Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 28.mar.2017, Atos 22

E ele disse: O DEUS de nossos pais de antemão te designou para que conheças a Sua vontade, e vejas aquELE Justo, e ouças a voz da Sua boca.
[Atos 26.16; 1Coríntios 9.1; 15.8]
Porque hás-de ser Sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido.
[Atos 1.8; 23.11; 4.20; Lucas 24.47-48; João 15.27]
E agora porque te deténs? Levanta-te, e baptiza-te, e lava os teus pecados, invocando o nome do SENHOR.
[Atos 2.21,38; Hebreus 10.22; 1Coríntios 6.11]

[616,240]

outubro 24, 2011

Dízimos são bíblicos...

.
A Bíblia é dividida em dois testamentos, o Antigo e o Novo, porém, o melhor entendimento é que a divisão seja feita em:

- Antiga Aliança de Deus com Israel (todo o Antigo Testamento e até o Novo Testamento no advento ds prisão e morte de Cristo);

- Nova Aliança consumada por Cristo na cruz do Calvário (inicia-se no Novo Testamento após a crucificação e ressurreição de Cristo).

A Antiga Aliança consistiu em ordenanças, mandamentos, juízos que Deus enviou a nação de Israel através de Moisés, a Lei mosaica, que fariam a nação de Israel diferenciada das demais nações, pois, serviam de testemunho de Deus na terra; (sem nos esquecer que Cristo foi condenado por esta Lei, por isso Ele disse que veio cumprir a Lei)

Lei mosaica, composta de todo o código de leis, formado por 613 disposições, ordens e proibições, tais como, guarda do sábado, carne de porco, vestimenta (os tzitziot, “franjas com nós”), homens não devem raspar o cabelo das laterais de suas cabeças e barbear-se com uma lâmina, dizer o Shemá Israel duas vezes ao dia, usar tefilin (filactérios) na cabeça, circuncidar todos os indivíduos do sexo masculino em seu oitavo dia, etc, sem nos esquecer dos dízimos.

A nação de Israel foi através de Abrão, que foi chamado por Deus de Abraão, tendo seu filho Isaque que teve seu filho Jacó, e este, tendo seus filhos, originaram as tribos de Israel, que quando entraram na terra prometida, Canaã, cada qual teve sua porção de terra [“ Estas são as heranças que Eleazar, o sacerdote, e Josué, filho de Num, e os cabeças dos pais das famílias repartiram as tribos dos filhos de Israel, em herança, por sorte, em Siló, perante o SENHOR, a porta da tenda da congregação. E assim acabaram de repartir a terra ” – Josué 19].

De todas as tribos, somente uma não recebeu terra por herança, a de Levi [“ Porém, a tribo de Levi, Moisés não deu herança; o SENHOR Deus de Israel é a sua herança, como já lhe tinha falado ” – Josué 13]; mas, esta tribo foi incumbida de cuidar dos trabalhos do tabernáculo, do templo em Jerusalém, separavam-se os sacerdotes, os cantores do templo, holocaustos e sacrifícios, enfim, todos os trabalhos que se faziam em referência a Deus;

Como todas as tribos receberam terra por herança, teriam condições de se alimentarem (através da plantação), iremos entender que a tribo de Levi não, porém, este “ é o ofício dos levitas: Da idade de vinte e cinco anos para cima entrarão, para fazerem o serviço no ministério da tenda da congregação ” [Números 8].

Pois bem, se todas as tribos tinham como se alimentar (através das colheitas), como seria o da tribo de Levi (os levitas)??

A resposta ao alimento dos levitas está em Deuteronômio 14:
Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo.
E, perante o SENHOR teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao SENHOR teu Deus todos os dias.
E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o SENHOR teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o SENHOR teu Deus te tiver abençoado;
Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o SENHOR teu Deus;
E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o SENHOR teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa;
Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas; pois não tem parte nem herança contigo.
Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;
Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem
”.

Porquanto os dízimos são bíblicos, em forma de alimento; e foram destinados a alimentação dos levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros!!!
Levitas: Nas instituições religiosas chamadas de 'igrejas', de nosso tempo, os cantores são chamados de levitas, e isto é um engano e uma mentira deslavada, pois, levitas são os descendentes da tribo de Levi (Moisés e Arão eram um deles).

Eis, pois, o que relatou Deuteronômio, os dízimos eram em forma de alimento, para alimentar os levitas que prestavam serviços no templo de Jerusalém, e aos órfãos, viúvas e estrangeiros.

E porque diz a Palavra de Deus, “ na minha casa ” em Malaquias 3.10??

Por que nos tempos do Antigo Testamento, o Espírito do Senhor enchia o templo, fazia-se presente entre os filhos de Israel [“ E os sacerdotes não podiam permanecer em pé, para ministrar, por causa da nuvem; porque a glória do SENHOR encheu a casa de Deus ” – 2Crônicas 5]; note que Deus não habitou no templo de Jerusalém, mas Sua glória encheu por um determinado período de templo e depois não mais...

... o que não acontece em nosso tempo, na igreja gentílica (nós somos os gentios, os que não são da nação de Israel), porque, depois da ressurreição de Cristo, Deus nos enviou o Espírito Santo [Atos 2] que agora habita em nós [“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? ” – 1Coríntios 6]...

... aliás, o templo de Jerusalém já na existe mais, foi destruído por mais de uma vez, reconstruído e agora não mais!!

Mateus 23.23

O contexto de Mateus 23.23, como explanado no início deste texto, está no advento da Antiga Aliança de Deus com Israel, porquanto, Cristo estava criticando aos fariseus que dizimavam (e não era em dinheiro), porém, esqueciam do mais importante da lei;

Sendo bíblico que as igrejas evangélicas não são casa de Deus!! Jamais serão!! Nunca!!! São somente locais comuns como nossas próprias casas.

A Bíblia diz sobre nossas ofertas em 2Coríntios 9

Sem dúvida, a Bíblia nos diz para contribuir segundo o que queremos, do nosso coração!! Mas, não é em forma de dízimos (os dízimos eram 10% e não qualquer valor como diz 2Coríntios)...

Mas, este contribuir, é no sentido de ajudar ao próximo, é de usar nossas dádivas, que Deus nos tem agraciado, para ajudar a quem precisa, quem necessita, a quem passa fome...

... meditem em Mateus 25.31-46, nesta passagem maravilhosa Jesus discorre daqueles que chegarão diante do trono de Deus, os que fizeram caridade (dar de comer, de beber, vestir, visitar presos, doentes) ao próximo como benditos, e os que não, como malditos; vislumbre que não há menção em dízimos, mas, na ajuda e auxilio...

... e como os templos que chamam de ‘igreja’ não são a casa de Deus, mas lugares comuns que as pessoas se reúnem (porque Deus não habita em templos feitos pelas mãos de homens, Atos 17), não é dever do cristão levar dinheiro para estes, e sim, é dever do cristão amar ao seu próximo, auxiliar aos pobres e necessitados, com alegria, na sinceridade de nossos corações...

... não podemos semear ofertas, dízimos ou doações em forma de dinheiro nas mãos de homens e esperar que Deus abençoe; a Justiça divina nos diz que, semeamos amor, fraternidade, benignidade, e amontoamos braças sobre nossas cabeças, é neste sentido que a Palavra de Deus afirma que " tudo o que o homem semear, isso também ceifará ", semeia-se amor, colhe-se amor; semeia-se ódio ou mau, colhe-se ódio ou mau, e nunca quem semeia "dinheiro" receberá de Deus "dinheiro" (somente o diabo é quem semeia "dinheiro", pois, veio para " roubar, a matar, e a destruir ").


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.

.
______
[157760]

outubro 20, 2011

Então veremos face a face...

.
O que desejamos de tão importante nesta vida como afortunadas bênçãos ou despreocupação com as coisas financeiras, semeando, como dizem, ofertas, para receber outras tantas, ou a ter que contemplarmos a Deus face a face??

Nossas vidas terrenas, como crentes dever-se-á ser em um constante desejo: nossa Pátria celestial, segura, a qual Deus nos preparou desde a fundação do mundo [Mateus 25]...

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido” [1Coríntios 13].

Conhecer a Deus como Ele próprio nos conhece, face a face, é o maior desejo ardente em todos os corações de crentes, todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor nosso;

Em Seu infinito Amor, nosso Senhor e Salvador, nos ensinou a orar [Mateus 6], suplicando ao Criador que venha a nós o Seu reino; suplicamos, pois, que venha o reino de Deus a nossas almas, tomando de nós posse por completo, porque o Filho de Deus em nada poupou para nos salvar.

Porquanto, sigamos a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor [Hebreus 12]; e por fim, alcançando a promessa: a vida eterna [1João 2], veremos ao Senhor Deus, entronizado, e, nós, diante o Cordeiro de Deus, veremos o Amor, não apenas sentir o Amor, mas ver o Amor face a face!!


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.
.
_______
[156201]

outubro 16, 2011

Galardão nos céus? Ou, bênçãos nesta vida! Uma única escolha.

.
O evangelho tem ensinado e constrangido através de maravilhosos contextos que nossa esperança deve e sempre será a presença de Deus, diante Seu trono, nos céus, vislumbrando face a face o Cordeiro de Deus:

E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro;
E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro.
E a Sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os Seus olhos como chama de fogo;
E os Seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a Sua voz como a voz de muitas águas.
E Ele tinha na Sua destra sete estrelas; e da Sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o Seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece.
E eu, quando vi, caí a Seus pés como morto; e Ele pôs sobre mim a Sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último;
E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno
” [Apocalipse 1].

Porém, neste bem poucos anos que busco caminhar na presença de Deus (dez anos), tenho presenciado que muitos ensinos são mesclados a sã doutrina bíblica, e um dos piores, estão em mostrar ao povo que Deus tem abençoado através de coisas materiais; e este ensino é maligno!!

E, mesclado este ensino maligno, lideranças camuflam o evangelho da salvação, pelo evangelho das bênçãos materiais...

Porque, como em o tempo do ministério terreno do Filho de Deus, muitos andavam após Ele não pelo ensinamento e pelas bem aventuranças celestiais, mas, por coisas materiais, como pão [“ Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes ” – João 6];

Admoestando, ainda diz por perseguições: “ Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós ” [Mateus 5].

Porquanto, somente frequentar lugares religiosos (comumente chamados de ‘igrejas’) fazendo ofertas e se reunindo com pessoas que muitas das vezes nem se conhece, não necessariamente, trará frutos do Espírito [“ Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança ” – Gálatas 5], ora, muitos têm frequentado templos ou ‘igrejas’ e por isto se sentem compromissados com Deus, e isto não tem respaldo bíblico.

Somos como ‘pedras’, que junto de tantas outras que estão espalhadas pelo mundo, Deus nos têm edificado para Si como uma casa espiritual [1Pedro 2], que jamais será feita por mãos de homens [Atos 17];

Infelizmente, tudo quanto em exaustão falo (escrevo) se faz necessário, pois que, apesar de estar sempre biblicamente mostrando que nossa comunhão está em Cristo, tão somente, muitos evangélicos ainda querem e como birrentos, num erro, saem na defesa dos lugares com nome de ‘igreja’.

Não sou contra as reuniões em “templos chamados de igrejas”, mas, a Bíblia não afirma que devemos somente estar neles, a Bíblia não afirma que somente haverá comunhão se e somente se estiver neles...

O termo de Hebreus 10.25, “congregação” não se refere a uma denominação ou instituição religiosa com nome de igreja ou igreja evangélica...

Em verdade, o crente, que adora a Deus em espírito e em verdade, buscando receber seu galardão nos céus, tendo como prioridade o reino de Deus e Sua justiça, vivendo amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, e temperança, em qualquer lugar, não se conforma com este mundo, mas sendo transformado pela renovação do entendimento, experimentará qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus; apresentando seu corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é seu culto racional [Romanos 12];

Mesmo porque, o que tem o crente em Cristo na rica esperança do galardão nos céus com as coisas materiais desta vida??

Sei que precisamos nos alimentar, vestir, cuidar de nossos filhos, mas, se creio em Deus, que assim em amor, por Sua graça, como minha Rocha firme, disse:

Não andeis cuidadosos quanto a vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? ” [Mateus 6]


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.
.
_______
[154358]

outubro 15, 2011

Mercenários da fé lançam o 'Martelo da Justiça' por ofertinha de mil reais

.
Após a suposta "igreja" mundial do Poder de Deus lançar a toalhinha milagrosa, foi retomada a campanha do "Martelo da Justiça".

A "igreja" ofereceu o martelo para os fieis que desejam quebrar seus problemas.

"Você vai tocar com ele naquilo que você deseja que seja quebrado, que seja esmiuçado", afirma o charlatão com título de "pastor" que oferece o martelo no programa de TV da igreja em troca de uma ofertinha de R$1.000,00.


.

_______
[154068]

outubro 11, 2011

Porque sempre murmuramos??!!

.


Que lição de vida nos dá o Emmanuel, e que lição de amor nos dá a "mãe" destes dois jovens que os encontrou num orfanato e mesmo sendo deficientes,
os levou para si...

.
_______
[152406]

outubro 07, 2011

Evangélicos preocupados com as leis de homens em relação a homossexuais. A quem interessa um silêncio aos demais acontecimentos??!!

.
Em fóruns, debates, mensagens, blogs, rádios, e nos programas de TV evangélicos, muitos dos membros das instituições religiosas com nome de igrejas (igrejas evangélicas) apresentam sempre o mesmo assunto: coisas relacionadas aos homossexuais, seu modo de vida, casamento, instituições religiosas, convívio...

Sodoma e Gomorra

Quando meditamos no relato bíblico que fala da destruição destas duas cidades por que seu pecado se tinha agravado muito [Gênesis 18], notamos que Abraão tenta interceder junto a Deus pelos homens justos; portanto, é interceder pelos homens e não ficar mostrando o que os homossexuais fizeram ou deixaram de fazer, não ficar com picuinhas por que as leis humanas têm protegido a união em casamento; aliás, Deus nos ordenou em submeter as autoridades, Romanos 13 e 1Pedro 2, não que devemos aceitar tudo o que é imposto pelos governos, mas se as lei protegem os homossexuais quanto a legislação sobre separação, pensões, de relacionamentos, por que se deve opor???

Neste mesmo sentido, por que a preocupação com casamento de homossexuais e as leis que os protegem?? Cristo assim sentenciou: “ Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca ” [Mateus 24].

Devemos, sim, por ordenança divina mostrar as atitudes e ensinamentos errados dos que se dizem ser povo de Deus, dos erros doutrinários das chamadas “igrejas” [Isaías 58], o que homossexuais fazem é problemas exclusivo deles; devemos é anunciar o evangelho, mostrar a divina vontade de Deus para que os homens arrependam-se de seu pecado; como ordenou Jesus em IR anunciar o evangelho, ir de encontro aos homossexuais.

Mas, enquanto os membros das instituições religiosas com nome de igrejas (igrejas evangélicas) estão sendo ensinados pelos púlpitos de que todo o mais está normal, estão sendo desinformados das coisas que projetam as sociedades secretas; dos púlpitos e programas, líderes usam a cortina de fumaça dos acontecimentos com homossexuais, e então, nossos irmãos de denominações falam somente neste assunto.

Esta mentira teológica evangélica, destrói espiritualmente as instituições e seus membros, agem, como a Nova Ordem Mundial assim planeja, onde muitos evangélicos serão entregues ao anticristo, como grande parte da liderança evangélica comprometida com a maçonaria.

Divulgar a Palavra de Deus, o evangelho, é anunciar das coisas erradas que norteiam o mundo, infelizmente, muitos evangélicos tem usado os meios de comunicação não para se firmar na Verdade, mas, para auxiliar nesta camuflagem dos homossexuais, e assim, permitem que a mentira, o engano, a ignorância, a injustiça, o erro, o pecado firmam-se pelo espírito que há de enganar, se possível, até os escolhidos.

Quanto meditamos no erro que cometeu Israel, em dividir-se entre norte e Judá no sul, assim, também ocorre com as instituições religiosas com nome de igrejas (igrejas evangélicas), cada qual divulga a sua teologia, seu dogma, e a liderança, comprometida com a maçonaria, com a Nova Ordem Mundial, aceita tudo, combatendo os homossexuais...

... o império do mal se estabelece a passos largos, e as lideranças evangélicas se corrompem ao mesmo nível, e os que acompanham estas lideranças, se corrompem ainda mais.

O silêncio sobre a Nova Ordem Mundial impera no seio da maioria das instituições religiosas com nome de igrejas (igrejas evangélicas), a quem interessa??


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.
.
_______
[150940]

outubro 02, 2011

Metade dos pastores nunca leram a Bíblia inteira

.
Cerca de 50,68% dos pastores e líderes nunca leram a Bíblia Sagrada por inteira pelo menos uma vez. O resultado é fruto de uma pesquisa feita pelo atual editor e jornalista da Abba Press & Sociedade Bíblica Ibero-Americana Oswaldo Paião, com 1255 entrevistados de diversas denominações, sendo que 835 participaram de um painel de aprofundamento. O motivo é a "falta de tempo", apontaram os entrevistados.

Oswaldo conta que a pesquisa se deu através de uma amostragem confiável e que foi delimitada. Segundo ele a falta de tempo e ênfase na pregação expositiva são os principais impedimentos. "A falta de uma disciplina pessoal para determinar uma leitura sistemática, reflexiva e contínua das Escrituras Sagradas e pressão por parte do povo, que hoje em dia cobra por respostas rápidas, positivas e soluções instantâneas para problemas urgentes, sobretudo os ligados a finanças, saúde e vida sentimental", enumera Oswaldo.

A maioria dos pastores corre o dia todo para resolver os problemas práticos e urgentes dos membros de suas igrejas e os pessoais. Outros precisam complementar a renda familiar e acaba tendo outra atividade, fora a agenda lotada de compromisso. Os pastores da atualidade, em geral, segundo Paião, são mais temáticos, superficiais, carregam na retórica, usam (conscientemente ou não) elementos da neurolinguística, motivação coletiva, força do pensamento positivo e outras muletas didáticas e psicológicas. Oswaldo arrisca dizer que muitos "pastores precisam rever seus conceitos teológicos e eclesiológicos, sem falar de ética e moral, simplesmente ao ler com atenção e reflexão os livros de Romanos, Hebreus e Gálatas. E antes de ficarem tocando Shofar e criando misticismo, deveriam ler a Torá com toda a atenção, reverência e senso crítico".

O Bereano


E, é neste sentido que este site vem denunciando as instituições religiosas com nome de igrejas (igrejas evangélicas, e outras), pois, há muito tempo, estas instituições têm por exigência para aqueles que almejam “cargos eclesiásticos” somente curso de “teologia”;

Não há a exigência pela leitura bíblica como um todo (se há, é superficial), em muitos dos casos, os cursos de “teologia” são vinculados as “instituições religiosas”, e portanto, expressam aquilo que seja o ensinamento, dogma e sofisma destas, fato é que, quando, por exemplo, questionamos sobre dízimos e ofertas, num mesmo coro, os religiosos fazem as mesmas referências, são os mesmos versículos, não possuem argumentação bíblica para sustentar seus posicionamentos, e em muitos dos casos, como temos presenciado, a maioria não dá continuidade nos debates... defendem os “dízimos” sempre em Malaquias 3.10, Mateus 23.23, Hebreus 7.4, e blá, blá, blá; e nestas citações suprimem os adventos das Antiga e Nova Aliança.

Mas, contrário aos ensinamentos e requisitos denominacionais (instituições religiosas com nome de igrejas, as igrejas evangélicas, e outras), afirma a Palavra de Deus: “Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel” [1Coríntios 4];

O ensinamento bíblico requer que a Palavra de Deus seja guardada com fidelidade, e não decorando um ou outro versículo como é transmito pelos cursos teológicos denominacionais, aliás, a TEOLOGIA nada mais é que, estudos que os homens elaboram, criam, estabelecem por vontade própria daquilo do que eles acham quem seja e qual seja a vontade de Deus, e, portanto, não é propriamente o que seja a Verdade sobre o Criador!!


Vivendo Por, Em e Para Cristo; nos interesses da Igreja que Cristo edificou.



.
______
[148553]