Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[676,340]

janeiro 15, 2017


O nascediço do Espírito, não de instituições de homens!!


Contexto bíblico Atos 5:

"Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a DEUS do que aos homens."

O nascediço é aquele que está nascendo, e a Palavra de JESUS requer: "Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de DEUS" [João 3].

E neste limiar está uma questão que muito tem afligido as pessoas na busca da verdade, na busca de DEUS, do CRISTO, por que influenciadas por outras sem entendimento, mas cheias de conhecimento institucional da religiosidade, amontoadas de papiros teológicos, as fazem migrar para a igreja instituição.

E aí está o problema, o frequentar de uma das igrejas instituições (denominações, congregações religiosas, igrejas evangélicas, católica) e serem alvo, manipulados, aliciados pelas lideranças eclesiásticas e suas crendices teológicas, sofismas, dogmas, doutrinas e tradições de homens, que a Palavra de DEUS [contida na Bíblia] tanto nos tem precavido de seus males, e assim, nos advertindo para que sejamos livres destes homens dissolutos e maus; porque a fé não é de todos [2 Tessalonicenses 3].

Porque, deixando o mandamento de DEUS, lideranças religiosas retêm a tradição das doutrinas das denominações [Marcos 7] fazendo presas suas, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo CRISTO; [Colossenses 2] com fábulas judaicas inseridas ao contexto do evangelho para salvação, aos mandamentos de homens que se desviam da verdade [Tito 1], invalidando assim a Palavra de DEUS por estas tradições que ordenam, e muitas coisas fazem semelhantes a estas [Marcos 7], sendo extremamente zelosos das doutrinas esdruxulas das igrejas.

Não que digo que o problema está nas pessoas na instituição em si, mesmo por que, o problema vai mais além do que o simples fato de se reunir para, uma possível, adoração, uma comunhão do que se diz conhecer, do amor ao próximo de dentro.

Mesmo por que, a religião denominada evangélica, também, chamada cristã, tem suas origens no cristianismo, na fundamentação protestante, ou, a reforma do catolicismo; porquanto na idade média, católicos inconformados, tornaram-se os protestantes, e reformaram, deram uma nova roupagem à religião católica [ICAR ], e assim, posteriormente se denominando evangélicos;

Portanto, esta é a roupagem dada pela reforma protestante a igreja católica, mesmo porque, qualquer semelhança será mera coincidência (que na realidade bíblica, é conveniência proposital, uma reformada mais fácil):

  • A ICAR tem padres, as evangélicas os seus pastores, bispos, apóstolos, missionários, lideres eclesiásticos, em que ambas os tratam como únicos sacerdotes
  • A ICAR realiza missas, as evangélicas cultos
  • A ICAR faz missa campal, as evangélicos culto ao ar livre
  • A ICAR apregoa sermão, as evangélicas tem pregação
  • Na ICAR é eucaristia, nas evangélicas a ceia
  • A ICAR tem hóstia e vinho (para o padre), as evangélicas usam pão francês e suco uva
  • A ICAR cria seus discípulos no catecismo, as evangélicas pela escola dominical
  • Na ICAR tem altar, nas evangélicas o púlpito
  • Os da ICAR idolatram imagens, evangélicos aos pregadores, às denominações, aos templos, as relíquias do Antigo Estamento, as vestimentas
  • Na ICAR se molha na água benta, as evangélicas tem água ungida
  • A ICAR faz quermesse, as evangélicas em festividade
  • Entoam na ICAR os cânticos, evangélicos com seus louvores de músicas
  • A ICAR tem fiéis, as evangélicas membros
  • Na ICAR há madres, nas evangélicas o grupo de irmãs
  • Os da ICAR vão anunciar na paróquia, os evangélicos no campo
  • Trajam na ICAR a batina, os evangélicos terno/gravata
  • Santificaram, ambas, por si mesmos o altar/púlpito, a eucaristia/ceia e os templos.

E, nestes pormenores, em DETALHES, nas MINÚCIAS, por PARTICULARIDADES, não querem nem mudar a terminologia, antes preferem a semelhança para no caso do êxodo religioso (de católico para evangélico ou vise-versa), os abestalhados continuaram a frequentá-las; que tanto a ICAR, como as evangélicas, comemoram uma páscoa de chocolate e um natal pagão, ambos fora do contexto da verdade bíblica.

E o que não poderia deixar de ser, ambas as instituições religiosas se corroboram no mesmo ideal, o financiamento de suas estruturas e de seus representantes através de seus tolos frequentadores, em dinheiro, os famigerados dízimos (maasser) e ofertas!!

Mas, mesmo que você não concorde com esta verdade apresentada, DEUS está procurando adoradores, que O adorem em espírito e em verdade, quer queira ou não, quer seu pastor/padre/guru/chefe/cacique ensine ou não!!

DEUS sempre chamou e chama aos homens, e nos dá coragem e dons para anunciarmos as Suas verdades, nos sobrecarrega de discernimento na verdade de Sua Igreja; que proclamamos as Boas Novas, sem razão e sem lógica eclesiástica, mas pela fé dada aos santos.

Enfim, muitos milhares se furtam em serem coniventes com a falsa adoração, estão engajados em ser comparsas das mentiras teologias, da religiosidade, e se firmam como guerrilheiros nas fronteiras das instituições religiosas, se dizem ir a "igreja" por que precisam de um prédio de tijolos para como tolos abobados, adorarem aos homens em suas invencionices de uma santidade mórbida de seus templos, se sobrecarregam no vitimismo (como alvo dos desigrejados), vivem a falácia ad Hominem, atacam, lançam em descrédito aqueles com o objetivo de mostrar que as suas afirmações são verdadeiramente falsas.



Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente; nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

.[560,760]

Nenhum comentário: