Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[628,570]

agosto 24, 2010

“... unjas os teus olhos com colírio, para que vejas

.
A nossa fé em Deus subsiste pela unção do Espírito Santo, e temos a certeza que ainda há homens que falam a verdade bíblica sem medo algum; e jamais será uma afronta, mas uma obrigação, lançarmos luz sobre as trevas;

Infelizmente, as trevas têm coberto grande parte da classe pastoral ou dos que estão a frente do rebanho de Deus, pois, estão tendo seus olhos untados pela ganância e pela sofreguidão e cobiça do poder.

E é neste sentido que, nos é necessário, conforme exortação do apóstolo Paulo, “fala o que convém à sã doutrina” [Tito 2].

O que tem trago “morte” a uma grande parcela dos que se dizem ser de Deus, é a TV, em seus muitos patéticos programas evangelísticos, e melhor ainda, em ser religioso, achando que, por ser um frequentador assíduo de uma denominação, estará isento da ira vindoura...

Alguns, ainda, no disparate, acreditam na salvação através de sua denominação (ou instituição religiosa com nome de igreja), porque, nestes locais encontramos por certo diversas doutrinas, como a da aparência, porque, todo caminho do “homem é reto aos seus olhos, mas o SENHOR sonda os corações” [Provérbios 21.2];

Como o engodo de achar que salvação está ligada as boas obras e caridade, acreditando que, para entrar no Reino de Deus, basta ajudar aos necessitados; a Palavra de Deus nos recomenda sim, amar ao próximo, é dever ajudá-los com nossas dádivas, no entanto, não podemos considerar isto como critério a salvação;

Assim, não é frequentar denominação (ou instituição religiosa com nome de igreja) ou fazer boas obras, que chegar-se-á a salvação, pois, a graça de Deus é que nos salvou, um favor não merecido; foi Cristo crucificado em nosso lugar, que nos trouxe salvação. Aleluia!! Por isso, toda honra e toda glória e todo louvor a Ele.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” [Efésios 2];

Favorável a preservação ou restauração da saúde espiritual, é entender que toda a humanidade é gerada em Adão, e, pois, por conseguinte, “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” [Romanos 3.23]; mas, o SENHOR por Sua infinita misericórdia, nos afirma que para restabelecer a comunhão com Deus [João 17.22], necessitamos renascer de novo, a exemplo de Nicodemos [João 3], precisamos ser gerados da Água (Palavra) e do Espírito (Deus).

É necessária e urgente a rejeição de qualquer doutrina alheia a Palavra de Deus, e ouvindo, aceitar o evangelho de Cristo, arrependendo-se;

Crer na mensagem anunciada, a salvação na pessoa de Jesus, é morrer com Cristo, e ser sepultado, biblicamente falando, batizado na morte de Cristo, o verdadeiro e único batismo para a salvação [“Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;” – Efésios 4.5], para ser possível cumprir a lei de Deus: “a alma que pecar, essa morrerá”.

Portanto, o novo homem é justificado não por obras (participar e frequentar denominações, guardar o sábado, fazer caridade, ser da descendência de Abraão, guardar doutrina criada pela denominação ou dízimos, por tipos de roupas e costumes, e mais uma infinidade de imposições humanas como obras religiosas), mas, porque ao ser gerado por Deus em Jesus Cristo, o novo homem tornar-se-á participante do corpo e do sangue de Cristo [João 6.54-56], sendo assim, criado em verdadeira justiça e santidade [Efésios 4.24], compartilhando da natureza divina.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
_____________

4 comentários:

Barbosa disse...

Irmão James,Graça e Paz,de Jesus Cristo nosso SENHOR e SALVADOR.
O irmão mencionou alguns versículos,gostaria de comenta-los OK? DEUS TE ABENÇÕE MEU IRMÃO!
No livro de João 17.22 diz: E eu dei-lhe a glória que a mim me deste,para que sejam um,como nós somos um.
PARA QUE TODOS SEJAMOS UM.
A união em favor da qual Jesus orou não era a união de igreja e organizações,mas a esprititual,baseada na permanência em Jesus;amor a Jesus,separação do mundo;santificação na verdade,receber a verdade da Palavra e crer nela;obediência à Palavra;e o desejo de levar a salvação aos perdidos;
ver João 17.23,26,14,16,17,19,6,8,
17,21,23.
Faltando algum desses fatores,não pode haver a verdadeira unidade que Jesus pediu em oração.
- Jesus não ora para que seus seguidores "se tornem um",mas para que "sejam um". Trata-se do subjuntivo presente e significa "continuamente ser um". União essa que baseia no relacionamento que todos eles têm com o Pai e o Filho,e na mesma atitude basilar que têm para com o mundo a Palavra e a necessidade de alcançar os perdidos;
ver I João 1.7.
- Intentar criar uma união artificial por meio de reuniões,conferências ou organização centralizada,pode resultar num simulacro da própria união em prol da qual Jesus orou. Ele tinha em mente algo muito mais do que "reuniões de unificação,e de união artificial. É uma união espiritual de coração,propósito,mente,e vontade dos que estão totalmente dedicados a Jesus,à Palavra e à santidade; ver Efésios 4.3.
Foi mencionado João 6.54,56.
COME A MINHA CARNE E BEBE O MEU SANGUE.
Esta expressão de Jesus revela que recebemos vida espiritual crendo em Cristo e tendo parte nEle e nos benefícios redentores da sua morte na cruz; ver Ronanos 3.24,25;
I João 1.7. Destaca,ainda,a verdade que continuamos a ter vida espiritual à medida que permanecermos no Cristo Vivo e na sua Palavra de vida eterna. Compare o versículo 53 com o 63 de João,onde Jesus diz: "As Palavras que eu vos disse são espírito e vida". Participamos de Jesus,portanto,à medida que temos fé nEle e aceitamos sua Palavra em atitude de oração. Jesus Cristo é a Palavra("verbo")Viva (João 1.1,5). Jesus Cristo é o "pão da vida"; ver João 6.35.
Somos salvos pela graça de DEUS e pelo poder regenerador do Espírito Santo,principalmente por ouvir e aceitar a Palavra; ver João 1.12; Atos 2.41.
Fiquem na Verdadeira Paz,esta Paz só encontramos em Jesus Cristo de Nazaré.

Josiel Dias disse...

Olá meus irmão Graça e Paz.

Parabéns pelo Blog abençoador. Muito edificante.
Gostaríamos de compartilhar o nosso Blog
Mensagem Edificante para Alma
http://josiel-dias.blogspot.com

Ficaremos felizes por sua visita, mais ainda se nos seguir-nos.

Josiel Dias
Cons Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

Lucas Marin disse...

A Paz do Senhor, irmão James.


Venho outra vez, num apelo para a comunhão dos santos. pois, como não prega a placa de igreja alguma, também creio que não aniquilará os santos que estão em igrejas de diversas denominações.


"É necessária e urgente a rejeição de qualquer doutrina alheia a Palavra de Deus, e ouvindo, aceitar o evangelho de Cristo, arrependendo-se;"

Concordo, e por isso digo que não há na Palavra de Deus estimulando as seguintes doutrinas:

-"Dízimo seja Anátema";
-"Templos, mesmo sendo para local de culto ao Senhor Jesus, sejam anátemas";

De forma alguma, antes sejam utilizados de forma adequada.

1 Pedro 4:11 Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá, para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o poder para todo o sempre. Amém!

Pois, então, te peço, para que, pela força que o Espírito Santo tem te dado para uma vida abdicada diante do Senhor - e, se preciso for, até para sair para anunciar a Palavra de Deus conforme diz Mateus cap. 10, levando apenas o necessário, sendo digno apenas do alimento, conforme o texto bíblico em Mateus 10.10 - peço para que suporteis os mais fracos na fé (Deus o sabe), que ainda vivem em comunidades denominacionais, mas tem buscado ao Senhor, louvado ao Senhor e não sua denominação, mesmo assim perdoando se isso acaba ocorrendo ou simplesmente aparentando.

Gálatas 6:2 Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a lei de Cristo.

Eu desejaria muito a ausência de denominações, mas que a Igreja do Senhor fosse simplesmente a Igreja do Senhor. Mas parece que muitas coisas tem nos impedido de participar de tal situação. Então, mesmo diante dessas dificuldades, buscarei ao Senhor, e me congregarei com os santos, independente de denominação, admoestarei e serei admoestado, sabendo que Fiel é o Senhor que conhece todos os seus, nos quais, através de Jesus Cristo, não há dolo nem mácula, pois nEle somos purificados.

Colossenses 3:16 A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao Senhor com graça em vosso coração.

Rinaldo Santana disse...

Caro James, Graça e paz,è um momento impar, esse, em que visito este maravilhoso blog. Aproveito esta oportunidade para deixar o endereço de meu blog. para que na medida do possivel o amado irmão visite-o. www.rinaldoeapalavra.blogspot.com

Em Cristo
José Rinaldo de Santana