IMPOSIÇÃO DO DÍZIMO na Igreja neotestamentária.

Acredito que a pergunta deveria ser feita desta forma:

"É certo dar OFERTAS onde o Espírito Santo não está, onde Jesus está em segundo plano e o homem carnal a atração especial?
É certo dá OFERTAS se não há Palavra de Deus original neste lugar?
É certo dá OFERTAS se o louvor é para homens canais, para sua glória pessoal?"

Quanto a questão do dízimo, isto está fora de cogitação, pois o mesmo foi abolido por Jesus na Cruz do Calvário.

Portanto:
CADA UM CONTRIBUA SEGUNDO TIVER PROPOSTO EM SEU CORAÇÃO, NÃO COM TRISTEZA OU POR NECESSIDADE; PORQUE DEUS AMA A QUEM DÁ COM ALEGRIA.
II Cor 9. 7

Sabendo-se que:
AQUELE QUE SEMEIA POUCO POUCO TAMBÉM CEIFARÁ; E O QUE SEMEIA COM FARTURA COM ABUNDÂNCIA TAMBÉM CEIFARÁ.
II Cor 9. 6

P.S. É evidente que devemos contribuir com OFERTAS DE JUSTIÇA somente para propagação do verdadeiro EVANGELHO, mediante pastoreio espiritual e amor ao próximo, onde a "igreja templo" feita por mãos humanas, não queira usurpar a verdadeira IGREJA, que é o CORPO DE CRISTO, na qual cada um de nós corresponde ao verdadeiro Templo, cuja habitação é do Espírito Santo.

Paz Seja Contigo,
J.C.de Araújo Jorge

Crente desigrejado™, James disse...

.

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.


Irmãos J.C.de Araújo Jorge e ,

O texto já afirma meu entendimento, quem entrega dinheiro em lugares apelidados de “igrejas”, seja em forma de dízimos ou ofertas, é menino na fé...

A Palavra de Deus [contida na Bíblia] não contempla a nenhum homem, seja quem for, de fundar ou criar lugares e dar-lhes o nome de “igreja “, e porquanto, jamais poderão receber ou pedir dízimos...

Sobre os lugares, que o irmão J.C.de Araújo Jorge afirma “igreja templo feita por mãos humanas não querendo usurpar da verdadeira IGREJA", entendo que jamais terão respaldo bíblico para pedirem ou receberem dízimos... afinal, estes lugares somente são locais de reuniões; entretanto, poder-se-á fazerem coletas de ofertas para ajuda aos pobres e necessitados, nada mais que isto, pois, é o que testifica a Palavra em 2Coríntios 8.

Quem quer um lugar para reuniões de irmãos em Cristo, que arque com o dispêndio monetário e não sobrecarregue a “Igreja” com pedido de dinheiro para manutenção do local, ou é de Deus ou não é, se for de Deus, haverá como mantê-lo;

Aliás, a questão das ofertas quando se usa o versículo de 2Coríntios 9.7, foi feito uma mudança da palavra "faça" que ficou no lugar, a palavra "contribua".
No original grego a palavra correta é "faça" e não "contribua" e tem Bíblias mais antigas que contém a palavra "faça".

A SBB trabalha de acordo ao gosto do cliente, é só um fundador de "igrejas" exigir uma correção de um versículo, para modificar a verdadeira fonte para manipular de acordo com os seus escrúpulos.


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Deus eternamente;
Nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.


James, crente desigrejado™ (desvinculado de lugares apelidados de "igrejas", a "igreja instituição" ou instituições religiosas com placas de igrejas).
Site Jesus, o maior Amor
Site DESIGREJADOS
Site Adoradores em Casas
Orkut Adoradores em Casas
Facebook Adoradores em Casas
Twitter Adoradores em Casas
Site EVANGÉLICOS, ingrejados
Site Escândalos Religiosos
Site Quando a Igreja é roubada

...
..
.