Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 06.ago.2017, João 6

Disse-lhes pois JESUS: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu;
mas Meu PAI vos dá o verdadeiro pão do céu.
[Êxodo 16.4,8; Salmos 78.23; João 1.9; 6.33,35]
Porque o pão de DEUS é aquELE que desce do céu e dá vida ao mundo.
Porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[João 6.50; 1João 1.1-2]
Disseram-lhe pois: SENHOR, dá-nos sempre desse pão.[João 4.15; Salmos 4.6]
E JESUS lhes disse: EU SOU o pão da vida; aquele que vem a MIM não terá fome;
e quem crê em MIM nunca terá sede.
[Mateus 11.28; João 5.40; 6.41; Apocalipse 7.16; Isaías 49.10; 55.1-3]

[669,530]

setembro 19, 2012

A teologia nem sempre é a verdade de Deus.

[268640]

É louvável que as pessoas estudem a Palavra de Deus??
Certamente, e necessário se faz.

Entretanto, temos que abrir parênteses para as coisas que são de Deus e as que são de homens, e neste meio, inclui-se a teologia.

Deus requer de todos, os que professam a Cristo como Senhor e Salvador, que busquemos o entendimento de Sua Palavra [contida na Bíblia]; meditando dia e noite [Josué 1], em estudos sistemáticos da Palavra, até que todos “cheguemos a unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, a medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente”.

É necessário entender que a Bíblia, pelo passar dos séculos, sofreu e sofre diversas alterações, e os estudos acadêmicos teológicos são sem dúvidas baseados na Bíblia, e, por conseguinte, elaborados por homens e estes estudos coadunam com as tradições, usos e costumes da igreja instituição e divididos por denominações e instituições religiosas (lugares apelidados de ‘igrejas’), como as batistas, as assembleianas, as pentecostais, as reformadas, blá, blá, blá.

E para esclarecimento, as instituições religiosas (lugares apelidados de ‘igrejas’, a igreja instituição) requerem para os candidatos aos cargos eclesiásticos (pastores, presbitério, diaconato) que façam cursos teológicos, e sempre, estes cursos serão em conformidade com a denominação, ou, a teologia direcionada as tradições religiosas;

Não devemos menosprezar aos que possuem estudos acadêmicos, teológicos, porém, isto não é fundamento para que o indivíduo se ache “homem de Deus”; não é fundamento para que o pastor ou pregador teólogo se ache o néctar da sabedoria...

Afinal, o Senhor Deus tem chamado e capacitado aos que Lhe amam, e joga por terra toda a soberba da sabedoria teológica, testificando pela Palavra que, a capacidade dos Seus servos não é medida por estudos teológicos, títulos eclesiásticos e canudos acadêmicos, pois, é o SENHOR quem capacita a quem escolheu.

Moisés: “ Então disse Moisés ao SENHOR: Ah, meu Senhor! eu não sou homem eloquente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua. E disse-lhe o SENHOR: Quem fez a boca do homem? ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o SENHOR? Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.” [Êxodo 4]

Isaías: “Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos. Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniquidade foi tirada, e expiado o teu pecado.” [Isaías 6]

Jeremias: “Então disse eu: Ah, Senhor DEUS! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino. Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.” [Jeremias 1]

Aos que possuem estudos teológicos, acadêmicos, títulos honoris causa, são letrados nos mais diversos cursos de divindade, conhecem hebraico, digo que, em nada influencia a ser ou não de Deus, apenas são coisas pessoais, de cunho restrito a quem os possui; porquanto, guarde-os para si mesmos.

Por fim, a teologia traz conhecimento, sabedoria, as pessoas conhecem a Deus, entretanto, sem temor, apenas conhecem da existência de Deus;
Porém, de Deus, buscamos e somos capacitados ao entendimento pela Sua Palavra e assim, passamos a servir ao SENHOR com temor, e alegramos com tremor.


Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Deus eternamente; nos interesses da Igreja que Cristo edificou. Amém.


Coadunar
1 Juntar em um.
2 Conciliar.
3 Ligar.
4 Combinar.


6 comentários:

Georges disse...

Excelente texo, que serve para tapar a boa de certos boquirrotos que andam por aí a cheirar Bíblias, dizendo ser "pastores"; outros que vivem comentando nos mais diversos blogs e portais de noticias, trocando de nome a daca dia, alegando serem "missionários" e "bacharéis em teologia", formados há 30 anos, conhecedores do hebraico, do grego e do aramaico... entretanto, nada sabem do Espírito Santo, da salvação da alma, da obra de Jesus. Que Deus tenha misericóridia de Seu povo, e nos dê entendimento e discernmento na Palavra Viva.

REUNIDOS EM NOME DO SENHOR JESUS disse...

CORRETÍSSIMO

ABRAÇOS DO IRMÃO DJALMA QUE É PELA VERDADE, POIS NADA OU NINGUÉM PODERÁ DERRUBAR A VERDADE, PASSA TODAS AS COISAS MAS A PALAVRA DE DEUS, SUA VERDADE PERMANECERÁ.

Discípulo de Cristo disse...

Estimado irmão James

Concordo com a totalidade do seu artigo e o parabenizo pela postagem.

Permita-me contribuir com algumas considerações sobre o tema da teologia acadêmica.

O que tenho observado é que, esses tais teólogos consideram como "pais da igreja" filósofos católicos, deixando em segundo plano os apóstolos da Igreja primitiva, assim como Pedro, Tiago, João e principalmente o apóstolo Paulo, sistematizador do novo testamento, e por conseguinte, doutrinador da igreja gentílica.

Também os mesmos teólogos nos consideram reformados, o que também discordo, pois a igreja primitiva não está vinculada as doutrinas de Martinho Lutero, o qual quis reformar a ex virgem de Roma que tornou-se na grande prostituta católica.

Segundo minha compreensão, o diabo não conhece a Palavra de Deus, mas somente a letra, assim como os teólogos de plantão; pois, a Palavra revelada se discerne pelo Espírito Santo e não por teologia humana.

Paz Seja Contigo,
J.C.de Araújo Jorge

Carlos Eduardo (Jota) disse...

muito bom texto irmão James... concordo plenamente, eu até tinha uma vontade de fazer um curso de Teologia a algum tempo atrás, mas isso valeria pra quem? para os homens? para o mundo?

Isso como voce disse são coisas de homens, coisas do mundo...

Conservo da Palavra de Deus disse...

IGREJA.
Tito, como 1 e 2 Timóteo, é uma carta pessoal a um dos seus auxiliares mais jovens`. É chamada de "epístola pastoral " porque trata de assunto relacionado com a ordem e o ministério na igreja.
Tito um gentio convertido Gl 2.3, tornou-se íntimo companheiro do apóstolo Paulo no ministério apostólico. No fato de Tito ser um dos convertidos e fruto do ministério de paulo Tt 1.4, como Timóteo, é um cooperador de confiança 2 Co 8.23. O apóstolo Paulo e Tito trabalharam juntos por um breve período na ilha de Creta( sudoeste da Ásia Roma( ver introdução a I Tm(. Paulo deixou Tito em Creta CUIDANDO DA IGREJA ALI; Tt 1.5a que fala: Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam e, de cidade em cidade, estabelecesses presbíteros, como já te mandei.
Paulo escreveu primeiramente para instruir Tito na sua tarefa de pôr em ordem o que ele (Paulo) deixara inacabado nas igrejas em Creta, inclusive a instituição de presbíteros nessas igrejas Tt 1.5, e ajudar as igrejas a crescerem na fé, no conhecimento da Palavra da Verdade e em santidade; Tt 1.1.
Nesta epístola, Paulo examina quatro assuntos principais: Paulo "ENSINA" Tito a respeito do caráter e das qualificações espirituais necessárias a todos os que são separados para o ministério na igreja no templo.
Os pesbíteros devem ser homens piedosos, de caráter cristão na Palavra de Deus e na vida pessoal comprovado, e bem sucedidos na direção da sua família Tt 1.5-9. Paulo manda Tito " ENSINAR A SÃ DOUTRINA, REPREENDER E SILENCIAR FALSOS MESTRES Tt 1.10; 2.1.
Três características principais temos nesta epístola:
1- Dois breves resumos da verdadeira natureza da salvação em Jesus Cristo Tt 2.11-14; 3.4-7.
2- A igreja e o seu ministério devem estar edificados sobre firmes alicerces espirituais, teológicos e ético.
3- Contém uma das duas listas no NT enumerando as qualificações necessárias à direção da igreja; Tt 1.5-9; I Tm 3.1-13.
AS palavras " PRESBÍTEROS " NO GREGO É ( PRESBUTEROS ) E
" BISPO " no grego é ( EPISKOPOS v. 7) são equivalentes e se referam ao mesmo cargo eclesiático.
" PRESBÍTERO " indica a maturidade e dignidade espiritual necessárias ao cargo; " BISPO " se refere ao trabalho de supervisionar a igreja como administrador da casa de Deus; é por issso que Deus requer os mais altos padrões morais para os ministros da Igreja. Deus sabe que se os líderes da igreja não forem irrepreensíveis, os cristãos poderão se afastar da justiçã por causa da falta de exemplos piedosos, e espirituais que sirvam como modelos de vida para o cristão. O presbítero não somente deve estar à altura dos padrões bíblicos, morais e espirituais citados em Tt 1.6-8, como também deve comprometer-se a reter firme o testemunho apostólico original ao ensinar e liderar a igreja. Devem saber ENSINAR, ENCORAJAR E EXORTAR com a Palavra de Deus 2 Tm 4.2. os presbíteros devem saber corrigir os que ensinam coisas contrárias às Escrituras, a fim de conduzi-los à verdade; 2 Tm 2.24-26.

Observador da Palavra de Deus disse...

O comentarista que se intitula como o "CONSERVO DA PALAVRA DE DEUS", está um tanto quanto equivocado, pois em seu comentário, ele divagou sobre as recomendação do apóstolo Paulo para a função de presbítero.

Quanto ao tema: "Teologia nem sempre é a verdade de Deus", o mesmo não passou nem perto do assunto; parecendo com essa atitude, tratar-se de um "teólogo" que caiu de paraquedas na postagem publicada pelo irmão James.