Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 10.jul.2017, Mateus 5

EU, porém vos digo: Amai a vossos inimigos, bem-dizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; [Lucas 23.34; 6.27-28; Atos 7.60; Romanos 12.14; 1Pedro 3.9; Salmos 7.4]
Para que sejais filhos do vosso PAI que está nos céus;
porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.
[Lucas 6.35; Atos 14.17; Mateus 5.9; Jó 25.3; Salmos 145.9]
Pois, se amardes os que vos amam, que galardão havereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? [Lucas 6.32-35; Mateus 6.1; 9.10-11; 11.19; 18.17]
E, se saudares unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? [Mateus 5.20; Lucas 6.32; 10.4-5; 1Pedro 2.20]
Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso PAI que está nos céus. [Levítico 19.2; Colossenses 1.28; Gênesis 17.1; Deuteronômio 18.13; Lucas 6.36]

[664,370]

março 28, 2009

"Jesus não fundou o Cristianismo"

.

Se você não sabia, fique sabendo!

Você sabia que foi apenas no ano 190 dC. que a palavra grega ekklesia, que traduzimos como igreja, foi pela primeira vez utilizada para se referir a um lugar de reuniões dos cristãos? Sabia também que esse lugar de reuniões era uma casa, e não um templo, já que os templos cristãos surgiram apenas no século IV, após a conversão de Constantino?

Você sabia que os cristãos não chamavam seus lugares de reuniões de templos até pelo menos o século V? Você sabia que o primeiro templo cristão começou a ser construído por Constantino, sob influência de sua mãe Helena, em 327 dC, às custas de recursos públicos, e sua arquitetura seguia o modelo das basílicas, as sedes governamentais da Grécia e, posteriormente, de Roma, e dos templos pagãos da Síria?

Você sabia que as basílicas cristãs foram construídas com uma plataforma elevada acima do nível da congregação e que no centro da plataforma figurava o altar, e à sua frente a cadeira do Bispo, que era chamada de cátedra? Você sabia que o termo ex cathedra significa "desde o trono", numa alusão ao trono do juiz romano, e, por conseguinte, era o lugar mais privilegiado e honroso do templo?

Você sabia que o Bispo pregava sentado, ex cathedra, numa posição em que o sol resplandecia em sua face enquanto ele falava à congregação, pois Constantino, mesmo após a sua conversão ao Cristianismo, jamais deixou de ser um adorador do deus sol? Você sabia que o atual modelo hierárquico do Cristianismo, que distingue clero e laicato, teve origem e ou foi profundamente afetado pela arquitetura original dos templos do período Constantino?

Você sabia que Jesus não fundou o Cristianismo, e que o que chamamos hoje de Cristianismo é uma construção religiosa humana, feita pelos seguidores de Jesus ao longo de mais de dois mil anos de história? Você sabia que o que chamamos hoje de Cristianismo está profundamente afetado por pelo menos três grandes eras: a era de Constantino, a era da Reforma Protestante e a era dos Avivamentos na Inglaterra e nos Estados Unidos? Você sabia que é praticamente impossível saber a distância que existe entre o que Jesus tinha em mente quando declarou que edificaria a sua ekklesia e o que temos hoje como Cristianismo: Protestante, Ortodoxo, Pentecostal, Neopentecostal, Pseudopentecostal e Católico Romano?

Você sabia que os primeiros cristãos se preocuparam em relatar as intenções originais de Jesus com vistas a estender seu movimento até os confins da terra? Você sabia que este relato está registrado no Novo Testamento, mais precisamente nos Evangelhos e no livro de Atos dos Apóstolos? Você sabia que o terceiro evangelho, Evangelho Segundo Lucas, e o livro dos Atos deveriam formar no princípio uma só obra, que hoje chamaríamos de "História das origens cristãs"? Você sabia que os livros foram separados quando os cristãos desejaram possuir os quatro evangelhos num mesmo códice, e que isso aconteceu por volta de 150 dC? Você sabia que o título "Atos dos Apóstolos" surgiu nessa época, segundo costume da literatura helenística, que já possuía entre outros os "Atos de Anibal" e os "Atos de Alexandre"?

Bem, se você não sabia...Fique sabendo...e pense muito sobre tudo isso!

Via: Sementes da Palavra - Ana Burle
...

8 comentários:

Lucas Marin disse...

A Paz do Senhor


COncordo com grande parte do texto, senão a parte e suas semelhantes que dizem o seguinte:

"Você sabia que é praticamente impossível saber a distância que existe entre o que Jesus tinha em mente quando declarou que edificaria a sua ekklesia e o que temos hoje como Cristianismo: Protestante, Ortodoxo, Pentecostal, Neopentecostal, Pseudopentecostal e Católico Romano?"

Jesus continua conosco até os dias de hoje... quem não sabe e não sente isso em plenitude e Verdade, não é verdadeiro Cristão!
Aliiás, conforme o relato de Atos, os primeiros cristãos foram chamados assim pela primeira vez na cidade de Antioquia!

Atos 11:26 E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja e ensinaram muita gente. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.

Fiquemos na Paz do Senhor Jesus!

james disse...

.
Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Lucas Marin.

Realmente, os discípulos de Jesus, em Antioquia pela primeira vez foram chamados cristãos, devido estarem cumprindo o mandamento do Senhor em Mateus 28.19,20 “... ensinando-as a guardar todas as coisas que vos tenho mandado...

Bem sabemos que, e glória a Deus por isso, Jesus continua conosco, Mateus 28.20 “... eis que eu estou convosco todos os dias... ”, e que muitos ainda não dobraram seus joelhos a Baal, sendo verdadeiros cristãos!

Entretanto, quando o texto relata sobre a impossibilidade de medir-se a distância entre a vontade soberana do Senhor em edificar a Sua Igreja e o que presenciamos hoje, prende-se ao fato de que, nestes movimentos expostos, há o desvio do alvo pretendido, “levar os homens ao arrependimento e consequentemente a conversão”, como encontramos com o discurso de Pedro em Atos 3.19 “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos...

Portanto, não está o texto dizendo que não existem verdadeiros cristãos, mas sim, uma pregação distante da vontade soberana do Senhor por estes movimentos!

Deus o abençoe e aos seus ricamente, e por sua nobre visita ao nosso humilde blog.

Fraternalmente.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
...
..
.

Nice SpOt disse...

graça e paz do Senhor..
é tão bom encontrar amantes da restituição da verdade.. querendo saber o que se passou na idade das trevas (imp.romano).. onde a fé perseguida se tornou nas mãos de um império obscuro a religião de multidões..
e mais segredos vão de certeza ser desvendados por amantes do evangelho e de Jesus Cristo..
sabia que O apóstolo Pedro, de nacionalidade galiléia, tendo inicialmente fundado a Igreja de Antioquia, depois de solto da prisão em Jerusalém, o apóstolo viajou até Roma e aí ficou até ser expulso com os judeus e cristãos pelo imperador Cláudio.
Época em que voltou a Jerusalém e participou da reunião de apóstolos sobre os rituais judeus no chamado Concílio de Jerusalém.
Após esta reunião, ficou em Antioquia (como o seu companheiro de ministério, Paulo, afirma em sua carta aos gálatas)e, depois de passar por várias cidades,
Pedro foi mártir em Roma entre 64 e 67 d.C. época do Imperador Nero, que perseguiu os cristãos á morte.

Segundo a tradição, sua crucifixão verificou-se entre os anos 64 e 67, em Roma, por ordem de Nero. Pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, por achar-se indigno de morrer na mesma posição de Cristo.

DADOS HISTÓRICOS sobre PEDRO:
A partir de 1950
intensificaram-se as escavações no subsolo da Basílica de São Pedro,
lugar tradicionalmente reconhecido como provável túmulo do apóstolo e próximo de seu martírio no muro central do Circo de Nero.

Após extenuantes e cuidadosos trabalhos, inclusive com remoção de toneladas de terra que datava do corte da Colina Vaticana para a terraplanagem da construção da primeira basílica na época de Constantino, a equipe chefiada pela arqueóloga italiana Margherita Guarducci encontrou o que seria uma necrópole atribuída a São Pedro, inclusive uma parede repleta de grafitos com a expressão Petrós Ení, que, em grego, significa
"Pedro está aqui"

Também foram encontrados, em um nicho, fragmentos de ossos de um homem robusto e idoso, entre 60-70 anos, envoltos em restos de tecido púrpura com fios de ouro que se acredita, com muita probabilidade, serem de São Pedro.
A data real do martírio, de acordo com um cruzamento de datas feito pela arqueóloga, seria 13 de outubro de 64 d.C. e não 29 de junho,
data em que se comemorava o traslado dos restos mortais de São Pedro e São Paulo para a estada dos mesmos nas Catacumbas de São Sebastião durante a perseguição do imperador romano Valeriano em 257 d.C..

Lucas Marin disse...

Ainda tenho minhas dúvidas se Pedro realmente esteve em Roma!
Há muita especulação e até idolatria!

Deus seja louvado e não o homem!

james disse...

.

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados, amada irmã Celia Guerreiro.

Louvemos ao Senhor que, por Seu infinito amor nos dá entendimento que, tudo quanto façamos, façamos para honra, para glória e para louvor de nosso Amado Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Deus abençoe a amada irmã e aos seus ricamente, e por sua amável visita ao nosso humilde blog.

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
...
..
.

james disse...

.
Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Lucas Marin.

Em verdade, muitas coisas que são ditas, sabemos que são especulativas e que buscam levar os homens a idolatrias, e consequentemente, se afastarem de Deus, isto é obra maligna que muito bem conhecemos, louvemos ao Senhor por nos dar este entendimento!

Entretanto, muitas outras, são realmente a verdade sobre os homens de Deus que, fielmente fizeram a obra do Senhor por amor as almas e não para proveito próprio, como podemos presenciar hoje na maioria dos que são assíduos nas igrejas evangélicas!

Outrossim, sigamos o que nos é alertado por nosso amado irmão Paulo, “examinai tudo, retendo o bem”!

Deus o abençoe e aos seus ricamente, e por sua nobre participação ao nosso humilde espaço.

Nos interesses de Cristo e Sua Igreja.

Fraternalmente.

James.
Jesus, o maior Amor
Comunidade "Adoradores em Casas"
...
..
.

Anônimo disse...

Yeshua nunca foi e nunca sera cristão... essa religião é uma mentira deslavada de satanas..que venhamos ser filhos ao encontro da verdadeira paternidade.

Antonio Gonçalves disse...

Shalom!
Concordo plenamente que quem criou o cristianismo foi Constantino, cristianismo pra mim, nada mais é do que a sincretização da verdadeira fé no MASHIACH de Yi'srael. Pra que o cristianismo fosse criado, muita coisa aconteceu antes, por intermédio dos imperadores que antecederam Constantino, Nero e Vespasiano etc.os quais não só perseguiram os Yehudim messiânicos, mas também os martirizou na arena de Roma, pelo fato deles os Yehudim anunciarem a verdadeira fé no Mashiach de Yi'srael, vejamos então que desde do século primeiro o adversário tentou aniquilar a verdadeira fé em Yeshua,e a falsa conversão de Constantino contribuiu para o cumprimento da profecia de Apocalipse 13.2 " O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade." Entendemos pelas profecias de Daniel que cada animal simbolicamente representa um reino, e o mais terrível é simbolicamente representado por um animal cuja aparência é terrível, a qual Apocalipse retrata de forma simbólica um Dragão, o qual entendemos que representa o poder do reino imperial romano, com sua força bélica e militar, e esse poder militar feroz, declinou com a ascensão e falsa conversão de Constantino, o qual declara-se cristão e faz cessar a perseguição aos Yehudim e também aos que criam na verdadeira fé, a partir dai surge a Roma religiosa, ou seja, o Dragão entrega a besta o seu trono poder e grande autoridade(religiosa) a qual é mantida até hoje, pois o maior poder religioso e político quem mantém á
é a igreja católica apostólica romana, a qual é a besta que recebeu do Dragão não somente o trono, mas também grande poder e autoridade. Portanto Cristianismo é a sincretização religiosa onde a verdadeira fé no Mashiach de Yi'srael foi paganizada por meio do sincretismo religioso de Roma onde Constantino liga a 'igreja' ao estado, criando assim uma nova religião, a qual conhecemos por igreja católica, e todos os seus adeptos foram chamados e são até hoje chamados cristãos, os adeptos dessa religião não são somente os católicos mas todos aqueles oriundos de suas raízes, Calvinistas anglicanos luteranos(protestantes) ortodóxos etc..., portanto eu particularmente não sou cristão, mas sim seguidor de Yeshua Ha'mashiach, da seita a qual chamam o caminho Atos 24.5 24.14. e acredito que a palavra Cristão é uma adulteração no livro Bíblia a qual foi criada pelos romanos, as escrituras por longos anos esteve sobre domínio de Roma, e muitas modificações e adulterações foram feitas pra beneficiar a nova religião e e prejudicar a verdadeira fé no Mashiach de Yi'srael.
Que a Shalom de Adonai seja sobre todos vocês! Um forte abraço!