abril 26, 2012

Pastores ungidos, azeite da unção dado em "igrejas", unção em tudo e a todos, bugigangas religiosas. Afinal, porque os evangélicos aceitam estas crendices??


[223485]

Os crentes creem em Deus para salvação de suas almas na pessoa do Filho Amado, jamais se deixam confundir ou iludir com recalcadas parafernálias dos religiosos, que inventam, vivem por fantasias, e neste sentido, milhões de evangélicos se tem feito de presas.

Cristo nos admoestou a que, os sinais seguirão aos que crerem; porquanto, é imprescindível nossa perseverança na Palavra de Deus, devemos dar lugar a que o Espírito Santo fale em nossos corações, e não que estejamos de ouvidos a ouvir qualquer coisa;

Não é por que o fulano ou ciclano usam um terno e tem cartirinha eclesiástica, ou que se diz pastor-chefe, ou se apresenta como oficial com autoridade hierárquica sejam alguma coisa; para mim não passam de miseráveis homens religiosos;

Os homens de Deus tem um chamado é de Deus, são escolhidos pelo SENHOR que lhes dá dons ministeriais [Efésios 4.10] e não é por escolha de outros homens, e muito menos por que fizeram cursetos teológicos, e muito menos por que são filhos, genros de outros pastores.

Nossa geração (este tempo presente) tem o privilégio em possuir, em cada lar, pelo menos um exemplar da Bíblia (livro que contém a Palavra de Deus, algumas com diversas alterações, mas temos), e mesmo assim, são milhões e milhões de pessoas que andam ouvindo qualquer baboseira que se fala nos palcos religiosos, que alguns chamam de púlpito, outros de altar (o certo é que, se estes lugares de vantagem concedido a alguns, com exclusão de outros, fossem um altar a Deus, por certo, o SENHOR já havia consumido todos a fogo, como fez nos tempos de Moisés aos seguidores de Coré, Números 16).

Pois bem, sabemos que a Igreja de Cristo são pessoas, única; a Palavra de Deus exorta em não nos dividir, “conhecendo Ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá” [Lucas 11], e neste sentido, Paulo afirma da Igreja [1Coríntios 1-12,13];

A “universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus” [Hebreus 12] está em todo lugar, santificados em Cristo Jesus, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso; porquanto, não se pode afirmar que a “igreja” é um lugar fixo, paredes fixas, um lugar geográfico.

Então, como sabemos pela Palavra de Deus da definição da Igreja; de que não tem um chamado divino qualquer um que se apresenta como pastor, bispo, apóstolo(??) ou seja lá o título que for; de que “altar” em lugares com placa de “igreja” não são de importância alguma; deve-se, todos, os que já conhecem a Deus e outros que O venham conhecer, por conseguinte, se precaver das gambérrias que homens religiosos têm criado para enganar multidões (e como enganam).

E, estas enganações, dentre outras são:

Ungidos de Deus
A Palavra de Deus não testifica que são ungidos do SENHOR os homens religiosos, os pastores, bispos, apóstolos(??);

Afinal, “não toqueis no ungido do Senhor” foi a referência que Davi fez de Saul, que foi ungido rei de Israel, porém, este mesmo Saul perdeu esta unção, que foi derramada sobre Davi [leia sobre estes reis, únicos ungidos pelo SENHOR em 1Samuel]...

Ora, “não toqueis no ungido do Senhor” é uma desculpa demoníaca que muitos líderes(??) evangélicos têm usado para esconder algo, aliás, é uma situação patética querer “tentar” amedrontar alguém com o cansativo “ungido do Senhor”, muitos tomam uma bruzuntada de óleo (de cozinha) na cabeça e se acham os ungidos da vez. É cômico, e triste saber que os evangélicos aceitam isto!!!

Unção de pastores
Ninguém tem condições diante de Deus a ficar ungindo a torto e a direito, ninguém tem como dar unção alguma; antes a Palavra de Deus afirma que a unção que recebemos é somente pelo Espírito Santo [1João 2.25];

A única situação pela unção (com azeite) que encontramos pelo testemunho e exortação da Palavra de Deus, é quanto aos enfermos [Tiago 5].

Azeite da unção
Quando se medita na Palavra de Deus, encontra-se em Êxodo 30.22-33, o relato sobre Deus determinando o azeite da Santa unção que tinha propósitos específicos na tenda da congregação, arca do Testemunho e na consagração dos sacerdotes;

Porém, é imprescindível salientar que o azeite da Santa unção não poderia ser usado afim de outros propósitos, e para tanto, adverte o SENHOR:
Não se ungirá com ele a carne do homem, nem fareis outro de semelhante composição; santo é, e será santo para vós.” [Êxodo 30.32]
Porquanto, não há procedentes bíblicos para se afirmar que um “óleo” seja o azeite da unção, e que há poder de Deus sobre ele, é presunção, rebeldia, insubordinação diante do SENHOR.

Bugigangas religiosas
Pulseiras, canetas, toalhas, martelos, vasos, “ungidos”??
Tudo quanto se “vende” (aliás, em mentira, pastores dizem que outros devem adquirir estas bugigangas como ofertas) nos lugares com placas de “igreja”, isto não tem propósito de Deus, é um comércio religioso que somente visa enriquecer os tais pastores, bispos, apóstolos(??);

Lugar com nome de “igreja”
Cristo veio ao mundo fazendo-se sacrifício para trazer salvação aos pecadores, e, portanto, quando O aceitamos como nosso Senhor e Salvador, nos abstemos das coisas do mundo, somos pertencentes a Igreja de Deus, Efésios 2, então, lugares com nome de “igreja” ou templos nomeados de “igreja” nada são, somente são lugares de encontro!!


Na verdade, muitos se acham afrontados com minhas mensagens, entretanto, somente quero demonstrar que Cristo veio ao mundo para salvação, e não para dar privilégios a uma meia dúzia de tolos religiosos...


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

Gambérria
sf 1 Rasteira; 2 Ação destinada a enganar alguém. = ARDIL, EMBUSTE, LOGRO, TRAPAÇA; 3 Disputa, briga.

Um comentário:

Construindo tudo com Deus disse...

Deus continue te abençoando mais e mais. visite e participe do meu blog: http://construindotudocomdeus.blogspot.com.br/

A paz!!